A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
demanda_conceitos

Pré-visualização | Página 1 de 1

*
*
*
Demanda Turística
	Número total de pessoas que viajam ou desejam viajar para desfrutar das comodidades turísticas e dos serviços em lugares diferentes daqueles de trabalho e de residência habitual (Mathieson e Wall, 1982).
	DT = f (Pt, Pi, Y, Tc, G )
	Pt = preços dos serviços turísticos
	Pi = preços dos bens e serviços substitutivos do turismo
	Y = renda do consumidor
	Tc = taxa de câmbio
	G = gosto/motivação do consumidor
*
*
*
PROCESSO DE CONSUMO TURÍSTICO
Renda disponível
	 Gastos Básicos		 Renda disponível
	 Alimentação		Poupança		Consumo livre
	 Vestuário
	 Saúde					 
	 Habitação	
	 Educação				 Turismo	 Outros
*
*
*
FATORES DETERMINANTES
1. FATORES ECONÔMICOS 
 Nível de renda disponível
	 De acordo com o aumento da renda há uma probabilidade do aumento do consumo de produtos turísticos. 
 Nível dos preços
	 O aumento dos preços em um determinado destino turístico implica a diminuição de sua demanda, que tenderá a continuar gastando com o turismo, mas em outro destino.
 Política fiscal e controle dos gastos de turismo
	 O aumento da pressão fiscal nos centros emissores provoca a diminuição da renda disponível para viagens de turismo, produzindo a diminuição da demanda por produtos turísticos.
 Financiamento
	 A possibilidade de financiar as viagens a longo prazo permite ao viajante realizar mais gastos com o turismo e com maior freqüência.
 Taxas de Câmbio
	 Quando a moeda do centro emissor está fortalecida em relação ao dólar, gera uma demanda deste para os centros receptores onde a moeda local está enfraquecida em relação á moeda americana.
*
*
*
FLEXIBILIDADE DA DEMANDA
Em relação à renda disponível
	 	Fr = variação na quantidade demandada
		 variação na renda disponível
		Se Fr > 1 - demanda elástica 
			 o aumento da renda implica no aumento 
			 proporcional à quantidade demandada
		Se Fr < 1 - demanda inelástica = rígida
			 A demanda é pouco sensível ao aumento da renda,
			 o aumento do consumo é proporcionalmente menor.
		Se Fr = 1 – O consumo do turismo aumenta proporcionalmente
			 ao aumento da renda, ou vice-versa.
 
*
*
*
FLEXIBILIDADE DA DEMANDA
Em relação aos preços dos produtos turísticos
		Fp = variação na quantidade demandada
		 variação nos preços dos produtos
		Se Fp > 1 - O aumento dos preços implica na redução de maior 
			 proporção na quantidade demandada
		Se Fp < 1 - A demanda é pouco sensível ao aumento dos 
			 preços. As quantidades demandadas variam pouco
			 ante as fortes mudanças dos preços.
		Se Fp = 1 – O consumo do turismo aumenta proporcionalmente
			 ao aumento dos preços, ou vice-versa.
*
*
*
FATORES DETERMINANTES
2. FATORES SOCIOCUTURAIS DOS CONSUMIDORES
Motivação
	A decisão pelo consumo de um produto turístico é subjetiva do ponto de vista do consumidor, estando diretamente relacionada à:
 Sua atitude ao valorizar, positiva ou negativamente, determinados fatores ou objetos
 Suas percepções
 Sua personalidade
 Suas experiências anteriores
	O risco financeiro na compra de um produto turístico é alto, pois o consumidor adquire um produto intangível, que está distante do seu entorno habitual e que exige um certo planejamento prévio para o consumo.
*
*
*
FATORES DETERMINANTES
2. FATORES SOCIOCUTURAIS DOS CONSUMIDORES
Condicionantes socioculturais
 Faixa etária
 Profissão
 Tipo de ocupação / emprego
 Nível de escolaridade
 Status
Tempo de lazer
Costumes de épocas de viagens = sazonalidade
Crenças ideológicas, religiosas ou políticas
Fatores políticos
Fatores demográficos
 Grau de urbanização das áreas emissoras
 Nível de desemprego
 Índice de natalidade
 Índice de envelhecimento
*
*
*
PROCESSO DE TOMADA DE DECISÃO DA COMPRA DE PRODUTOS TURÍSTICOS
1. Necessidades ou desejos a satisfazer
2. Alternativas existentes para satisfazer as necessidades e desejos
3. Coleta de dados: custos, distâncias, características socioculturais dos centros receptores, situação ´políticas, etc.
4. Composição dos custos
5. Definição concreta do tipo de produto que deseja consumir
6,. Previsão das conseqüências
7. Análise da relação custo-benefício
8. Decisão final
9. Consumo
	Importante: a imagem do destino turístico existente na mente do consumidor é decisiva durante o processo de tomada de decisão.
*
*
*
Psicocêntricos 
Alocêntricos
Mesocêntricos
Perfil Psicográfico do Consumidor do Produto turístico
Plog (1974)
Semi-alocêntrico
Semi-psicocêntrico
*
*
*
Auto-realização
Auto estima
Amor 
Segurança
Necessidade fisiológicas
HIERARQUIA DAS NECESSIDADE HUMANAS
MASLOW 91970)
*
*
*
Jovem solteiro
Terceira idade
Meia idade 
REALAÇÃO TEMPO DISPONÍVEL X RENDA DISPONÍVEL
Tempo
disponível
Renda
disponível
*
*
*
FATORES DETERMINANTES
3. FATORES ALEATÓRIOS / CONJUNTURAIS
	
Crises políticas
 Guerras
 Cataclismos: terremotos, tsunamis, vulcões, etc.