Buscar

Revisar envio do teste_ QUESTIONÁRIO UNIDADE I TEORIA ...

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 7 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 7 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Revisar envio do teste: QUESTIONÁRIO UNIDADE I
TEORIA POLÍTICA 5564-30_52801_R_E1_20231 CONTEÚDO
Usuário arianne.rocha @aluno.unip.br
Curso TEORIA POLÍTICA
Teste QUESTIONÁRIO UNIDADE I
Iniciado 22/02/23 11:45
Enviado 22/02/23 11:50
Status Completada
Resultado da
tentativa
5 em 5 pontos  
Tempo decorrido 4 minutos
Resultados exibidos Todas as respostas, Respostas enviadas, Respostas corretas, Comentários, Perguntas
respondidas incorretamente
Pergunta 1
Resposta Selecionada:
b. 
Respostas:
a. 
b. 
c. 
d. 
e. 
Comentário
da resposta:
Como é denominada a forma de governo em que o indivíduo governa como chefe de Estado,
geralmente de maneira vitalícia ou até a sua abdicação?
Monarquia.
República.
Monarquia.
Presidencialismo.
Parlamentarismo.
Anarquia.
Resposta: B
Comentário: a monarquia é uma forma de governo em que o indivíduo
governa como chefe de Estado, geralmente de maneira vitalícia ou até a sua
abdicação. A pessoa que encabeça uma monarquia é chamada de
monarca. Na monarquia, o governo é comandado por uma pessoa, que é
colocada à parte de todos os outros membros do Estado. Existem
monarquias em que o monarca detém poderes políticos ilimitados, porém
existem outras que são constitucionais.
Pergunta 2
UNIP EAD BIBLIOTECAS MURAL DO ALUNO TUTORIAIS
arianne.rocha @aluno.unip.br
CONTEÚDOS ACADÊMICOS
0,5 em 0,5 pontos
0,5 em 0,5 pontos
http://company.blackboard.com/
https://ava.ead.unip.br/webapps/blackboard/execute/courseMain?course_id=_266187_1
https://ava.ead.unip.br/webapps/blackboard/content/listContent.jsp?course_id=_266187_1&content_id=_3161856_1&mode=reset
https://ava.ead.unip.br/webapps/portal/execute/tabs/tabAction?tab_tab_group_id=_10_1
https://ava.ead.unip.br/webapps/portal/execute/tabs/tabAction?tab_tab_group_id=_27_1
https://ava.ead.unip.br/webapps/portal/execute/tabs/tabAction?tab_tab_group_id=_47_1
https://ava.ead.unip.br/webapps/portal/execute/tabs/tabAction?tab_tab_group_id=_29_1
https://ava.ead.unip.br/webapps/portal/execute/tabs/tabAction?tab_tab_group_id=_25_1
https://ava.ead.unip.br/webapps/login/?action=logout
Resposta Selecionada:
d. 
Respostas:
a. 
b. 
c. 
d. 
e. 
Comentário
da resposta:
O século XVII, período em que Locke nasceu e viveu a maior parte de sua vida, foi marcado
pela luta entre a Coroa e o Parlamento na Inglaterra. A Coroa era controlada pela dinastia
Stuart e defensora do absolutismo, e o Parlamento era partidário do sistema sociopolítico e
econômico que defendia a liberdade do indivíduo em todos os aspectos, em especial, na
defesa da propriedade privada, do livre mercado, da mínima intervenção do Estado na vida
dos cidadãos e da igualdade entre eles.
Das alternativas, qual corresponde a esse sistema sociopolítico e econômico?
Liberalismo.
Comunismo.
Socialismo.
Anarquismo.
Liberalismo.
Funcionalismo.
Resposta: D
Comentário: o liberalismo pode ser caracterizado, sinteticamente, como um
sistema sociopolítico e econômico que defende a liberdade do indivíduo em
todos os aspectos, em especial, na defesa da propriedade privada, do livre
mercado, da mínima intervenção do Estado na vida dos cidadãos e da
igualdade entre eles. Os pensadores liberais acreditavam que todo homem
nasce livre para trabalhar onde, como e com o que quiser; e também para
escolher o governo e a religião que quiser.
Pergunta 3
Resposta Selecionada:
a. 
Respostas:
a. 
b. 
c. 
d. 
e. 
Comentário
da resposta:
A democracia que conhecemos atualmente é muito diferente daquela vivida em outros
momentos históricos. Na atualidade, é classificada em democracia direta, semidireta e
representativa.
Relacionado à democracia semidireta, qual das alternativas corresponde ao instituto que tem
suas raízes na Roma Antiga e que atualmente é utilizado para que se conheça a opinião do
povo sobre algum ponto fundamental que se pretende alterar na política de governo?
Plebiscito.
Plebiscito.
Eleição.
Conferência.
Referendo.
Ação popular.
Resposta: A
Comentário: o plebiscito é um instituto que tem suas raízes na Roma Antiga
e tem sido bastante utilizado modernamente, às vezes para obter
previamente a opinião do povo sobre uma futura iniciativa legislativa em
cogitação. Outras vezes, o plebiscito tem sido utilizado para que se
conheça a opinião do povo sobre algum ponto fundamental que se
pretende alterar na política de governo.
0,5 em 0,5 pontos
Pergunta 4
Resposta Selecionada:
c. 
Respostas:
a. 
b. 
c. 
d. 
e. 
Comentário da
resposta:
A República, como fruto de construção histórica de vários povos diferentes, constrói-se de
múltiplas formas e com características singulares em cada sociedade, mas alguns atributos
essenciais podem ser encontrados nas mais diversas experiências republicanas em todo o
mundo e compõem o núcleo central desse sistema político.
Das alternativas, qual corresponde aos atributos essenciais da República?
Temporariedade, eletividade e responsabilidade.
Vitaliciedade, hereditariedade e irresponsabilidade.
Seletividade, continuidade e particularidade.
Temporariedade, eletividade e responsabilidade.
Vitaliciedade, eletividade e irresponsabilidade.
Responsabilidade, hereditariedade e temporariedade.
Resposta: C
Comentário: temporariedade: os governantes são eleitos por um
determinado período de tempo, denominado mandato. Há restrição para
eleições sucessivas, ou seja, a reeleição pode até ocorrer, mas não de
forma indefinida no âmbito do Executivo.
Eletividade: o chefe do governo é eleito pelo povo, sem qualquer chance
de hereditariedade ou alguma outra forma que suplante a escolha pelo
povo.
Responsabilidade: o chefe de governo é responsável por seus atos, seja
no âmbito político, seja no âmbito econômico. Ele deverá prestar contas
de suas decisões e poderá ser fiscalizado sistematicamente.
Pergunta 5
Resposta Selecionada:
e. 
Respostas:
a. 
b. 
c. 
d. 
e. 
Comentário
da resposta:
Das alternativas, qual corresponde ao termo que, aos poucos, passou a ser usado para
designar todo um grupo que começava a se estabelecer como força econômica, a
transformar os meios de produção e que se dedicava às atividades comerciais com o
objetivo de lucro, prática que por muito tempo foi condenada pala Igreja Católica, do ponto
de vista ético?
Burguesia.
Feudalismo.
Liberais.
Aristocratas.
Industriais.
Burguesia.
Resposta: E
Comentário: com as Cruzadas, surgiram as primeiras rotas comerciais
formadas pelos antigos cavaleiros que, ao retornarem à Europa, saqueavam
as cidades orientais e vendiam pelo caminho as mercadorias adquiridas
(joias, tecidos, temperos, armas etc.). Durante esse período, tanto
saqueados como saqueadores e camponeses começam a construir cidades
0,5 em 0,5 pontos
0,5 em 0,5 pontos
protegidas por muralhas, conhecidas como burgos e as pessoas que lá
moravam eram chamadas pelo termo burguês.
Pergunta 6
Resposta Selecionada:
a. 
Respostas:
a. 
b. 
c. 
d. 
e. 
Comentário
da resposta:
Qual o nome do pensador, cujo pensamento político teve como marco fundamental a
separação da virtude política e a virtude moral?
Maquiavel.
Maquiavel.
Aristóteles
Hobbes.
Rousseau.
Locke.
Resposta: A
Comentário: o pensamento político de Maquiavel teve como marco
fundamental a separação entre a virtude política e a virtude moral. Ele é o
principal responsável pela ruptura com as ideias da ação política orientada
pelo sentido divino e, consequentemente, por trazer a política para o campo
exclusivo da ação humana. Essa ruptura com o poder oriundo da Igreja
custou caro para Maquiavel, porque foi da Igreja o uso do termo
maquiavélico associado a tudo que é ruim ou perverso.
Pergunta 7
Resposta Selecionada:
d. 
Respostas:
a. 
b. 
c. 
d. 
e. 
Comentário
da resposta:
Segundo Hobbes, para construir uma sociedade é necessário que cada indivíduo abra mão
de certos direitos para o governo ou outra autoridade a fim de obter as vantagens da ordem
social e estabeleça um acordo mútuo de não aniquilação do outro.
Das alternativas, qual corresponde ao nome desse “acordo” entre os membros da sociedade?
Contrato social.Acordo social.
Democracia social.
Direito social.
Contrato social.
Contrato constitucional.
Resposta: D
Comentário: o contrato social seria um acordo entre os membros da
sociedade, que reconhece a autoridade de um soberano, dono de direitos
iluminados. Esse monarca absoluto seria o único capaz de fazer respeitar o
contrato social e garantir a ordem e a paz na relação entre os indivíduos.
0,5 em 0,5 pontos
0,5 em 0,5 pontos
Para construir uma sociedade é necessário que cada indivíduo abra mão de
certos direitos para o governo ou outra autoridade a fim de obter as
vantagens da ordem social e estabeleça um acordo mútuo de não
aniquilação do outro. Hobbes, John Locke e Jean Jacques Rousseau são os
mais famosos filósofos adeptos do contrato social.
 
Pergunta 8
Resposta
Selecionada:
c.
Respostas: a.
b.
c.
d.
e.
Comentário
da resposta:
“Nasce daqui uma questão: se vale mais ser amado que temido ou temido que amado.
Responde-se que ambas as coisas seriam de desejar. Mas porque é difícil juntá-las, é muito
mais seguro ser temido que amado, quando haja de faltar uma das duas. Porque dos
homens se pode dizer, duma maneira geral, que são ingratos, volúveis, simuladores, covardes
e ávidos de lucro, e enquanto lhes fazes bem são inteiramente teus, oferecem-te o sangue, os
bens, a vida e os filhos, quando, como acima disse, o perigo está longe. Mas quando ele
chega, revoltam-se.”
MAQUIAVEL, N. O príncipe. Rio de Janeiro: Bertrand, 1991.
 
A partir da análise histórica do comportamento humano em suas relações sociais e políticas,
Maquiavel define o homem como um ser:
Guiado por interesses, de modo que suas ações são imprevisíveis e
inconstantes.
Munido de virtude, com disposição nata a praticar o bem a si e aos
outros.
Possuidor de fortuna, valendo-se de riquezas para alcançar êxito na
política.
Guiado por interesses, de modo que suas ações são imprevisíveis e
inconstantes.
Naturalmente racional, vivendo em um estado pré-social e portando
seus direitos naturais.
Sociável por natureza, mantendo relações pacíficas com seus pares.
Resposta: C
Comentário: o escritor florentino Nicolau Maquiavel teve uma importância
inovadora como fundador da política moderna ao separar ética de política.
Maquiavel acreditava que a natureza humana é essencialmente má e os
indivíduos deveriam conseguir ganhos a partir do menor esforço. Como cita
no texto, os homens “duma maneira geral, são ingratos, volúveis,
simuladores, covardes e ávidos de lucro”, portanto, sempre guiados por
interesses.
Pergunta 9
0,5 em 0,5 pontos
0,5 em 0,5 pontos
Resposta
Selecionada:
c.
Respostas: a.
b. 
c.
d.
e. 
Comentário
da resposta:
“Não ignoro a opinião antiga e muito difundida de que o que acontece no mundo é decidido
por Deus e pelo acaso. Essa opinião é muito aceita em nossos dias, devido às grandes
transformações ocorridas, e que ocorrem diariamente, as quais escapam à conjectura
humana. Não obstante, para não ignorar inteiramente o nosso livre-arbítrio, creio que se pode
aceitar que a sorte decida metade dos nossos atos, mas [o livre-arbítrio] nos permite o
controle sobre a outra metade.”
MAQUIAVEL, N. O Príncipe. Brasília: EdUnB, 1979 (adaptado).
Em O Príncipe, Maquiavel refletiu sobre o exercício do poder em seu tempo. No trecho citado,
o autor demonstra o vínculo entre o seu pensamento político e o humanismo renascentista
ao:
Afirmar a confiança na razão autônoma como fundamento da ação
humana.
Valorizar a interferência divina nos acontecimentos definidores do
seu tempo.
Rejeitar a intervenção do acaso nos processos políticos.
Afirmar a confiança na razão autônoma como fundamento da ação
humana.
Romper com a tradição que valorizava o passado como fonte de
aprendizagem.
Redefinir a ação política com base na unidade entre fé e razão.
Resposta: C
Comentário: o texto de Maquiavel se relaciona ao pensamento político
renascentista ao ressaltar o domínio do livre-arbítrio sobre a sorte. Dessa
maneira, Maquiavel apresenta o princípio básico defendido pelos
renascentistas que era a utilização da razão o principal instrumento para
compreender o universo e a natureza.
Pergunta 10
Resposta Selecionada:
a. 
Respostas:
a. 
b. 
(UFSM) “Sem leis e sem Estado, você poderia fazer o que quisesse. Os outros também
poderiam fazer com você o que quisessem. Esse é o ‘estado de natureza’ descrito por
Thomas Hobbes, que, vivendo durante as guerras civis britânicas (1640-60), aprendeu em
primeira mão como esse cenário poderia ser assustador. Sem uma autoridade soberana não
pode haver nenhuma segurança, nenhuma paz.”
LAW, Stephen. Guia Ilustrado
Zahar: Filosofia. Rio de Janeiro: Zahar, 2008.
 
Considere as afirmações:
I- A argumentação hobbesiana em favor de uma autoridade soberana, instituída por um
pacto, representa inequivocamente a defesa de um regime político monarquista.
II- Dois dos grandes teóricos sobre o “estado de natureza”, Hobbes e Rousseau, partilham a
convicção de que o afeto predominante nesse “estado” é o medo.
III- Um traço comum da filosofia política moderna é a idealização de um pacto que
estabeleceria a passagem do estado de natureza para o estado de sociedade.
 
Está(ão) correta(s):
Apenas I.
Apenas I.
Apenas II.
0,5 em 0,5 pontos
Terça-feira, 14 de Março de 2023 18h55min50s GMT-03:00
c. 
d. 
e. 
Comentário da
resposta:
Apenas III.
I e II.
II e III.
Resposta: A
Comentário: Thomas Hobbes foi um grande defensor dos sistemas
monarquistas. Para ele, o rei era a representação do Estado forte e coeso,
capaz de trazer ordem diante da confusão inerente do estado de natureza
do homem natural.
← OK