A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Processo Administrativo

Pré-visualização | Página 1 de 1

Processo Administrativo
O processo de administrar ou processo administrativo faz parte de qualquer situação em que haja pessoas que utilizam recursos (tempo, dinheiro, espaço, informação e conhecimento) e pessoas para alcançar um objetivo. 
Busca garantir a realização de objetivos através da aplicação dos recursos e das pessoas.
	As funções administrativas funcionam de forma cíclica sendo completado e repetido continuadamente de forma interativa entre as partes sem poder ser analisado de forma individual e sim por sua totalidade. São as funções administrativas: Planejar, Organizar, Comandar, Coordenar e Controlar.
Planejamento
	Como as organizações não trabalham na base do improviso, utilizam o planejamento antecipado, tendo total controle. Sendo assim, o planejamento a primeira função administrativa servindo de base para as outras funções. Definindo os objetivos e a forma para alcançá-los no período de tempo desejável.
Estabelecimento de objetivos 
É o ponto de partida do planejamento. “A fixação dos objetivos é a primeira coisa a ser feita: saber onde se pretende chegar para se saber exatamente como chegar até lá.”
Objetivos sãos os resultados, ações, alvos, em um determinado espaço de tempo planejado. Quando concretizados deixa de ser objetivo para se tornarem realidade.
Desdobramento dos Objetivos
Os objetivos podem ser visualizados em uma hierarquia indo desde os globais (cúpula da hierarquia) até os operacionais, os quais envolvem simples instruções para a rotina cotidiana (base da pirâmide).
Surgem os desdobramento dos objetivos decorrente à hierarquia dos objetivos. A empresa pode fixar suas políticas, diretrizes, metas, programas, procedimentos, métodos e normas. Os objetivos organizacionais são amplos e genéricos, a focalização se torna mais restrita e detalhada conforme se desce em seus desdobramentos. 
Níveis de Planejamento
Planejamento estratégico – abrange toda a organização, projetado a longo prazo e preocupa-se em atingir os objetivos globais da organização. Este planejamento é definido pela alta direção. 
Planejamento tático – envolve cada departamento ou unidade da organização, abrange seus recursos específicos, e preocupa-se em alcançar objetivos departamentais, projetado para o médio prazo. 
Planejamento operacional – refere-se a cada tarefa ou atividade, projetado para o curto prazo e geralmente lida com o cotidiano e com a rotina diária ou semanal.
Tipos de planos
O planejamento produz um resultado imediato: “O Plano”. É o produto do planejamento e constitui o evento intermediário entre os processos de elaboração e implementação do planejamento. Possuem um propósito em comum: previsão, programação e a coordenação, os quais deverão conduzir ao alcance dos objetivos que os comandam. 
São quatro tipos distintos de planos
Procedimento: Métodos de trabalho ou de execução
Orçamentos: Relacionados a dinheiro, receita ou despesa, dentro de um determinado espaço de tempo.
Programas ou programações: Relacionados à tempo. Se baseiam na correlação entre duas variarias: tempo e atividades a serem executadas.
Regras ou regulamentos: Planos operacionais relacionados a comportamento solicitados às pessoas.
Organização
Trata da definição de cargos e tarefas, da determinação da autoridade, da responsabilidade, da estruturação dos níveis hierárquicos. 
Definição de quem vai fazer o quê para que a organização entregue ao cliente o seu produto ou serviço. 
As organizações não são estáticas. Elas crescem, se desenvolvem e precisam ser organizadas e estruturadas para funcionar melhor, baseadas em princípios gerais e flexíveis, capazes de serem aplicados a situações diferentes.
Direção
Está relacionada à ação e tem a ver com as pessoas. Ela está diretament6e relacionada à atuação sobre as pessoas. As pessoas precisam ser dinamizadas em seus cargos e funções, treinadas, guiadas e motivadas para alcançarem os resultados que delas se esperam. Sua função se relaciona à maneira pela qual os objetivos devem ser alcançados por meio da atividade das pessoas que compões a organização. A direção se refere às relações interpessoais dos administradores e seus subordinados. Para que o planejamento e a organização sejam eficazes, eles precisam ser dinamizados pela orientação a ser dada às pessoas por meio de uma liderança e motivação.
Abrangência da direção
Dirigir significa interpretas os planos para os outros e dar as instruções sobre como executá-los em direção aos objetivos a atingir. 
A direção pode se dar em três níveis distintos:
Direção em nível global: Abrange a organização como uma totalidade;
Direção em nível departamental: Abrange cada departamento ou unidade da organização;
Direção em nível operacional: Abrange cada grupo de pessoas ou de tarefas.
Controle
A palavra Controle pode assumir vários significados:
Controle como função restritiva e coercitiva: Utilizado no sentido de coibir ou limitar certos tipos de desvios indesejáveis ou de comportamentos não-aceitos.
Controle como um sistema automático de regulação: O controle detecta desvios e proporciona automaticamente ação corretiva para volta à normalidade.
Controle como função administrativa: É o controle como parte do processo administrativo como o planejamento, a organização e a direção
Fases do Controle
O controle é um processo cíclico composto por quase fases:
Estabelecimento de padrões ou critérios: Os padrões representam o desempenho desejado. Os critérios representam normas que guiam as decisões
Observação do desempenho: Para se controlar um desempenho deve-se pelo menos conhecer algo a respeito dele. Atua no sentido de ajustar as operação a determinados padrões previamente estabelecidos e funciona de acordo com a informação que recebe
Comparação do desempenho com o padrão estabelecido: Toda atividade proporciona algum tipo de variação, erro ou desvio.
Abrangência do controle
Enquanto o planejamento abre o processo administrativo, o controle serve de fechamento. A abrangência do controle pode ser em nível global, departamental ou operacional, respectivamente, dentro dos planos estratégico, tático e operacional.
Apreciação Crítica da Teoria Neoclássica
Hoje se fala em processo administrativo: planejar, organizar, dirigir e controlar. As funções administrativas são universalmente aceitas, porém sem tantos princípios prescritivos e normativos que as tornam rígidas e invariáveis. Em um mundo em constante mudança e transformação, o processo administrativo se mostra flexível e adaptável às situações variadas e circunstancias diferentes. Conclui-se que o processo administrativo não é somente o núcleo da Teoria Neoclássica, mas o fundamento da moderna Administração. Nenhuma concepção mais avançada conseguiu ainda desloca-lo dessa posição privilegiada.