conceito da infancia

Infância dor devido à impotência e como lamento a ser pequena demais, de estar lá atrasada (em relação aos outros) e de ter chegado cedo demais, prematuramente (em relação à própria força), e que se conhece como promessas não mantidas, decepções amargas, abandono - mas também como sonhos, memória, pergunta, invenção, obstinação, escuta do coração, amor, e verdadeira disponibilidade para as histórias. (Paul Valéry, 1991: 66) O trecho acima nos remete a pensar sobre o conceito de infância a partir de uma perspectiva: