A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
atividade Historia

Pré-visualização | Página 1 de 2

ATIVIDADE 2 - LPED - METODOLOGIA DO ENSINO DE HISTÓRIA - 53/2021
QUESTÃO 1
· 
No ano de 1996 aconteceu uma conferência em que o historiador francês François Hartog proferiu a divisão da História em três modos de compreendê-la, assim como o entendimento do papel do historiador. Sobre tais aspectos, leia as afirmativas que seguem:
 
I. No terceiro modelo o futuro tornou-se mais importante que o presente.
II. O primeiro modelo se propunha a escrever sobre o passado, sem pensar no futuro.
III. O modo clássico ficou conhecido como o primeiro modo ou modelo de abordagem da história.
IV. A história estaria dividida em: a história voltada para o passado, a história teológica voltada para o futuro, e por fim, a história do presente.​
É correto o que se afirma em:
​
Parte superior do formulário
Alternativa 3:
III e IV, apenas.
QUESTÃO 2
· 
Dentre os processos avaliativos para o ensino de História da Escola Municipal Getúlio Vargas, uma das formas concebidas é a avaliação formativa. Sobre esse tipo de avaliação, considere as asserções a seguir.
 
I. Uma das mais importantes características da avaliação formativa é a capacidade em gerar informações úteis sobre etapas vencidas e dificuldades encontradas durante o processo de ensino e aprendizagem.
Porque
II. As informações que essa avaliação revela permitem o planejamento, o ajuste, o redirecionamento das práticas pedagógicas no intuito de aprimorar as aprendizagens dos alunos. Ou seja, seus resultados servem para apoiar, compreender, reforçar, facilitar, harmonizar as competências e aprendizagens dos alunos.
 
Acerca dessas asserções, assinale a opção correta.
Parte superior do formulário
Alternativas
Alternativa 1:
As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
QUESTÃO 3
· 
Sabemos que o tempo é como um dado real da natureza, isto é um aspecto físico do universo, uma dimensão na qual os seres existem. Assim, analise as afirmações a seguir:
I. Medir o tempo é algo tão abstrato que não pode ser visto.
II. A existência do tempo independe da existência do homem.
​III. O tempo é limitado, ou seja, ele tem começo, meio e fim e quase nunca o sentimos devido à vida corriqueira da atualidade.
IV. Em todos os momentos de nossas vidas atravessamos o tempo, isso se refere ao tempo como se este tivesse uma forma na qual fosse objetiva da existência.
É correto o que se afirma em:
Parte superior do formulário
Alternativa 4:
I, II e IV, apenas.
QUESTÃO 4
· 
Diferentemente da concepção dada pelos povos primitivos e da Antiguidade, na qual o tempo era visto como uma questão cíclica, na atualidade o tempo é, na maioria das vezes, tomado dentro de uma sucessão de fatos que não se repetem, isso porque é a maneira mais concreta de compreendê-lo. Estamos falando do tempo:
Parte superior do formulário
Alternativas
Alternativa 3:
Cronológico.
QUESTÃO 5
· 
Considere o excerto a seguir:
 
De acordo com Schmidt (2002), o professor de História pode ensinar o aluno a adquirir as ferramentas de trabalho necessárias; o saber-fazer bem, lançar os germes do histórico. Ele é responsável por ensinar o aluno a captar e a valorizar a diversidade dos pontos de vista. Ao professor cabe ensinar o aluno a levantar problemas e reintegrá-los num conjunto mais vasto de outros problemas, procurando transformar, em cada aula de história temas em problemática.
​                             SCHMIDT, Maria Auxiliadora. A formação do professor de história e o cotidiano da sala de aula. In: BITTENCOURT, Circe (org.). O saber histórico na sala de aula. 7ª ed. São Paulo: Contexto, 2002.
A partir de sua análise podemos afirmar que:
 
I. O professor desprende-se do seu eu, legando ao aluno o lugar de fala, respeitando-o enquanto sujeito histórico e promovendo a interação no processo de ensino.
II. O conhecimento é poder e os discursos históricos são dotados de intencionalidade, logo devemos levar essa noção crítica também aos alunos, dando-lhes a capacidade de opinar.
III. O professor historiador deve analisar e usar teorias como ferramentas, avaliá-las com a mesma precisão que o historiador busca em suas fontes, utilizar de múltiplos dispositivos para tornar a história atrativa e não distante do cotidiano do aluno.
 
É correto o que se lê em:
​
Parte superior do formulário
Alternativa 5:
I, II e III.
QUESTÃO 6
· 
Ouvir uma canção mexe com os nossos sentimentos, com nossa história, com nossas preferências, no entanto, quando vamos utilizar a canção como fonte para o estudo ou o ensino de História, todos os nossos sentimentos, preferências, enfim, devem ser deixadas de lado, em nome da Ciência. Sendo assim, quanto à utilização da música como documento para o ensino de História, é correto o que se afirma em:
Parte superior do formulário
Alternativa 5:
Fazer uso da música como mera ilustração do conteúdo pode ser algo ultrapassado, pois não promove o pensamento crítico do aluno, nem o leva a se interrogar sobre sua historicidade, já que o mesmo está condicionado a olhar as canções como alegorias ilustrativas e até mesmo desprezá-las, pois o mesmo não sabe "pensar a canção" e sim escutá-la e, na maioria das vezes, desvinculada de seu período histórico.
QUESTÃO 7
· 
Sobre a noção de tempo e a aprendizagem desse conteúdo pelos alunos, é importante que o professor atente-se em abordá-lo em sua amplitude. Nesse sentido, analise as afirmações a seguir:
 
I – A noção de tempo é tão antiga quanto a própria história da humanidade.
II – Assim como na antiguidade, na modernidade o tempo, é visto como cíclico e não linear.
III – O tempo cíclico é o tempo cronológico, no qual se tem a sucessão de fatos que não se repetem.
IV – O tempo histórico é também conhecido como cultural, pois é fruto das relações do homem em seu cotidiano.
 
Alternativa 2:
I e IV, apenas.
QUESTÃO 8
· 
Trabalhar os conteúdos de história, assim como das demais disciplinas, exige do professor a reflexão sobre alguns aspectos específicos de seu trabalho. Dentre esses aspectos, analise as afirmativas abaixo e considere V para verdadeiro e F para falso:
I. No planejamento, os objetivos devem ser bem elaborados e condizentes com o conteúdo e a realidade da turma.
II. O trabalho com jogos e com a ludicidade, por ser mais dinâmico e livre, não necessita da orientação do professor.
III. No planejamento, considerar o momento da problematização do conteúdo com a turma para compreender os saberes prévios dos alunos é fundamental.
IV. Os conteúdos, assim como a metodologia, devem constar no planejamento, no entanto, não há necessidade de contemplar práticas lúdicas com os alunos.
As afirmações I, II, III e IV são, respectivamente:
​
Parte superior do formulário
Alternativa 2:
V,F,V,F.
QUESTÃO 9
· 
A construção de uma memória social exclusivamente nacional está cedendo espaço a uma memória que fale da identidade humana, que considera a simetria entre as culturas, buscando erradicar os preconceitos que fortalecem os inimigos da democracia. Sobre o assunto, analise as asserções a seguir:
I. Podemos afirmar que esse fato se deve em boa parte as novas metodologias incluídas no processo de produção do conhecimento histórico, iniciada pelo positivismo a partir da década de 1970.
PORQUE
II. Uma História social amplamente discutida e debatida em sala de aula torna-se essencial ferramenta para o progresso de uma nação, fundamentada na tolerância e acima de tudo, nos conceitos democráticos.
 
Acerca dessas asserções, assinale a alternativa correta.
Parte superior do formulário
Alternativa 4:
A asserção I é uma proposição falsa e a II é uma proposição verdadeira.
QUESTÃO 10
· 
O professor Matheus, ao introduzir, em sua aula de História para o 5º ano do Ensino Fundamental, a cultura indígena, levantou alguns pontos a serem considerados.
I. Os indígenas parecem semelhantes, mas existem muitas diferenças entre eles.
II. Todos os aspectos da cultura indígena podem variar bastante entre os povos ou, até mesmo, dentro de uma mesma comunidade ao longo do tempo.
III. A língua, a forma de organização