A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Conflitos sociais e uso de recursos naturais em Moçambique FINAL

Pré-visualização | Página 1 de 2

Jaime Zacarias
Laila Maria de Lurdes Langa
Planeamento e Ordenamento Territorial
Conflitos sociais e uso de recursos naturais em Moçambique
UNIMAPUTO
Maputo,
Junho, 2021
		 
Jaime Zacarias
Laila Maria de Lurdes Langa
Conflitos sociais e uso de recursos naturais em Moçambique
	Trabalho sobre Conflitos sociais e uso de recursos naturais em Moçambique a ser apresentado para efeitos de avaliação de na cadeira de AIRNOT.
 
Docente:
Prof. Doutor Lucio Nhanombe
 Planeamento e Ordenamento Territorial
UNIMAPUTO
Junho, 2021
Índice
Introdução	3
Objectivos	3
Metodologia	3
Conflito social	4
Recursos Naturais	4
Conflito social e uso dos recursos naturais	4
Conflito social e uso dos recursos naturais em Moçambique	5
Causas dos Conflitos e uso de recursos naturais	5
Processo de esgotamento dos recursos naturais	7
Consequências dos conflitos e uso de recursos naturais	8
Alguns métodos de Mitigação dos conflitos sócias	8
Conclusão	9
Referência bibliográfica	10
Introdução 
Conflitos sociais e o uso dos recursos naturais em Moçambique é o tema proposto na disciplina de avaliação integrada dos recursos naturais em ordenamento territorial.
O manejo dos recursos, as técnicas e as políticas implementadas na exploração dos mesmos têm gerado conflitos na sociedade moçambicana, o despeito dessas descobertas, o paradoxo da pobreza reforça o potencial de conflitos sociais.
Neste trabalho pretende-se mostrar perspectivas de desenvolvimento democrático do país assentes no uso dos recursos naturais e analisar os desafios e soluções para os conflitos sociais.
Objectivos 
Geral 
· Aborda sobre a questão dos conflitos sociais e o uso dos recursos naturais em Moçambique no seu todo.
Específicos 
· Definir Conflito social e Recursos Naturais
· Conflito social e uso dos recursos naturais 
· Mencionar As Causas dos Conflitos e uso de recursos naturais 
· Compreender sobre o Processo de esgotamento dos recursos naturais
· Explicar as Consequências dos conflitos e uso de recursos naturais
· Estabelecer alguns métodos de Mitigação dos conflitos sócias
· Descrever os conflitos sociais e o uso dos recursos naturais em Moçambique.
· Caracterizar os conflitos sociais e o uso dos recursos naturais em Moçambique
Metodologia
Para a realização do presente trabalho recorreu-se a revisão de literatura de livros e artigos na internet. A análise de documentos serve para complementar a informação que é obtida por outras técnicas, e proporcionam informações sobre ocorrências passadas (Bell, 1993).
Conflito social
Conflito social - significa falar de circunstâncias que podem envolver ou não violência física e que podem ser ou não reguladas por normas acordadas entre as partes em competição.
Por Vayrynen (1991), Os conflitos são distúrbios na ordem de sistemas sociais que solicitam esforços para o desenvolvimento de estratégias para neutralizálos ou mitigá-los; sendo considerados uma contingência negativa em um sistema equilibrado, as análises e conseqüentes intervenções levam em consideração o grau de desvio a partir de algum estado original considerado ótimo.
Recursos Naturais
São considerados recursos naturais tudo aquilo que é necessário ao homem e que se encontra na natureza, dentre os quais podemos citar: o solo, a água, o oxigênio, a energia oriunda do Sol, as florestas, os animais, dentre outros.
CASTELO BRANCO (2010), Recursos naturais são elementos da natureza com utilidade para o Homem, com o objectivo do desenvolvimento da civilização, sobrevivência e conforto da sociedade em geral. Podem ser renováveis, como a energia do Sol e do vento. Já a água, o solo e as árvores, são já consideradas limitados. E ainda não renováveis, como os recursos energéticos fósseis, como o petróleo e o gás natural.
Conflito social e uso dos recursos naturais 
Os conflitos em seu amplo sentido não são inerentes à sociedade atual; eles remontam a própria existência humana, desde a sociedade mais primitiva até a mais atual. Os conflitos expandiram-se paulatinamente e com eles seus mecanismos de resolução, ainda que ambos se desenvolveram de maneira bastante fragilizada e, em muitos casos, utilizando-se da força.
De acordo com Nascimento (2001), os mecanismos de resolução dos conflitos surgem com o desenvolvimento das leis, dos tribunais com seus juízes ou, até mesmo, em espaços de enfrentamento institucional de conflitos entre membros de uma mesma comunidade.
De acordo com BROWN et al. (2002), conflito é uma discórdia causada por uma oposição de valores ou necessidades, advindo de falta de informação, de incompatibilidade de valores e crenças de ordem religiosa ou cultural, de relações interpessoais (normalmente ocorrem quando há concorrência por posições), e de interesses e necessidades.
Os recursos não são catalisadores de conflitos sociais porque, à luz da Constituição do país, a estrutura do poder legislativo bicameral é inclusiva, composta por Assembleia dos chefes (abrange os chefes tribais, subchefes e membros associados com a tarefa de assessorar o governo nos assuntos de interesses das comunidades locais e pela Assembleia Nacional que representa o povo. 
O uso do recurso natural pode causar conflitos na medida em que afecta outros usuários habilitados a usá-los. Mas, entendendo quem são os actores sociais e quais são seus interesses é possível explorar seus conflitos. Para tanto, primeiramente deve ser reconhecido o tipo de conflito existente na área para, em seguida, o debate centralizar-se nas necessidades e interesses de todos os grupos engajados.
Conflito social e uso dos recursos naturais em Moçambique
Moçambique tem sido um espaço geográfico que é bem visível quanto essa questão de conflitos sociais quanto o aspecto de uso dos recursos naturais no pais, e os mesmos conflitos existentes nas zonas de exploração de areias pesadas, concretamente em Morrua e Topuito em Nampula, exploradas pelas mineradoras chinesa Haiyu Mozambique Mining Company, Irlandesa Kenmare Resources plc, e o mais recente caso de Cabo Delgado, estão associados à degradação do meio ambiente, conflicto de terra e a consequente reprodução da pobreza e descoberta de uma fonte de gás natural.
A sociedade civil moçambicana defende transparência, políticas inclusivas e a redução da vulnerabilidade das comunidades para prevenir conflitos em zonas de exploração de minérios e outros recursos naturais.
O mais recente Caso cabo delgado 
Ataques de insurgentes aterrorizam a província de Cabo Delgado há mais de dois anos, tudo indica um interesse não declarado na instabilidade da região; rica em recursos minerais.
Causas dos Conflitos e uso de recursos naturais 
O abuso e destruição dos recursos naturais do nosso planeta pela mão do homem podem contribuir a curto prazo para o esgotamento dos recursos não renováveis da Terra. 
Os conflitos não ocorrem apenas entre comunidades, empresas e governos. Eles também ocorrem dentro deles. As pessoas das comunidades locais não são todas iguais. Grupos e indivíduos se diferenciam quanto ao gênero, classe, casta, clã ou tribo, educação, idade e religião. As pessoas podem usar os recursos e depender deles de várias maneiras. Cada grupo ou indivíduo tem diferentes níveis ou tipos de poder no que diz respeito ao acesso e controle dos recursos – alguns podem ter muito pouco poder. 
As empresas sofrem pressões dos competidores e acionistas. Elas precisam equilibrar a capacidade de obterem lucros a curto prazo com a importância de desenvolverem recursos sustentáveis a longo prazo. 
As principais causas de conflito são:
Comunicação deficiente
Ineficácia da comunicação é uma das principais causas de conflito no local de trabalho. Pode ser resultado de diferenças nos estilos ou de uma falha de comunicação. Por exemplo, você transfere a tarefa que um liderado está executando para outro colaborador, mas não comunica essa transferência para quem há executava.
Além disso, a comunicação

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.