A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
O ED 2021-2

Pré-visualização | Página 3 de 3

se os eventos devessem apenas 
encaixar-se nele. Ele é engendrado pelo olhar retrospectivo que reflete recolhendo o que 
foi vivenciado sob a forma da descontinuidade” (RODRIGO p. 168-9) 
 
Como a autora nos afirma: “... um projeto de vida não poderia de modo idealista, estar 
posto a priori”. 
 
Considerando o exposto e partindo de sua experiência pessoal, em dois parágrafos, 
disserte acerca de outras atividades não escolares ou acadêmicas, mas que são ou 
 
7 
 
foram constitutivas de sua identidade como pessoa e que, de alguma forma, hoje é parte 
significativa para sua formação acadêmica. 
 
Sugestão: neste item você deverá descrever experiências de vida que, aparentemente 
nada ou pouco tem a ver com a sua atual formação acadêmica. Entretanto, por tê-las 
vivenciado, hoje são importantes para você pensar, organizar e refletir acerca do seu 
fazer acadêmico. Exemplos: um emprego ou serviço em outra área que não a Educação; 
relações e questões específicas familiares e matrimoniais; maternidade ou paternidade, 
questões de ordem: econômica, cultural e/ou religiosa, entre outras. 
 
 
6ª Questão: Analise a poesia de Fernando Pessoa e dê o que se pede a seguir: 
 
Pobre velha música 
Não sei por que agrado 
Enche-se de lágrimas 
Meu olhar parado 
 
Recordo outro ouvir-te 
Não sei se te ouvi 
Nessa minha infância 
Que me lembra em ti 
 
Com que ânsia tão raiva 
Quero aquele outrora 
E eu era feliz? Não sei: 
Fui-o outrora agora 
 
 
 
6.1. Considerando a primeira estrofe e associando-a as disciplinas já cursadas em 
Pedagogia, em períodos anteriores ou mesmo na atual período, registre em, no 
mínimo, dois parágrafos, duas ou mais disciplina que tenham, no sentido metafórico 
dos versos: “Enche-se de lágrimas / Meu olhar parado”, se tornado fundamental no seu 
processo de formação pessoal e profissional. 
 
Atenção: aqui você deverá registrar comentários e avaliações acerca de duas ou mais 
disciplinas já cursadas ou em curso e que você considera que os conhecimentos 
adquiridos, tenham lhe provocado um turbilhão de emoções – seja para o bem ou não, a 
ponto de não esquecê-las. Justifique suas escolhas, refletindo sobre as mesmas, evitando 
vitimização. 
 
6.2. Considerando a segunda estrofe do poema: “Recordo outro ouvir-te...” registre em 
dois parágrafos, duas outras ou mais disciplinas outrora vivenciadas na educação 
básica cujos conteúdos ou parte deles, de alguma forma, foram revistos em disciplinas 
do atual curso de Pedagogia. Compare-os avaliando seu entendimento hoje do: “Não sei 
se te ouvi”, mas que hoje se tornaram significativas no seu aprendizado como futuro 
pedagogo/a. 
 
 
8 
 
Atenção: Em sua resposta considere que no currículo da Educação Básica você estudou 
várias disciplinas e que hoje, várias delas ou seus conteúdos foram retomados em 
disciplinas já cursadas no seu atual curso de Pedagogia. Reflita acerca desses dois 
momentos, compare-os e avalie se houve ou não mudanças no seu 
entendimento/conhecimento e, se houve, quais foram elas? 
 
6.3. Reflita acerca de um fato ou acontecimento vivenciado ao longo do curso de 
Pedagogia, sabendo que você não o está recuperando tal qual ele ocorreu, pois isso não 
é possível, mas sim o (re)criando no presente, com seus atuais conhecimentos, 
transformando-o em lembrança, segundo a autora do texto base para esse Estudo 
Dirigido. 
 
6.3.1. Fato ou acontecimento escolhido: __________________________________ 
 
Atenção: aqui você só precisará identificar o fato ou acontecimento escolhido, não 
é necessário explicar a sua escolha. 
 
Sugestões: a notícia de sua aprovação no vestibular CEDERJ/UERJ, a aula 
inaugural, a primeira amizade construída no curso, o impacto inicial com o uso da 
plataforma; a forma com você solucionou a organização dos horários para estudo; 
um fato ocorrido durante um dos encontros presenciais dos Seminários ou em uma 
das atividades pedagógicas culturais no polo; a solução encontrada para resolver 
um conflito de alguma ordem surgida durante o curso; um imprevisto frente a algo 
planejado, mas que não impediu que o mesmo fosse realizado satisfatoriamente; a 
superação e aprovação em alguma disciplina do currículo; o retorno ao curso, após 
algum tempo de abandono; uma descoberta realizada durante os estágios já 
realizados, Essas são algumas entre outras possibilidades para responder a esse 
item. São muitos os acontecimentos que podem ser abordados além dessas 
sugestões, escolha o seu. 
 
6.3.2. Descreva, agora, as razões de sua escolha e explique o porquê esse fato ou 
acontecimento lhe despertou o mesmo sentimento proposto por Fernando Pessoa, 
nos versos da terceira estrofe: “Quero aquele outrora / E eu era feliz? Não sei:/ Fui-
o outrora agora”. 
 
Atenção: resposta pessoal, cujo sentido deve voltar-se para o último verso da estrofe, 
quando o autor nos dá a ideia de que mesmo não sabendo se na época passada, em que 
ouviu a música (no caso desse item, o fato escolhido), teve a sensação de felicidade, 
hoje, com certeza o foi, ao criar no presente, uma boa lembrança do passado, ou seja, de 
outrora. 
 
Escritos tomados como exemplos, no Estudo Dirigido, de dois alunos do curso: 
 
 Exemplo 1: Pegar o ônibus para ir à faculdade na década de 80 e depois parei o 
curso, pois eu casei e tive filho e voltar agora a pegar ônibus e ir às tutorias do Polo 
me trouxe um dejávu. Reviver no presente a vida acadêmica hoje com muito mais 
consciência que no passado, com o mesmo prazer e alegria. 
 
Exemplo 2: Teve uma disciplina onde tive que estudar muito, li os textos diversas 
vezes, procurei ajuda dos mediadores presenciais e a distância, pensei em desistir do 
 
9 
 
curso com medo da reprovação, atravessei noites em claro, acessei outros textos pela 
Internet para tentar entender a disciplina e nos dias das APs presenciais queria não ir 
até o polo, mas fui mesmo angustiado. No final passei, raspando, mas passei. Hoje, ao 
pensar sobre essa situação vejo o quanto ela foi capaz de me ensinar a ser aplicado, 
autônomo em meus estudos e passei a utilizar para outras disciplinas o rigor e 
aplicação que tive para superar aquela disciplina, aquele momento. Naquela época não 
sei se fui feliz, mas hoje, ao lembrar aquele momento, tenho certeza que eu sou como 
propõe Fernando Pessoa em seus versos, pelo aprendizado que adquiri em todos os 
sentidos como um aluno da EaD. 
 
 
7ª Questão: [opcional] 
 
 Nós, a Equipe do V Seminário de Práticas Educativas, gostaríamos que você 
deixasse registrada uma avaliação deste Estudo Dirigido e, se possível de sua relação 
com a nossa disciplina e as mediadoras. 
 
Atenção: aqui, nosso objetivo e saber a sua opinião acerca do nosso trabalho na 
disciplina V Seminário de Práticas Educativas e não sobre o curso como um todo. 
Apesar de ser uma questão opcional ficaremos muito satisfeitos com sua avaliação. 
 
 
 
 
 
 
Bibliografia: 
 
PESSOA, F. Cancioneiro. Rio de Janeiro, Nova Aguilar, 1976. 
 
RODRIGO, Lídia Maria. O Memorial acadêmico: uma reconstrução póstuma do passado. In: Filosofia e Educação 
(online), ISSN 1984-9605 – Revista Digital do Paidéia. v. 1, Número Especial de lançamento, out. 2009, p. 168-
170. Disponível em: <http://www.fae.unicamp.br/revista/index.php/rdp/article/view/47/56>

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.