A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Atividade Individual 02 Métodos Quantitativos Aplicados a Corporate Finance

Pré-visualização | Página 1 de 1

Atividade individual
	
	Matriz de análise de viabilidade
	Disciplina:
	Módulo:
	Aluno: 
	Turma:
	Tarefa:
	INTRODUÇÃO
Apresente as suas considerações iniciais sobre o caso estudado.
	
A Rolguind Ltda. atua há vários anos na fabricação de roldanas especiais para guindastes e está desenvolvendo o planejamento orçamentário para os próximos anos.
A Tecsol Ltda, especialista no fornecimento e na instalação de equipamentos para a geração de energia solar, visitou a Rolguind Ltda e ofereceu os seus produtos alegando uma economia no consumo de energia solar
Este trabalho tem como objetivo analisar estrategicamente o consumo de energia já considerando o aumento de faturamento para os próximos cinco anos, a fim de verificar também a viabilidade de uma expansão na produção esperada.
	Cálculo e interpretação do coeficiente de correlação entre o faturamento e o consumo médio de energia por mês
	
Entre duas variáveis contínuas ou independentes podemos medir por um teste estatísco chamado de coeficiente de correlação. Segundo Assaf Neto (2016, p. 259), “o conceito de correlação visa explicar o grau de relacionamento verificado no comportamento de duas ou mais variáveis. Quando se trata unicamente de duas variáveis, tem-se a correlação simples”. Essa correlação varia entre +1 correlação positivamente e -1 correlação negativamente, sendo que 0 (zero) é correlação inexistente. 
No caso estudado o coeficiente de correlação foi de 0,99821 positivamente, quer dizer que quanto maior o faturamento maior o consumo de energia. 
	Cálculo da equação da reta de regressão linear entre o faturamento e o consumo médio de energia por mês
	
Consumo médio = 0,001715631*faturamento - 66,96104568
Elaborado pelo autor
	Projeção do consumo médio de energia por mês para os próximos cinco anos
	
Elaborado pelo autor
	Fluxo de caixa projetado para os cinco anos de vida útil do projeto
Considere o orçamento originalmente apresentado pela Tecsol Ltda.
	Fluxo de caixa projetado do pagamento à vista, segue:
Elaborado pelo autor
Fluxo de caixa projetado do pagamento parcelado, segue:
Elaborado pelo autor
	Fluxo de caixa projetado para os cinco anos de vida útil do projeto, considerando a aquisição de mais conjuntos de placas solares de 500 kWh/mês
	Considerando uma placa a mais de 500kWh/mês do orçamento originalmente apresentado pela Tecsol Ltda. segue o fluxo de caixa projetado do pagamento à vista:
Elaborado pelo autor
Fluxo de caixa projetado do pagamento parcelado, segue:
Elaborado pelo autor
	Cálculo e interpretação dos indicadores de viabilidade
Calcule todos os indicadores solicitados para cada um dos fluxos de caixa projetados.
	
Elaborado pelo autor
1. Valor presente líquido (VPL)
É uma técnica de analise de fluxo de caixa que consiste em calcular o valor presente de uma série de pagamentos ou recebimentos.
Portanto, o VPL irá calcular o valor presente equivalente de todos os fluxos de caixa futuros de um projeto, mediante a aplicação de uma taxa de desconto que expressa a rentabilidade exigida pelo investidor, e subtrair desse montante o valor total dos investimentos necessários para a sua implementação.
2. Taxa interna de retorno (TIR)
É a taxa de juros que iguala um determinado período de tempo o valor presente das entradas que são os recebimentos com os das saídas que são os pagamentos.
3. Payback descontado (PD)
É o tempo que a empresa demora para recuperar o capital investido 
4. Índice de lucratividade (IL)
Indica quanto de retorno o projeto é capaz de gerar para cada capital investido.
	CONCLUSÃO 
Finalize o seu texto destacando os principais pontos da sua reflexão sobre o caso.
	
Portanto, a estratégia de investimendo da empresa é que o retorno investido deve ser devidamente remunerado pelo custo de oportunidade em, no máximo, 48 meses, isso é o PD (Payback Descontado) de 47,51 (meses) calculado e demostrado no fluxo de caixa, levando em conta o IL (índice de lucratividade) de 66,35% é o maior entre todos os cenários. 
Analisando todos os cálculos e tabelas elaboradas sobre o caso apresentado, pode-se observar que no cenário do orçamento da aquisição de 6 placas e a instalação da microusina de geração de energia solar da Tecsol Ltda. é a melhor opção a para a Rolguind Ltda. com o pagamento parcelado.
Referências bibliográficas
ASSAF NETO, A. Finanças corporativas e valor. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2016.
FEUSER, Carlos Eduardo Prado. Métodos quantitativos aplicados a corporate finance. FGV.
Faturamento X Consumo Médio de Energia Mensal
Faturamento	1000000	999600	1050179.76	1092607.02	1092169.98	1158573.9099999999	1205380.3	1266372.54	1317533.9900000002	1411078.9100000001	1468086.5000000002	1512422.7100000002	1604378.0100000002	1636465.5700000003	1619119.0300000003	1618471.3900000001	1700366.0400000003	1647654.6900000002	1646995.6300000001	1713534.2500000002	Consumo Médio de Energia Mensal	1650	1649.3333333333333	1732.8333333333333	1802.8333333333333	1820.25	1892.3333333333333	1968.75	2131.75	2239.8333333333335	2351.8333333333335	2422.3333333333335	2571.0833333333335	2700.6666666666665	2754.75	2671.5833333333335	2670.5	2862.25	2746.0833333333335	2799.9166666666665	2855.9166666666665	
	
	1
	4 
	
	
	
	3