A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Otite Média Aguda na Pediatria

Pré-visualização | Página 1 de 1

Otite Média Aguda
ANATOMIA 
TIPOS DE OTITES
· Otite Externa
· Compromete: canal auditivo externo e pode envolver a membrana timpânica
· Infecção leve até otite externa maligna
· + Comum: “ouvido de nadador” —> pp por acúmulo de 
· Otite Média
· Compromete: Orelha média + Tuba auditiva + Nasofaringe
· Retém secreção: líquido na cavidade gera pressão
· + Kid
· Pp complicação de IVAS
· Otite Interna / labirintite aguda
· Compromete: sistema vestíbulo-coclear
Obs. Labirintite: inflamação do Labirinto
EPIDEMIOLOGIA 
É uma das razões + frequentes em < 15 anos, pp entre 6 meses a 2 anos (recorrente)
Autolimitada e ⬇️ incidência de complicações e mortalidade
 
TUBA AUDITIVA / TROMPA DE EUSTÁQUIO 
· Drena secreção da orelha média —> excesso de muco vai para nasofaringe
· Muco facilita adesão de patógeno
· Kid: + curta e horizontalizada —> + infecção 
· Adulto: + longa e oblíqua
QUADRO CLÍNICO
· Otalgia
· Insônia e Anorexia
· Febre
· Choro excessivo e Irritabilidade 
· Sintomas de IVAS
OMA RECORRENTE
3 ou + episódios separados nos últimos 6 meses ou + de 4 episódios no último ano com 1 desses nos últimos 6 meses.
OME – presença de secreção na orelha média sem sintomas de infecção otológica aguda.
FATORES DE RISCO
· Idade e Anatomia 
Tuba auditiva + curta e horizontalizada na kid (facilita progressão de microrganismos da rinofaringe para orelha média) + S.I imaturo + IVAS = OMA 
· Outros
· Predisposição familiar
· Fenda palatina, anomalia craniofacial e S. Down
· IVAS: kid - 3 anos têm 30% de chance de terem OMA como complicação e 60% OME
· Inverno (outono e primavera) 
· Creches
· Chupetas e mamadeiras com bico com cápsula tipo “empurra e puxa”
· Tempo e posição de amamentação: amamentar por 3 meses ⬇️ risco de em 13% e + de 6 meses protege contra recorrências das otites até o 3º ano de vida. Mamada na posição sentada ⬇️ risco
· Fumo passivo: dano à função mucociliar e/ou alteração da competência imunológica do trato respiratório (OMAR).
ETIOLOGIA
· Vírus respiratórios: VSR*, Adenovírus*, Influenza, Coronavírus, Enterovírus, Parainfluenza, Metapneumovírus.
· Bactérias (50-90%): Streptococcus pneumoniae, Haemophilus influenzae e Moraxella catarrhalis 
Obs. <2 meses, pensar em Streptococcus do grupo B, enterobactérias gram-negativas e Chlamydia trachomatis.
DIAGNÓSTICO 
Clínico e deve ser confirmado pela otoscopia !!
· Otorreia
· Abaulamento ou retração da MT
· MT: Hiperemia, esbranquiçada, amarelada ou opaca
· ⬇️ Translucidez
· Hiperemia do canal e da MT
TRATAMENTO 
>> Autolimitanda: 80% —> Analgésicos, c/ ou s/ ATB 
INDICAÇÃO DE ANTIBIOTICOTERAPIA 
· Kid < ou = 6 meses
· Kid > ou = 6 meses, com sinais de gravidade (otalgia moderada e T 39°C) ou sintomas persistentes há pelo menos 48h
· Kid > 6 meses sem sinais de gravidade –> monitorar evolução ou prescrever ATB. Caso piore ou não melhore, dá ATB
· OMA bilateral em < 2 anos, sem sinais ou sintomas graves 
ESCOLHA DO ATB
· Kid sem alergia a Penicelina, sem conjuntivite purulenta e não recebeu ATB nos últimos 30 dias
 
· Amoxicilina 40, 45 ou 50 mg/kg/dia, de 12 em 12h
· Considerar aumentar dose para 90mg/kg/dia se suspeita de S. pneumoniae resistentes à penicilina.
Obs. Fatores de risco de pneumococo resistente à penicilina:
· Kid < 2 anos
· Kid em creches e que usa ATB com frequência
· OMA refratária ou de repetição
· Kid imunossuprimida
· Uso de amoxicilina nos últimos 30 dias, conjuntivite purulenta ou histórico de OMA recorrente que não responde à amoxicilina: 
· Amoxilina com Clavulanato
· Cefalosporina: cefuroxima ou a ceftriaxona, se a criança apresentar vômitos ou diarreia
· Suspeita de H.influenzae e M. Catarrhalis produtoras de b-lactamases:
· Amoxicilina com clavulanato (80 - 90 mg/kg/dia + 6,4 mg/kg/dia)
· Alergia à penicilina: Macrolídeo ou clindamicina (esta também no caso de pneumococo resistente)
· Azitromicina 10 mg/kg/dia no 1º dia e 5 mg/kg/dia do 2º ao 5º dia, dose única/dia.
· Claritromicina 15 mg/kg/dia, de 12/12h por 10 dias.
· Cefuroxima 30 mg/kg/dia por 10 dias se alergia à penicilina for não anafilática e não IgE-mediada
· Tubos de ventilação podem estar indicados: 3 episódios em 6 meses, ou 4 em 1 ano, com 1 dos episódios nos últimos 6 meses
Obs. Se não melhorar ou até piorar dentro de 48 a 72h e já estiver tomando uATB —> ATB de espectro + amplo
DURAÇÃO DO ATB
· > 2 anos e OMA grave: 10 dias
· 2 e 5 anos com OMA moderada: 7 dias.
· < 6 anos com OMA leve: 5 a 7 dias.
Importante!!
Repetição do quadro em - 30 dias: Falha terapêutica??? Troca de ATB. 
Repetição do quadro + 30 dias: recorrência verdadeira. Usar ATB de 1ª escolha 
(amoxicilina).
Cuidado !!
Não devem ser prescritos ATB como profilaxia pra OMA recorrente
TTO SEM COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA 
· Corticosteroides
· Anti-histamínico
· Descongestionantes e anti-inflamatórios não hormonais 
EXEMPLO
Paciente de um 1 e seis meses de vida chega à UBS com avó com queixa de choro frequente e febre, há 3 dias. Ao exame físico: criança chorosa, Tax: 39°C, com membranas timpânicas hiperemiadas e abauladas, bilateralmente.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.