CCJ0006-WL-AMMA-03-A Pessoa Natural– Parte II
17 pág.

CCJ0006-WL-AMMA-03-A Pessoa Natural– Parte II

Disciplina:Direito Civil I5.999 materiais252.429 seguidores
Pré-visualização1 página
DIREITO CIVIL I
SEMANA 2 AULA 3
A PESSOA NATURAL
CAPACIDADE CIVIL
SEMANA 2 AULA 3
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
1 A PESSOA NATURAL
1.1 Pessoas reconhecidas pela ordem
 jurídica: naturais e jurídicas.
1.2 A personalidade jurídica: modos de
 aquisição e perda.
1.2.1 Docimasia hidrostática de Galeno
1.3 Natureza jurídica do nascituro.
1.3.1 Teorias sobre a natureza jurídica do
 embrião.
SEMANA 2 AULA 3
2. CAPACIDADE CIVIL
2.1 Conceito e distinções.
2.2 Capacidade de direito ou gozo e
 capacidade de fato ou de exercício da
 pessoa física.
2.3 A incapacidade e o impedimento.
2.4 Hipóteses legais de incapacidade
 civil: absoluta e relativa.
2.5Suprimentoecessaçãoda
 incapacidade civil.
2.5.1 Tutela e curatela
2.6 Capacidade negocial e Capacidade
 especial
2.7 Assistencia e representação
2.8 Estado civil
SEMANA 2 AULA 3
NOSSOS OBJETIVOS
• Discorrer sobre as diversas concepções acerca das
 diversas pessoas no âmbito das relações jurídicas
• Introduzir o entendimento do conceito, modos de
 aquisição e perda da personalidade jurídica ou civil.
• Apresentar a questão conflituosa a respeito da
 natureza jurídica do nascituro.
• Prover ao aluno os conhecimentos relativos à noção
 de capacidade civil das pessoas naturais.
• Discorrer sobre as diversas limitações à capacidade
 jurídica plena: incapacidade absoluta, relativa.
SEMANA 2 AULA 3
PESSOA NATURAL
É o próprio homem, isto é, o ser
humanoindividualmente
considerado como sujeito de
direitos e obrigações. Vale
salientar, que as expressões
pessoa física e pessoa natural
são sinônimas, apenas com a
ressalva que esta (pessoa
natural) foi a locução adotada
pelo Código Civil brasileiro,
enquanto que aquela (pessoa
física)foiadotadapelas
legislações tributárias
SEMANA 2 AULA 3
PERSONALIDADE CIVIL OU JURÍDICA
É a capacidade que as pessoas
têm de serem titulares de
direitos e obrigações.
Personalidade não é um
atributo natural, isto é, não está
necessariamente vinculado ao
ser humano. Se assim fosse, a
pessoa jurídica não teria
personalidade.
Por isso se diz que a personalidade é um atributo jurídico.
SEMANA 2 AULA 3
INÍCIO DA PERSONALIDADE JURÍDICA
O art. 2º do Código Civil diz:
“A personalidade civil da
pessoacomeçado
nascimento com vida; mas a
lei põe a salvo, desde a
concepção, os direitos do
nascituro”.
SEMANA 2 AULA 3
NATUREZA JURÍDICA DO NASCITURO
 O art. 2º, parte final, salienta
que a lei põe a salvo desde a
concepção os direitos do
nascituro - aquele já concebido,
cujo nascimento já se espera
como fato futuro.
Não se trata de uma exceção à
regra de que a personalidade
só começa com o nascimento
com vida.
SEMANA 2 AULA 3
O objetivo do Código é o de resguardar
preventivamente os eventuais direitos
que possam ser adquiridos, caso o
nascituro nasça com vida.
Entretanto, se não ocorrer o nascimento
com vida, torna-se inoperante a ressalva
contida no Código Civil.
Portanto, o NASCITURO não é pessoa natural, tem
 apenas uma proteção jurídica.
SEMANA 2 AULA 3
TEORIAS SOBRE O INÍCIO
DA PERSONALIDADE
JURÍDICA
CONCEPCIONISTA
Desde a concepção
NATALISTA
Desde o nascimento
 com vida
SEMANA 2 AULA 3
Uma implicação Importante:
E se o bebê morrer pouco após o nascimento ?
Neste caso, a criança fará juz a sucessão e, logo
 em seguida, também será autora de herança.
 Situação diferente da que ocorreria se a morte
 fosse intra-uterina .
SEMANA 2 AULA 3
Docimasia pulmonar hidrostática de Galeno
No âmbito jurídico este exame é relevante porque contribui
para a determinação do momento da morte, pois se o feto vem
à luz viva ou morto, as conseqüências jurídicas serão
diferentes em cada caso.
Exemplo:
Se um homem, ao morrer, deixa a mulher grávida e a criança
vêm à luz morta, o patrimônio do homem transmitir-se-á aos
herdeiros deste, que poderão ser seus genitores, além da
esposa.
Se, por outro lado, a criança nascer viva e morrer logo após o
nascimento, o patrimônio do pai passará também ao bebê e se
transmitirá a sua herdeira, no caso, a mãe da criança morta.
SEMANA 2 AULA 3
Testando seus conhecimentos
As irmãs ROSA, VIOLETA e MARGARIDA,
respectivamente, com 18, 16 e 14 anos de
idade, moram na encantadora cidade de
Aracaju, capital do estado de Sergipe e
estudam bem pertinho de casa, no Colegio
Estadual Prof Hamilton Alves Rocha, que fica
na Av. Marginal Alves Rocha, no Centro.
Vendo aproximar-se o mês de maio e
pretendendo recursos para o presente de sua
mãe, dona DÁLIA, aceitam a sugestão da
irmã mais velha e todas vendem para a Oficina
do Alciclei suas bicicletas. Como podem ser
classificados os negócios realizados
jurídicos por cada uma das irmãs, tendo por
base a capacidade jurídica de cada uma
delas ? Justifique.
 SEMANA 2 AULA 3
 José e Maria, durante sua relação, afetiva tiveram um filho,
Davi, hoje com seis anos de idade. Com o recente fim do
relacionamento, Maria procura um advogado para que este
ajuíze ação de alimentos em face de José com o escopo de
obter pensão alimentícia somente para seu filho David, já que
ela possui meios próprios de subsistência. O advogado, então,
inicia sua petição da seguinte forma:
 “Davi da Silva, relativamente incapaz, assistido por sua mãe
Maria da Silva, domiciliado na Rua da Paz, s/n°, vem, por seu
advogado ao final subscrito, propor a presente ação de
alimentos em face de José da Silva, domiciliado na Rua da
Paz, s/n° pelos fatos e fundamentos que a seguir expõe (...)”.
 Após a distribuição (ato de dar entrada) da referida petição
inicial, para começar o processo judicial, determina o juiz da
vara de família que seja emendada (corrigida) essa petição
inicial.
SEMANA 2 AULA 3
Responda às questões seguintes, JUSTIFICANDO suas
respostas.
a)Davi da Silva é incapaz? Em caso positivo, qual a
espécie de incapacidade o atinge?
b) O juiz determinou que a petição inicial do advogado fosse
emendada, ou seja, corrigida. Que erro cometeu o
advogado? Faça a correção necessária.
c) O instituto da incapacidade tem por finalidade punir o
incapaz por sua falta de discernimento e pelos prejuízos que
pode causar à sociedade em razão dela? Em caso negativo,
qual seria então o escopo do instituto?
SEMANA 2 AULA 3
QUESTÃO OBJETIVA
Esta questão contém duas afirmações. Assinale o item
CORRETO.
I - Ao nascer com vida, adquire-se capacidade de fato
PORQUE
II - A capacidade de direito somente se adquire com a
ocorrência das hipóteses do art. 5º CC, ou seja, quando se
pode exercer plenamente o direito.
(A) se as duas são verdadeiras e a segunda justifica a primeira.
(B) se as duas são verdadeiras e a segunda não justifica a
primeira.
(C) se a primeira é falsa e a segunda é verdadeira.
(D) se a primeira é verdadeira e a segunda é falsa
(E) se as duas são falsas.
SEMANA 2 AULA 3