Buscar

_Crenças centrais.

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

TRABALHO 1 - Conceitos da Psicanálise
- Crenças Centrais ou nucleares; as crenças centrais são um conceito fundamental para a terapia cognitiva, uma vez que regem as interpretações dos seres humanos, seu conhecimento básico do seu próprio ser, sobro mundo, sobre o futuro, também sobre outras pessoas. As pessoas podem apresentar dificuldade, das funções, e em suas relações com as pessoas -as crenças tendem a ser disfuncionais, irracionais, negativas, rígidas, globais, generalizadas. SE Forma com base na educação que tivemos, na cultura que estamos inseridos, convívio com os amigos e desconhecidos, as experiencias no período escolar, e também na forma que nossos pais e familiares levam a vida. Em todas as experiencia que vivemos ou deixamos de viver positivas ou negativas, até os traumas vividos durante o nosso desenvolvimento ajudam formação de crenças centrais. Cada um tem uma história e desenvolvimento único, mesmo tendo irmãos com as mesmas educações, ninguém tem crenças iguais. A terapia cognitiva comportamental tem crenças funcionais e crenças disfuncionais, sobre nós mesmo, o mundo os outros e o futuro. Podem ser divididas em três;
 – Crença de desamparo, a pessoa pensa que é incapaz de se proteger a si mesma emocionalmente ou fisicamente, incapaz também n comparação com outra pessoa (crença comum sou incapaz não tenho jeito, não faço nada direito, sou vulnerável, sou indefeso, sou fraco, não tenho controle sou um fracasso não sou bom como os outros)
- Crença de desamor, nesta crença dificulta recebimento de amor e de intimidade com outras pessoas (ex; não me encaixo, sou desinteressante e não sou amável)
- Crença de desvalor – elas acreditam que são moralmente ruins, é algo dentro, que é um sentimento terrível (ex ; sou mal, eu não presto, sou ruim, sou toxico eu não presto sou um perigo para os outros)
- Crenças comuns – (ex; as mulheres são, toda ruins, o mundo é um lugar muito perigoso, e nada nunca dará certo pra mim)
Pensamentos Automáticos
A teoria cognitivo comportamental, caracteriza pensamentos automáticos ou pensamentos disfuncionais de pensamentos que vem de imediato, “sem muito pensar” que na maioria das vezes trazem junto ideias errôneas ou carregadas de conceito já estabelecidos pelas crenças de quem pensa.
“Os pensamentos automáticos são um fluxo de pensamentos que coexistem com um fluxo de pensamentos mais manifesto” (Beck apud Beck,2013, p.159), eles não são específicos para pessoas com problemas psicológicos todos nós o temos. 
“Os pensamentos automáticos estão intimamente ligados com as emoções, pois quando estes pensamentos surgem, trazem consigo emoções geralmente carregada de negativismo. Sendo assim “as emoções que os pacientes sentem estão conectadas logicamente ao conteúdo dos seus pensamentos automáticos”. (Beck 2013, p160).
Referencias: Dr Diego Falcon, you tube - 
Ticianacarnauba.com ( Ticiana Carnauba); Beck,J.S. Teoria Cognitivo comportamental teoria e pratica.2.ed. – Porto Alegre; Artmed
Valdirene Francisca da Silva Pimenta, 4º de Psicologia

Outros materiais