A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
ORGANIZAÇÃOECOMPETÊNCIA

Pré-visualização | Página 5 de 5

*
*
3ª Exceção – Atividade fora do lugar do contrato: art. 651, § 3º CLT – em se tratando de empregador que promova a realização de atividades fora do lugar do contrato de trabalho, é assegurado ao empregado apresentar reclamação no foro de celebração do contrato ou no da prestação dos respectivos serviços. 
No processo do trabalho não se admite foro de eleição, pois os princípios trabalhistas dizem para se facilitar o acesso do trabalhador à justiça.
O juízo prevento na JT é aquele que mostra a menor numeração na distribuição da ação.
COMPETÊNCIA FUNCIONAL: distribuição de atribuição aos diversos órgãos que compõem a JT: Varas do Trabalho, TRTs e TST. Varas do Trabalho: art. 652 e 653 CLT. TRT: art. 678 CLT. Presidente TRT: art. 682 CLT.
*
*
Dissídios coletivos: se o conflito coletivo estiver dentro da competência de um só TRT, este será o competente para conhecer do dissídio coletivo. Ao contrário, se a controvérsia der-se em território de competência de mais de um TRT, a competência passará a ser do TST.
TST: Lei 7701/88, compete principalmente uniformizar a jurisprudência: julga RR, RO e AI das decisões dos TRTs, dissídios coletivos de natureza nacional, tais como bancários, aeroviários, petroleiros, mandados de seguranças e ações rescisórias, etc.
Conflito de Competência: art. 803 a 810 CLT.