A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
ANOTAÇÕES DOS EXERCÍCIOS DE PROCESSO DO TRABALHO - OAB 2019

Pré-visualização | Página 1 de 2

ANOTAÇÕES DOS EXERCÍCIOS DO LIVRO DO WANDER GARCIA
PROCESSO DO TRABALHO
1. As causas que serão executadas no juízo da falência tem preferência na tramitação. Já a União, Estados, municípios, empregador doméstico e empresa pública, não.
2. Segundo o TST/Súmula 368: A Justiça do Trabalho é competente para determinar o recolhimento das contribuições fiscais, já quanto à execução das contribuições previdenciárias, limita-se às sentenças condenatórias em pecúnia que proferir e aos valores, objeto de acordo homologado, que integrem o salário de contribuição. 
Para o STF, corroborando o entendimento acima, Súmula Vinculante 53. A competência da Justiça do Trabalho alcança a execução de ofício das contribuições previdenciárias relativas ao objeto da condenação constante das sentenças que proferir e acordos por ela homologados.
Assim sendo, somente títulos condenatórios podem ser executados em suas contribuições devidas e não os meramente declaratórios (reconhecimento de vínculo, retificação de CTPS, dentre outros pleitos meramente declaratórios sem qualquer condenação em pecúnia, como as hipóteses "a", "c", "d").
3. A análise de processos em que se discute contrato de complementação privada de aposentadoria é de competência da justiça comum, tendo em vista não existir vinculo de emprego, afastando a competência da justiça do trabalho. Dessa maneira, não cabe mais à Justiça do Trabalho tal avaliação, mas à Justiça Comum, já que o liame contratual entre o trabalhador e a entidade de previdência possui natureza cível e não contratual trabalhista.
4. A CF/88 iguala os empregados e os trabalhadores avulsos e como a justiça do trabalho tem competência para todas as demandas de relação de trabalho, a justiça do trabalho é competente, não importando que não tenha vínculo de emprego. 
A relação de trabalho "refere-se a todas as relações jurídicas caracterizadas por terem sua prestação essencial centrada em uma obrigação de fazer consubstanciada em labor humano.", em outras palavras, todo trabalho humano que não se caracteriza como relação de emprego é considerado relação de trabalho. Cite-se como exemplo de relação de trabalho o trabalhador autônomo, o estagiário, o trabalhador avulso, eventual etc.
Já a relação de emprego é inconfundível com a relação de trabalho do ponto de vista jurídico, pois aquela é apenas uma das modalidades desta. Isso porque a relação de emprego tem algumas peculiaridades.
5. Empregado que é contratado em um lugar para prestar serviços em outro, pode ajuízar ação no local da contratação ou da prestação de serviço.
6. A) Correta: trata-se do teor do artigo 114, III da CRFB: “Art. 114. Compete à Justiça do Trabalho processar e julgar: (...)III as ações sobre representação sindical, entre sindicatos, entre sindicatos e trabalhadores, e entre sindicatos e empregadores.”
b) Incorreta: de acordo com o artigo 114, VII da CRFB, a competência é da Justiça do Trabalho sim.
c) Incorreta: a competência, na forma da Súmula 363 do STJ, é da Justiça Comum (“Súm. 363. Competência - Processo e Julgamento - Ação de Cobrança - Profissional Liberal Contra Cliente. Compete à Justiça estadual processar e julgar a ação de cobrança ajuizada por profissional liberal contra cliente.”)
D. nesse caso a competência não é da Justiça do Trabalho, mas da Justiça Comum Estadual, na forma do artigo 109, I, parte final e §3 da CRFB. A competência no caso de acidente do trabalho somente será da Justiça do Trabalho quando a demanda for em face do empregador, conforme artigo 114, VI da CRFB.
7. ações de reparação de dano movidas em face do empregador, a competência é da justiça do trabalho, por ser ação decorrentes de relação de trabalho
8. representação sindical = justiça do trabalho
9. a. a regra da perpetuatio jurisdiciones não se aplica a competencia materiale funcional e, independente da fase processual, em se tratando de competência material, os autos devem ser submetidos a justiça do trabalho
10. é de competência da justiça do trabalho a ação de reparação de danos/de indenização por dano moral ou patrimonial, decorrentes da relação de trabalho.
11. é competente a justiça do trabalho julgar as ações oriundas da relação de trabalho, abrangidos os entes de direito púb externo e da administração púb direta e indireta
OBS: APENAS OS EMPREGADOS CLTISTAS – empregados públicos - PODERÃO INTENTAR AÇÃO NA JUSTIÇA DO TRABALHO; servidores ou estatutários não podem
12. B
13. acidente do trabalho: A) AÇÃO PROPOSTA CONTRA O INSS: competência da justiça comum; B) AÇÃO PROPOSTA CONTRA EMPREGADOR: comp. Just do trabalho
OBS: A INSTITUIÇÃO PREVIDENCIÁRIA NÃO PODE FIGURAR NO POLO PASSIVO DA AÇÃO NA JUSTIÇA DO TRABALHO.
14. Presume-se recebida a notificação 48horas depois de sua postagem, sendo o não recebimento ônus de prova do destinatário. Sendo uma presunção relativa.
15. recebida a intimação no sabádo considera-se como tivesse sido feita na segunda, se dando o início do prazo nesse dia e o início da contagem no próximo dia útil. 
OBS: PRAZOS PROCESSUAIS SÃO CONTADOS EM DIAS ÚTEIS, COM EXCLUSÃO DO DIA DO COMEÇO E INCLUSÃO DO DIA DO VENCIMENTO.
16. ausência da parte ré à aud = revelia + confissão 
17. a. acordo = custas rateadas (salvo beneficiário da just gratuita); PJ faz jus ao beneficio da just gratuita, desde que comprovada a impossibilidade de arcar com os encargos processuais
18. incompetência de foro = incompetência material
19. a. a sentença deverá conter o nome das partes, o resumo do pedido e da defesa, a apreciação das provas, os fundamentos da decisão e a respectiva conclusão (ART 832 CAPUT CLT). 
b.a decisão mencionará sempre as custas que devam ser pagas pela parte vencida (ART 832 §2º CLT)
c. o juiz pode, de oficio, proceder a correção de erros evidentes, antes de iniciada a execução (ART 833 CLT)
d. a União deverá ser intimada das dec homologatórias de acordos que contenham parcela indenizatória; pessoalmente mediante a entrega dos autos com vista, sendo facultada interposição de recurso relativos aos tributos que lhe forem devidos (ART 832 §4º CLT; ART 20 LEI 11033/04)
20. A. os atos processuais não são realizados no horário de expediente forense normal, e sim entre 6h – 20h (ART 770 CLT)
C. os docs só podem ser desentranhados dos autos depois de encerrado o proc (ART 780 CLT)
21. A. autarquias, uniao, estados, municipios, territórios federais, DF e as respectivas fundações que não explorem ativ econômica = são isentos do pagamento de custas
B. sociedades sindicais = PJ = tem direito à isenção se demonstrar o estado de dificuldade financeira
C/D. empresas pub e soci de economia mista não gozam do privilégio da isenção das custas
22. o depósito prévio dos honorários do perito do CPC não é aplicável no processo do trab
23. é inválido substabelecimento de adv investido em mandado tácito, ou seja, constituído na própria ata de aud a req do adv e anuência da parte
24. não é permitido o uso do jus postulandi nos recursos de competência do TST – ex: recurso de revista, ação cautelar,mandado de segurança e ação rescisória
25. x
26. preposto deve ter conhecimento dos fatos e não precisa ser empregado da reclamada
27. x
28. A. configura-se a irregularidade de representação caso o substabelecimento seja anterior à outorga passada ao substabelecido
C.  Válido é o instrumento de mandato com prazo determinado que contém cláusula estabelecendo a prevalência dos poderes para atuar até o final da demanda (SUM 395, I, TST), pois, o mandato pode ter prazo determinado, mas esse prazo não precisa ter uma data certa e definida para acabar. O seu tempo pode ser uma situação como o fim do processo. 
29. os sindicatos atuam na forma de substituição processual com ampla legitimidade ativa ad causam; possuem legitimidade processual para atuar na defesa de todos e quaisquer direitos subjetivos individuais e coletivos dos integrantes da categoria representada.
Os sindicatos não são representantes processuais, atuam como substitutos processuais, ou seja, pleiteiam em nome próprio, interesses alheios, não atuando, portanto, na forma de representação