A maior rede de estudos do Brasil

Na hipótese de conflito entre norma prevista no CDC e outra lei ordinária, anterior ou posterior, prevalecerá qual lei?

Resposta: Considerando a supremacia de origem e ordem Constitucional (arts. 5, XXXII, 170, V, 48 ADCT, entre outros), a Lei 8.078 de 1990 tem uma característica de norma supra-hierárquica quando em confronto com outra lei. Devido, não apenas a sua Constitucionalidade, mas, também, ao princípio da especialidade (ou especificidade).


1 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

DLRV Advogados Verified user icon

Há mais de um mês

Tal conflito é também chamado de antinomia.

Na análise das antinomias, três critérios devem ser levados em conta para a solução dos conflitos:

a) critério cronológico: norma posterior prevalece sobre norma anterior;

b) critério da especialidade: norma especial prevalece sobre norma geral;

c) critério hierárquico: norma superior prevalece sobre norma inferior.

Dos três critérios acima, o cronológico, constante do art. 2º da LICC, é o mais fraco de todos, sucumbindo frente aos demais. O critério da especialidade é o intermediário e o da hierarquia o mais forte de todos, tendo em vista a importância do Texto Constitucional, em ambos os casos.

Como o CDC é Lei Ordinária, em conflito com outra Lei Ordinária observar-se-á primeiro o critério da especialidade:

Se o caso se tratar de relação de consumo, e o conflito for entre a norma civil e a norma consumerista, prevalecerá a segunda pelo critério da especialidade.

Caso as Leis tratassem do mesmo assunto, não havendo especialidade entre elas, seria necessário observar o critério cronológico.

Tal conflito é também chamado de antinomia.

Na análise das antinomias, três critérios devem ser levados em conta para a solução dos conflitos:

a) critério cronológico: norma posterior prevalece sobre norma anterior;

b) critério da especialidade: norma especial prevalece sobre norma geral;

c) critério hierárquico: norma superior prevalece sobre norma inferior.

Dos três critérios acima, o cronológico, constante do art. 2º da LICC, é o mais fraco de todos, sucumbindo frente aos demais. O critério da especialidade é o intermediário e o da hierarquia o mais forte de todos, tendo em vista a importância do Texto Constitucional, em ambos os casos.

Como o CDC é Lei Ordinária, em conflito com outra Lei Ordinária observar-se-á primeiro o critério da especialidade:

Se o caso se tratar de relação de consumo, e o conflito for entre a norma civil e a norma consumerista, prevalecerá a segunda pelo critério da especialidade.

Caso as Leis tratassem do mesmo assunto, não havendo especialidade entre elas, seria necessário observar o critério cronológico.

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas