A maior rede de estudos do Brasil

Qual o significado de “venire contra factum proprium”?


5 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

Júnior Oliveira Verified user icon

Há mais de um mês

O princípio da boa-fé é uma cláusula geral presumida em todas as relações jurídicas no momento da verificação do comportamento dos agentes. Uma de suas aplicações se traduz na proibição de atos contraditórios pelas partes. Como bem se define através do brocardo latino "venire contra factum proprium" ("vir contra seus próprios atos" ou "ninguém pode comportar-se contra seus próprios atos"), que nada mais é do que a proibição de que o agente crie situação teoricamente favorável a si e dela se valha enquanto lhe convém para, depois, quando já não mais lhe interesse, volte-se contra fato por si próprio praticado, frustrando, com isso, legítimas expectativas de quem mais integra a relação jurídica. Ele pratica dois comportamentos que, considerados em conjunto, são contraditórios e violadores da boa fé da outra parte, o que acaba por frustar suas legítimas expectativas.

Como exemplo, podemos citar o plano de saúde que contrata sem exames prévios e depois nega cobertura alegando preexistência de doença.

O princípio da boa-fé é uma cláusula geral presumida em todas as relações jurídicas no momento da verificação do comportamento dos agentes. Uma de suas aplicações se traduz na proibição de atos contraditórios pelas partes. Como bem se define através do brocardo latino "venire contra factum proprium" ("vir contra seus próprios atos" ou "ninguém pode comportar-se contra seus próprios atos"), que nada mais é do que a proibição de que o agente crie situação teoricamente favorável a si e dela se valha enquanto lhe convém para, depois, quando já não mais lhe interesse, volte-se contra fato por si próprio praticado, frustrando, com isso, legítimas expectativas de quem mais integra a relação jurídica. Ele pratica dois comportamentos que, considerados em conjunto, são contraditórios e violadores da boa fé da outra parte, o que acaba por frustar suas legítimas expectativas.

Como exemplo, podemos citar o plano de saúde que contrata sem exames prévios e depois nega cobertura alegando preexistência de doença.

User badge image

Roberto

Há mais de um mês

Este termo importa na  vedação ao comportamento contraditório, em razão de comportamento incompatível com o anterior pelo mesmo sujeito, ou seja, agir de uma maneira antes, e depois mudar absolutamente o compartamento de maneira que se mostrem contraditótios os comportamentos. 

User badge image

Jéssica

Há mais de um mês

vedação ao comportamento contraditório, é o colorario do princípio da boa-fé objetiva, estabelecida no cc/02
User badge image

Marcelo

Há mais de um mês

É um conceito um pouco confuso, não conseguiria explicar de forma apropriada com as minhas palavras. Recomendo a leitura do artigo a seguir: https://lfg.jusbrasil.com.br/noticias/20745/o-que-e-venire-contra-factum-proprium

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas