A maior rede de estudos do Brasil

Questões de Gestão Estratégica da Carreira e da Profissão

A percepção de sucesso de uma trajetória de carreira, de forma geral, pode ser alinhada à avaliação dos resultados obtidos ao longo do período de progressão nas diferentes fases. No entanto, dependendo da lente utilizada, o tipo de produto, resultado de cada fase, escolhido para avaliação, pode variar. Dessa forma, é importante identificarmos os critérios, por exemplo, escolhidos para mensurar o sucesso de uma carreira. Nesta linha, para Hall (2002) existem quatro critérios para identificarmos a eficácia de uma carreira: dinheiro e posição; como a carreira é percebida e avaliada pela própria pessoa; adaptabilidade; identidade. Assinale a alternativa que contempla a relação correta entre critério e descrição:

 A identidade requer certo grau de integração temporal (passado, presente, futuro) do indivíduo acerca da percepção de si mesmo – envolve continuidade.

A identidade pode ser definida como abertura e predisposição para continuadamente atualizar comportamentos frente às exigências do ambiente

Dinheiro e posição envolvem a capacidade de manter congruência entre a renovação dos comportamentos temporários e a própria identidade.

A adaptabilidade envolve a ciência do indivíduo sobre os seus valores, competências, e planejamentos.

A forma como uma carreira é percebida pela própria pessoa envolve a objetividade de um terceiro (observador), o qual avalia o sucesso da carreira por meio de métricas pré-definidas.


Sobre a influência da liderança no comportamento dos subordinados, é correto afirmar:

 Diante de uma liderança liberal, as pessoas tendem a realizar atividades mais intensas no início dos trabalhos, porém, com o passar do tempo, o grupo volta-se a oferecer baixa produtividade.

O líder carismático desperta carisma nos colaboradores, devido a ele ser muito bom no que faz e ter um alto nível de conhecimento técnico e cientifico nos assuntos do trabalho.

O estilo de liderança autocrático favorece um melhor relacionamento entre todos, o que leva os membros a serem mais responsáveis uns pelos outros.

Na execução das tarefas, os subordinados de um líder democrático não demonstram satisfação e só trabalham mais intensamente na presença do mesmo.

Na liderança autocrática, o líder omite-se e deixa a situação fluir, sem intervir ou tentar mudar o rumo dos acontecimentos.


Sobre os fatores que interferem no trabalho em equipe marque a alternativa incorreta:

 Posturas democráticas.

Ausência de comunicação e de liderança.

Estrelismo.

Falta de treinamento e de objetivos.

Incapacidade de ouvir.


A segunda etapa da carreira, exige, dentre outros, demonstração de competências para áreas específicas como, por exemplo, o conhecimento técnico especializado. Escolha, abaixo, a principal característica/atividade da segunda etapa de uma carreira:

Interação.

Própria modelagem da direção da organização. 

 Ser contribuinte independente de ideias para área escolhida.

Treinamento.

Aprendizado.


Sobre as características do estilo de liderança democrático, assinale a alternativa correta.

Ênfase nos subordinados e ausência de níveis hierárquicos.

Os subordinados apresentam maior volume de trabalho produzido, mas com evidentes sinais de tensão, frustração e agressividade.

 Ênfase no equilíbrio entre líder e subordinados e divisão de tarefas.

O líder deixa a situação fluir à vontade, sem intervir ou tentar mudar o rumo dos acontecimentos.

Ênfase apenas nos subordinados e mobilização das pessoas para uma única visão.


Marcelo e Juliana são responsáveis pela gestão de pessoas de uma organização pública. Em reunião, estão decidindo que tipos de problemas do contexto da organização poderiam ser solucionados com o auxílio do coaching de carreira. No processo de elencar, Marcelo e Juliana destacam os seguintes pontos, marque a alternativa CORRETA:

No serviço público, o coaching de carreira poderá solucionar problemas de gestão dos sistemas de informação e comunicação.

 O coaching de carreira no serviço público poderá levar os servidores a desenvolver maior autocrítica e autoconhecimento, aumentando a motivação e a eficiência nas organizações.

A aplicação do coaching de carreira no serviço público levará todos os servidores a bater metas mensalmente.

O coaching de carreira no serviço público servirá para que os líderes de departamentos possam ter maior controle sobre os processos e formulários.

No serviço público, o coaching de carreira pode levar os servidores a alcançar maior concentração em suas tarefas sem muito comunicar com outras áreas.


A escolha da carreira é um momento de grande expectativa. Com a chegada da geração Y no mercado de trabalho, algumas mudanças são necessárias, pois ela possui um perfil muito diferente daquele profissional com o qual a organização se relacionava até então, exigindo novas abordagens, principalmente em relação à carreira. No trabalho, a geração Y é percebida como individualista, preocupada mais com a própria carreira e em atingir seus próprios objetivos que os objetivos organizacionais, bem como são impacientes e buscam crescimento rápido. Marque a alternativa INCORRETA sobre as expectativas de carreira da geração Y.

A geração Y revoluciona ao encarar a carreira como uma oportunidade de agregar valor;

 A geração Y vive para o trabalho e não trabalha para viver.

Esta geração foi responsável por uma série de mudanças no contexto organizacional 

Esta geração foi responsável por uma série de mudanças no contexto organizacional e na forma de se gerenciar a carreira;

A geração Y é a geração mais nova presente no mercado de trabalho;




Explicação:

A geração Y não vive para o trabalho e trabalha apenas para viver.


Ainda não temos resposta. Você sabe responder?