A maior rede de estudos do Brasil

Ação tradicional de Max Weber

A tipologia da ação social estabelecida por Max Weber nos permite compreender aspectos que conformam os processos de ensino em múltiplas áreas do conhecimento, como a Sociologia, a Filosofia e as Artes Visuais, de modo que existam quatro tipos que compõem o modelo explicativo do pensador alemão.
Diante do exposto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
 
A ação tradicional ocorre a partir de um valor que permanece na sociedade.
PORQUE
Este valor se perpetua de geração em geração, proporcionando, assim, o sentido à tradição.


Acerca dessas asserções, assinale a opção correta:
 

Alternativas

 

Alternativa 1:

As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira.

 

Alternativa 2:

As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.

 

Alternativa 3:

A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda é uma proposição verdadeira.

 

Alternativa 4:

A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda é uma proposição falsa.

 

Alternativa 5:

Tanto a primeira quanto a segunda asserção são proposições falsas.

Sociologia

UEPG


3 resposta(s) - Contém resposta de Especialista

User badge image

RD Resoluções Verified user icon

Há mais de um mês

Na sociologia , o conceito de dominação racional-legal vem de Max Weber 's classificação tripartida de autoridade (uma das várias classificações de governo utilizado pelos sociólogos); as outras duas formas são autoridade tradicional e autoridade carismática. Todos esses três tipos de dominação representam um exemplo de seu conceito de tipo ideal.Weber observou que na história esses tipos ideais de dominação são sempre encontrados em combinações. Na autoridade tradicional, a legitimidade da autoridade vem da tradição. A autoridade carismática é legitimada pelas qualidades de personalidade e liderança do indivíduo governante. Finalmente, a autoridade racional-legal obtém seus poderes do sistema de burocracia e legalidade.Weber ficou curioso em saber por que tantas vezes obedecemos às regras da sociedade com coerção mínima ou uso constante ou ameaça de força. Sua resposta: legitimidade . Às vezes seguimos ordens porque consideramos que as regras são significativas e corretas, mesmo que não saibamos por que elas foram escritas em primeiro lugar. Como você pode ver na definição abaixo, a dominação, de acordo com Weber, baseia-se no cumprimento voluntário dos subordinados. Por ser voluntário, a dominação não inclui o uso da força física. Pelo contrário, nós cumprimos porque vemos as regras como a coisa certa a fazer nessa situação.A ação pode significar uma ação básica. O termo é mais prático e abrangente do que os " fenômenos sociais ", uma vez que o indivíduo que executa a ação social não é passivo, mas ativo e reativo. Embora o próprio Weber tenha usado a palavra " agência ", na ciência social moderna esse termo é frequentemente apropriado com uma dada aceitação das concepções weberianas de ação social, a menos que uma obra pretenda fazer a alusão direta. Da mesma forma, a " reflexividade " é comumente usada como uma abreviação para se referir à relação circular de causa e efeito entre estrutura e agência, que Weber foi parte integrante da hipótese.Assim, as duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
Na sociologia , o conceito de dominação racional-legal vem de Max Weber 's classificação tripartida de autoridade (uma das várias classificações de governo utilizado pelos sociólogos); as outras duas formas são autoridade tradicional e autoridade carismática. Todos esses três tipos de dominação representam um exemplo de seu conceito de tipo ideal.Weber observou que na história esses tipos ideais de dominação são sempre encontrados em combinações. Na autoridade tradicional, a legitimidade da autoridade vem da tradição. A autoridade carismática é legitimada pelas qualidades de personalidade e liderança do indivíduo governante. Finalmente, a autoridade racional-legal obtém seus poderes do sistema de burocracia e legalidade.Weber ficou curioso em saber por que tantas vezes obedecemos às regras da sociedade com coerção mínima ou uso constante ou ameaça de força. Sua resposta: legitimidade . Às vezes seguimos ordens porque consideramos que as regras são significativas e corretas, mesmo que não saibamos por que elas foram escritas em primeiro lugar. Como você pode ver na definição abaixo, a dominação, de acordo com Weber, baseia-se no cumprimento voluntário dos subordinados. Por ser voluntário, a dominação não inclui o uso da força física. Pelo contrário, nós cumprimos porque vemos as regras como a coisa certa a fazer nessa situação.A ação pode significar uma ação básica. O termo é mais prático e abrangente do que os " fenômenos sociais ", uma vez que o indivíduo que executa a ação social não é passivo, mas ativo e reativo. Embora o próprio Weber tenha usado a palavra " agência ", na ciência social moderna esse termo é frequentemente apropriado com uma dada aceitação das concepções weberianas de ação social, a menos que uma obra pretenda fazer a alusão direta. Da mesma forma, a " reflexividade " é comumente usada como uma abreviação para se referir à relação circular de causa e efeito entre estrutura e agência, que Weber foi parte integrante da hipótese.Assim, as duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.
User badge image

universoengenhariadeproducao@gmail.com

Há mais de um mês

Resposta:

Alternativa 2:

As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da primeira.

Explicação:

porque é passada de gerações a gerações,entao e uma tradição (tradicional)

 

Essa pergunta já foi respondida por um dos nossos especialistas