A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
138 pág.
Apostila

Pré-visualização | Página 1 de 34

1
 ADMINISTRAÇÃO GERAL 
Conceito de organização. Tipologia das organizações. A organização pública e privada. A 
empresa de sucesso. Administração. O conceito de administração. Visão global do processo 
gerencial. O perfil e as funções do dirigente. Planejamento. Direção, poder e autoridade. 
Controle e coordenação. As funções administrativas frente às novas tendências. 
Tendências da administração no Brasil e no mundo. História do pensamento administrativo. 
Taylor e a administração científica. Ford e a linha de montagem. Fayol e o processo 
administrativo. Max Weber e a burocracia. Relações humanas. O enfoque sistêmico. A 
escola contingencial. Escola estruturalista. Administração por objetivos. O modelo japonês. 
Administração participativa. Novos modelos de Administração. Aprendizagem 
organizacional. Visão de conjunto das funções da organização. Funções organizacionais. 
Administração superior. Marketing. Finanças. Recursos Humanos. Produção e Operações. 
P&D. Informática. Administração Publica: uma visão geral 
 
BÁSICA: 
CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria geral da administração. 6.ed. Rio 
ANDRADE, R.O.B de; AMBONI, N’erio. Teoria geral da Administração: das origens 
as perspectivas Contemporânea. 1ª. Ed. São Paulo: M. Books do Brasil, 2007. 
CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. 2.ed. Rio de 
Janeiro: Campus, 2000. 
MATIAS PEREIRA, J. – Finanças Públicas; a política orçamentária no Brasil – 
2.edição- São Paulo – Ed. Atlas, 2003 
MILESKI, H. S. (2003). O Controle da Gestão Pública. São Paulo: Ed. Revista dos 
Tribunais. 
SILVA, R.O . Teorias da Administração. 1ª.ed.São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 
2002. 
COMPLEMENTAR 
 
CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria geral da administração. 6.ed. Rio 
DUBRIN, Andrew. J. Princípios de administração. 4.ed. Rio de Janeiro: LTC, 1998. 
HAMPTON, David R. Administração contemporânea. 3.ed. São Paulo: Makron Books. 
1992. 
KWASNICKA, Eunice Lacava. Introdução à administração. 5.ed. São Paulo: Atlas, 
 2
 
DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO GERAL 
Elaborada: Prof. Luiz Lira 
PROF: Sandson Azevedo 
 
 
 
 
 
- Apresentação do Professor e Alunos 
- Programa do Curso 
- Avaliação de Aprendizagem 
- Bibliografia Básica 
- Laboratórios 
- Biblioteca 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 3
 
 1ª PARTE 
 
A ADMINISTRAÇÃO GERAL: Aspectos Importantes nas Organizações 
 
1 - Por que Estudar Administração? 
 
2 - Conceitos de Administração 
==> Necessidades e Aspectos da Administração 
==> Princípios da Administração 
 
3 - As Funções da Administração 
 
4 - Os Níveis da Administração 
 
5 - Habilidades e Papéis Administrativos 
==> Habilidades Administrativas 
==> Papéis Administrativos de Mintzberg 
==> Competência Administrativa 
 
6 - Eficiência e Eficácia Organizacional 
 
7 - A Atividade Administrativa 
==> A Administração e o Gerenciamento 
==> O Trabalho do Administrador 
==> Diferenças entre Gerenciamento e Liderança 
==> O Gerente do Futuro 
 
8 - A Administração: Ciência, Arte ou Profissão? 
9 - A Comunicação nas Organizações 
==> Conceito e Tipos de Comunicação 
==> As Funções e os Elementos da Comunicação 
==> Melhoria dos Processos da Comunicação 
 4
==> Percepção e Comunicação 
I - A ADMINISTRAÇÃO GERAL HOJE 
 
Como se desenrola o processo administrativo nos diversos tipos de organizações (públicas, 
privadas, não governamentais e outras). 
 
 
 
1 – POR QUE ESTUDAR ADMINISTRAÇÃO? 
 
- Interesse em melhorar o modo como às organizações são administradas (interação entre 
todos os recursos dentro das organizações). 
- Evitar o desperdício de tempo na realização das operações (Ex.: Alfândegas, Setor 
Público). 
- Perdas financeiras (ações, investimentos de curto e longo prazo). 
- Falências (declínio). 
- A Administração era vista como resultante de um conjunto de funções, uma série de 
papéis, onde eram aplicadas, habilidades específicas ==> Linha funcional do 
Administrador, que está em mudança. 
- Administradores utilizam teorias administrativas para auxiliá-los no processo de tomada 
de decisão, baseadas no Planejamento, Organização, Controle, Comando e Coordenação. 
- Teoria administrativa: Produz o comportamento organizacional. 
- O que é uma Teoria? Um conjunto de conceitos e idéias que explica e prediz fenômenos 
sociais. Podem ser: (1) de configuração – aprendida de outros estudiosos, resultantes de 
experiências e (2) científicos – desenvolvidos através do método científico. 
 
 
 
 
 
 
 
 5
 
 Integração entre o Conhecimento Teórico e o Prático em Administração 
 
 
 ===> <=== 
 
Definições Integração Sistemática Experiência 
Fatos relevantes da Teoria e Prática Estudos de Casos 
Conceitos Participação em 
Técnicas eventos específicos 
Orientações 
Palestras e Seminários 
 
2 – CONCEITO DE ADMINISTRAÇÃO 
Algumas definições procuraram vincular o conceito de administração às Escolas Clássicas: 
Funcionais, Relações Humanas, Tomada de Decisão, Sistêmica, Contingencial e etc. 
Dessas abordagens pôde-se extrair um conceito mais geral: 
 “Administração é um conjunto de atividades dirigidas à utilização eficiente e eficaz 
dos recursos, no sentido de alcançar um ou mais objetivos ou metas organizacionais”. 
(SILVA, Reinaldo O; 2001). 
 O Quadro abaixo demonstra o pensamento básico desse conceito: 
 
 Recursos Materiais – Recursos Financeiros 
 
 
 
 
 
 
 Recursos Informacionais, Humanos e Tecnológicos 
 
 (Fonte: Van Fleet & Peterson) 
 
TEORIA HABILIDADES 
Para Administrar 
PRÁTICA 
Atividades 
Administrativas 
Utilização Eficiente e 
Eficaz dos 
recursos 
Alcance das 
metas 
 6
 
 
� Necessidades e Aspectos da Administração 
 Funções gerenciais em qualquer nível da organização (técnico ou político) 
 
Características dos Serviços da Administração 
. Complementares 
. Orientados para Atingir Metas Organizacionais 
. Relacionamento das Pessoas 
. Força Coordenada 
. Trabalho em Equipe. 
. Integração de Conhecimentos e Habilidades 
. Processo Administrativo Sistematizado 
. Esforço Criativo e Revitalizado 
. Dinâmica Organizacional 
. Intangibilidade 
 
 
� Princípios da Administração 
 Um princípio é uma afirmativa básica ou uma verdade fundamental que provê 
entendimento e orientação ao pensamento e à prática na tomada de decisão. Os 
princípios da Administração são dinâmicos, gerais, relativos, inexatos e universais. 
 
Auxiliam as organizações a: orientar a eficiência, consolidar o pensamento no campo 
da Administração, melhorar a pesquisa em Administração e alcançar as metas sociais. 
 
HENRY FAYOL (1841 – 1925): Nascido em Constantinopla, de família burguesa da 
Franca, graduado em Engenharia de Minas (1860). Trabalhou a vida inteira na mesma 
empresa e estabeleceu em 1916, os 14 princípios gerais da administração. 
 
Divisão do trabalho, autoridade e responsabilidade, disciplina, unidade de comando, 
direção, subordinação do interesse individual ao interesse geral, remuneração, 
 7
centralização, hierarquia, ordem, equidade, estabilidade do pessoal no cargo, 
iniciativa, equipe. 
3 – AS FUNÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO 
 
 As atividades básicas imputadas ao administrador para alcançar os resultados esperados 
pelas organizações correspondem ao Planejamento, Organização, Comando, Coordenação e 
o Controle. 
 
 
 
4 – NÍVEIS DA ADMINISTRAÇÃO 
 
Estratégico (Alta Administração): Direção da Organização estruturando as políticas e 
estratégias básicas. 
Tático (Média Administração): Gerência de Departamento ou