A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
ANTROPOLOGIA EXERCICIO 2

Pré-visualização | Página 1 de 2

1. O antropólogo francês Claude Lévi-Strauss foi um dos promotores do estruturalismo, 
metodologia que considera o conjunto das relações sociais como estrutura que dão significado 
aos fenômenos culturais. Para elaborar suas teorias, Lévi-Strauss tomou como base vários 
trabalhos etnográficos, isto é, trabalhos de observação e descrição do modo de vida em 
determinado contexto social, feitos por ele e por outros pesquisadores”. 
Fonte: DE ARAÚJO, S. M., BRIDI, M.A., MOTIM, B. L. Sociologia. São Paulo: Scipione, 2016, p. 37. 
 
O antropólogo Lévi-Strauss foi um dos precursores da escola antropológica que se desenvolveu 
a partir da década de 1940, conhecida como Estruturalismo. Sua metodologia considera que os 
fenômenos sociais são estruturados pelo conjunto das relações sociais. 
Considerando essas informações e o conteúdo estudado, ordene cronologicamente as escolas 
da antropologia: 
( ) Antropologia Interpretativa 
( ) Culturalismo 
( ) Evolucionismo 
( ) Funcionalismo 
( ) Antropologia Crítica 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta: 
 
 
 4, 3, 1, 2, 5. 
Resposta correta 
2. Pergunta 2 
/0,25 
Leia o fragmento a seguir. 
“O antropólogo francês Claude Lévi-Strauss (1908-2009) é reconhecido como fundador da 
antropologia estruturalista nos anos de 1950, sob inspiração da Linguística. Estudando 
normas, regras, valores, costumes e estruturas de diferentes povos, ele buscou identificar, por 
trás dessa diversidade, formas comuns (universais) de organizar o conhecimento e as 
relações”. 
Fonte: DE ARAÚJO, S. M., BRIDI, M.A., MOTIM, B. L. Sociologia. São Paulo: Scipione, 2016, p. 21. 
Acerca das Escolas Antropológicas, é correto afirmar que: 
I. O Estruturalismo de Lévi-Strauss compõe as correntes antropológicas que se distinguem a 
partir do Evolucionismo do século XIX. 
II. O estruturalismo é uma das escolas antropológicas que, a partir da década de 1940, buscam 
definir a cultura como um sistema de signos coletivos e compartilhados por um grupo social. 
III. A etnografia é a metodologia que integra a pesquisa antropológica a partir da escola 
antropológica do evolucionismo do século XIX até a antropologia crítica do século XX. 
IV. Embora a metodologia de pesquisa se diversifique em cada uma das escolas antropológicas, 
elas compartilham entre si a investigação centrada no ser humano, na civilização e em suas 
representações simbólicas. 
Está correto apenas o que se afirma em: 
 
 I, II e IV. 
Resposta correta 
3. Pergunta 3 
/0,25 
Leia o excerto a seguir. 
“A Antropologia estuda diversas dimensões do ser humano, entre as quais: sua origem, seu 
desenvolvimento e suas formas de organização cultural. Seus principais ramos de 
conhecimento são a Antropologia Social e a Antropologia Cultural. Existe também a 
Antropologia Física, preocupada em observar e acompanhar as mudanças de ordem genética e 
biológica experimentadas pela espécie humana ao longo de sua existência na face do planeta 
Terra”. 
Fonte: DE ARAÚJO, S. M., BRIDI, M.A., MOTIM, B. L. Sociologia. São Paulo: Scipione, 2016, p. 16. 
A partir do excerto, assinale a alternativa correspondente às subdivisões da Antropologia. 
 
 
 Com o intuito de compreender o ser humano em sua totalidade, a Antropologia 
possui quatro campos de investigação, sendo a Antropologia arqueológica; 
linguística; física e cultural. 
Resposta correta 
 
4. Pergunta 4 
/0,25 
Leia o trecho a seguir. 
“A busca por leis sociais invariáveis e independentes da ação humana era própria do 
pensamento positivista. Para Comte, a mudança social aconteceria pelo principio da ordem, ou 
seja, para haver progresso (entendido como mudança para melhor, nos termos do pensamento 
predominante à época), seria necessário preservar certa harmonia e ordenação social. 
Procurando sistematizar um conhecimento sobre como os seres humanos se organizam na 
sociedade, os autores do século XIX partiram das mudanças para entender a realidade social”. 
Fonte: DE ARAÚJO, S. M., BRIDI, M.A., MOTIM, B. L. Sociologia. São Paulo: Scipione, 2016, p. 17. 
Sobre o método aplicado na pesquisa positivista, é correto afirmar que: 
 
 Comte emprega a verificação de dados, das informações, criando hipóteses e 
submetendo-as a testes para consolidar o conhecimento objetivo acerca da 
realidade social. 
Resposta correta 
 
5. Pergunta 5 
/0,25 
Leia o trecho a seguir. 
“Como acontecimentos únicos, as ações e as relações sociais demandam métodos próprios para 
captar a sua complexidade. Por isso, o francês Émile Durkheim é considerado pioneiro ao ter 
proposto uma metodologia própria para a ciência da sociedade. Em seu livro As regras do 
método sociológico, de 1895, ele propôs submeter os chamados ‘fatos sociais’ a métodos 
científicos próprios do estudo sociológico para comprovar esses fatos como algo externo aos 
indivíduos, algo que lhes é imposto para que sigam determinados costumes e se comportem de 
acordo com valores e normas vigentes”. 
Fonte: DE ARAÚJO, S. M., BRIDI, M.A., MOTIM, B. L. Sociologia. São Paulo: Scipione, 2016, p. 26. 
 
Durkheim inaugura uma nova interpretação da relação entre os fatos sociais e a sociedade. Os 
indivíduos criam e se submetem às culturas dominantes. Diante dessa concepção e do 
conteúdo estudado, assinale a alternativa correta. 
 
 Segundo Durkheim, o método sociológico deve analisar os indivíduos inseridos em 
sua realidade social e no plano coletivo, pesquisando a interação com a cultura 
adotada nesse grupo social. 
Resposta correta 
6. Pergunta 6 
/0,25 
“Ao contrário do que ocorre na ciência natural, os conceitos-chave da teoria social [...] se 
mantêm como conceitos sistematicamente discutíveis e contestáveis. Além do mais, dado o 
inter-relacionamento dinâmico de todos os fenômenos sociais, independentemente dos 
aspectos específicos que estejam sendo enfocados em qualquer período dado, em qualquer 
campo especifico da pesquisa social, o que de fato está em jogo é sempre o inter-
relacionamento complexo entre a questão especifica sob exame e a totalidade constantemente 
mutável das relações sociais”. 
Fonte: MÉSZÁROS, I. A educação para além do capital. Tradução de Isa Tavares. São Paulo: 
Boitempo, 2008, p. 39. 
O filósofo salienta o contexto histórico intrínseco à pesquisa antropológica e que, devido às 
suas constantes transformações, demonstra a necessidade de avaliar e reavaliar os fenômenos 
sociais. Analise as áreas das modalidades da pesquisa antropológica e associe à sua respectiva 
característica. 
1) Etnografia. 
2) Pesquisa-ação. 
3) Estudo de caso. 
4) Análise de conteúdo. 
( ) O antropólogo realiza uma análise diagnóstica e propõe uma intervenção, reavaliando e 
replanejando, se necessário, o desempenho da atividade. 
( ) Investigação própria dos instrumentos de comunicação, tais como mensagens escritas, 
falas, discursos, entre outros. 
( ) O pesquisador passa a conviver com a comunidade que é objeto de estudo, realizando uma 
descrição completa da prática cotidiana. 
( ) Caracteriza-se pela pesquisa de uma situação específica que representa um conjunto de 
casos semelhantes. 
 
 2, 4, 1, 3. 
Resposta correta 
7. Pergunta 7 
/0,25 
Leia o trecho a seguir. 
“No fim do século XVIII, o método científico foi estendido também ao estudo do ser humano, da 
sociedade e da cultura. O filosofo francês Claude Saint-Simon (1760-1825) expressou seu 
pensamento de que as revoluções científicas acompanham de perto as revoluções políticas. 
Analisando os acontecimentos políticos e sociais de sua época, Saint-Simon apontou o 
surgimento de uma grande revolução científica, que se estendeu de modo diverso pelas áreas 
de conhecimento em afirmação na era moderna, supostamente capazes de estabelecer leis e 
previsões dos fenômenos.” 
Fonte: DE ARAÚJO, S. M., BRIDI, M.A., MOTIM, B. L. Sociologia. São Paulo: Scipione, 2016, p. 14. 
 
Segundo as autoras, as transformações no âmbito científico influenciam as mudanças 
metodológicas nas ciências humanas e sociais, impulsionadas pelas

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.