ED Sistema Respiratório 2-2012
2 pág.

ED Sistema Respiratório 2-2012


DisciplinaSistemas Orgânicos Integrados I503 materiais369 seguidores
Pré-visualização1 página
MEDICINA \u2013 M2 
 2/2012 
 Profa Carmem Adilia 
 
 
Estudo Dirigido / Estudo de Caso 
 
Fisiologia \u2013 Sistema Respiratório: Espirometria e Troca Gasosa 
 
1. Um homem que tem um volume corrente de 550 mL está respirando na freqüência de 
14 respirações/min. 
a) Qual é a sua ventilação por minuto? 
b) Qual é a sua taxa de ventilação alveolar, considerando o espaço morto fisiológico igual 
a 140 mL? 
c) Qual percentual de seu volume corrente atinge os alvéolos funcionais? E qual 
percentual, de cada volume corrente, é espaço morto fisiológico? 
 
2. Se o volume corrente for de 500 mL, o volume de reserva inspiratório for de 3 L, e a 
capacidade vital for de 5 L, qual será o volume de reserva expiratório? 
 
3. Conceitue espaço morto fisiológico. 
 
4. É considerado tratamento padrão a reposição de surfactante pulmonar para bebês 
prematuros, principalmente, quando estão com menos de 26 semanas. Por quê? 
E quais as conseqüências para um prematuro caso não seja realizado este tratamento 
padrão? 
 
5. Uma mulher de 27 anos de idade apresenta-se em seu consultório com o diagnóstico 
de tuberculose. Quais as alterações que poderão aparecer nos testes da função 
pulmonar? 
 
6. Descrição de caso: Um homem de 65 anos de idade fumou 2 maços de cigarros por dia 
por mais de 40 anos. Ele tem longo histórico de produção de escarro matinal, tosse e 
respiração progressivamente mais curta (dispnéia) durante o exercício. Durante a última 
década, no outono e no inverno, ele teve crises respiratórias caracterizadas por dispnéias 
e chiados, que gradualmente pioraram com o passar dos anos. Na admissão ao hospital, 
ele está com falta de ar e cianótico. Seu tórax tem forma de barril. Sua freqüência 
respiratória é de 25 respirações/min, e seu volume corrente é de 400 mL. Sua capacidade 
vital forçada é de 80% da de um homem com sua idade e tamanho, e o volume de 
expiração forçada em 1 segundo é 50% do normal. Baseando-se nestes índices 
respiratórios: 
a) Qual a sua opinião sobre a doença pulmonar apresentada por este paciente? Justifique 
a sua resposta. 
b) A capacidade pulmonar total, a capacidade residual funcional e o volume residual 
estarão, provavelmente, aumentados ou diminuídos? 
c) Este paciente pode possuir algum distúrbio cardíaco? Se sim, qual a provável disfunção 
cardíaca? 
d) Deve-se ordenar ao paciente que este pare imediatamente de fumar e faz-se 
necessário a administração de antibiótico. Por quê? 
 
7. Comente sobre a importância da substituição do ar alveolar. 
 
8. Comente sobre os fatores que interferem na troca gasosa pulmonar. 
 
9. Explique porque, inicialmente, no quadro de enfisema pulmonar a relação V/Q se 
aproxima de zero. Mas com a cronicidade, esta relação ultrapassa os padrões de 
normalidade. 
 
10. Comente sobre as diferenças de V/Q numa pessoa em posição ereta.