Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
HÉRNIAS DE DISCO - cervical e lombar

Pré-visualização | Página 1 de 1

Fernanda F. Ferreira - TXI
HÉRNIAS DE DISCO 
Hérnia de disco cervical
· A apresentação das patologias da coluna cervical podem se manifestar em dor axial, radiculopatia, mielopatia ou assoc. entre essas modalidades 
· Diferentemente da lombalgia, há menor envolvimento de fator mecânico, e há maior envolbimento de fator postural text neck sobrecarga mecânica vicio na ne coluna cervical por essa flexã
· Acomete indivíduos de maior escolairdade, diferentemente da hérnia de disco lombar
· Cervicalgia tem indicidência de 31% e provalência de 10%
· 10% dos casos necessitam de cx.
· Degeneração discal é fisiológica - É um evento fisiológico, vai ocorrer ao passar dos anos
Rel. do disco lateralmente com o forame de saída das raizes e com o saco dural/medula
Ambas pacientes assintomáticos, disco bem hidratados, coxins liquoricos na 1ª! Na 2ª já tem perda da altura do disc. Desidratação, coluna liquorica sinuosa degeneração discal fisiológica
Radiculopatia:
Deslocamento do nu. Pulposo para dentro do do canal, dependendo se medial ou mais lateral, vai desenvolver radiculopatia, mielopatia
*hernia de disco entre C5-C6
Mielopatia: Qualquer fenômeno que ocorra mal funcionamneto da medula , liberação piramidal... com uma série de causas 
*hipersinal da ME 
mielopatia degenerativa, por compressão crônica e progressiva
Mielopatia de origem tumoral, nesse caso ependimoma
 Neurocisticercose ativa na medula 
Radiculopatia acomete raiz correspondente, veremos que hérnia de disco lombar nem sempre é assim...
7 vértebras e 8 raízes, importante, pois a semiologia das manifestações é diferente no segmento cervical e lombar
Hernia entre C6-C7 única rel. possível é com a raiz de C7 apenas....diminuição do reflexo estilo-radial, hipoestesia...
· Radiculopatia de C4 é rara, hérnia C3-4, causa dor axial, C2-3, ainda mais rara, C1-2 ?
· C5 disco C4-5 (cerca de 2% dos casos) défict deltoide
· C6 disco C5-6 (cerca de 19% dos casos). Fraqueza do bíceps, testar reflexo bicipital
· C5 DELTOIDE: abdução do ombro, flexão do ombro, rotação externa do ombro
· C5-6 – bíceps: toração inyerna do ombro e flexão cotovelo, sensório, teste reflexo bicipital
· C8 disco C7-T1 (cerca de 10% dos casos). Fraqueza dos mm. Íntrinsecos da mão dificuldade de adução de abdução dos dedos
Mielotomografia tem algo deslocando o saco dural para a direita
RM padrão outro 
*ossificações do lig. Longitudinal
Trat. Conservador
Trat. Cx. Para para falência do conservador, evol. De piora e/ou déficit motor – abordagem via anterior
Enxerto
Complicação do trat. Cx.:
· Infecção – menos de 1%
· Lesão de esôfago
· Lesão do n. laringeo recorrente (C5-6/6-7 à D)
· Hematoma
· Deslocamento do enxerto
· Lesão vasc. 
· Durotomia fístula de LCR
· Sd. De Horner
· Lesão do ducto torácico
· Trombose da VJI
· Pseudoartrose
As vezes a mesma hernia que esta provocando radiculopatia, pode provocar mielopatia
RM sinal dos olhos da serpente pontos hiperdensos proximos dos tratos espino talâminos laterais responsáveis pela motilidade voluntária (fraqueza nos MMSS, MMII, hiperrreflexia) denota não recuperação do déficit motor 
Laminoplastia
A cx. Não é para melhorar, e o trat. Cx. É para prevenir a piora....
Hérnia de disco lombar
· Lombalgia: virtualmente até os 5º anos, todos apresentaremos ao menos 1 episódio
· Doença discal é causa importante, trat. Cx. Em cerca de 10% dos casos
· Aspecto psico-sociais, benefícios, ganho secundpario, laudos exames
*anulo fibroso ( as ff. São mais escassas posteriormente) e nu. Pulposo a saída mais comum é paramediana ao lig. Longitudinal posterior
Aspectos clínicos:
· Início com lombalgia, seguindo iiradiação para MMII
· Fatores desncadeantes são os mais variados
· Alívio com flexão do joelho e coxa, pois diminui o estiramento do n.
· Não tolera a mesma posição por períodos prolongados
· Tosse, espirro, evacuação
· Sinais e sintomas urinários – sd. Da cauda equina
· Ciatalgia pe altamente rel. a hérnia dical; 0,1% das hérnias não apresenta ciatalgia
· Lasègue ou teste de elevação com a perna estendida
· Hérnias de L4-5 e L5-S1 correspondem a 90-98% dos caos
· Em uma sperie de casos de 1395 casos, 4 foram L1-L2, 18 L2-L3, e 51 L3-L4
*hérnia torácicas são as mas graves
N. ciático rel. a essas raízes
· L4- quadríceps e tibial anterior: exteensão do joelho (com L2-L3) e dorsiflexão (com L5); reflexo do tendão patelar; sensório
Sempre lembrar de testar a força do quadriceps, reflexo patelar, aquileu, dorsiflexão do pé, etc
· L5 – extensão do hálux, abdução do quadril
· S1 – flexão plantar, extensão do quadril; reflexo do tendão do calcâneo, sensório
Não tem mais medula nessa região, só tem as raizes da cauda equina não incomoda as vezes a raiz do nível correspondente se não for forminal, ai acaba incomodando a raiz de baixo, que é o caso da maioria das hérnias paramedianas
RX apenas sugere perda de altura de espaço intervertebral; melhor com contraste mielografia
Extrusão discal
Padrão ouro RM nesse caso tem 2 hérnias
Hernia entre L4-L5
Hernia que não perdeu tanto altura discal migração inferior do fragmento
Síndrome da cauda equina:
· Disfunção de múltiplas rapizes lombares e sacrais
· Retenção urinária
· Incontinência urinária (transbordamento) e/ou fecal
· Anestesia em sela (tendência a paralisia permanente da bexiga)
· Fraqueza de mais de uma raiz
· Dor lombar e/ou ciática bilateral
· Ausência bilateral do reflexo de aquileu 
· Disfunção sexual
· Cx. O mais precoce posspivel
*Expulsão discal comprometimento de todas as raizes disfunção de múltiplas raízes
Massiva hernia discal, praticamente não tem mais canal
Trat. Clínico para todos os casos
Trat. Cx. Para cerca de 10% dos casos: falência do trat. Conservador, déficit motor ou sd. Da cauda equina
· Disectomia endoscópica nucleoplastia
· Quimionuecleólise
· Terapia térmica intradiscal
Complicações comuns:
· Infecção 
· Piora motora
· Durotomia acidental
· Recorrência da hérnia
*não se deve nem retirar todo o disco, pois as vezes ele não perdeu toda a sua função
Complicações incomuns:
· Lesão radicular
· Lesão de grandes vv.
· Lesão ureteral, intestinal ou tronco encefálico
· Cx. Em sítio errado
· Hematoma epidural – sd. Da cauda equina
· Lesões oculares
· Lesão de medula cervical
*pelo posicionamento do paciente na cx. lesão radicular e da coluna cervcial, ocular
9