A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
27 pág.
LIVRO TEXTO   UNIDADE II   PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO   CICLO VITAL

Pré-visualização | Página 1 de 9

80
Unidade II
Re
vi
sã
o:
 L
ea
nd
ro
/T
at
ia
ne
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: F
ab
io
 -
 2
2/
09
/1
1 
- 
2ª
 R
ev
isã
o:
 T
at
ia
ne
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: J
ef
fe
rs
on
 -
 2
9/
09
/1
1
Unidade II
Nessa segunda Unidade, vamos estudar a passagem da primeira etapa para a segunda etapa da 
vida, desde a adolescência até o período adulto do desenvolvimento humano, finalizando com o 
envelhecimento e a morte.
5 O DESENVOLVIMENTO NA ADOLESCÊNCIA
5.1 Desenvolvimento físico do adolescente de 12 a 18 anos
“(... O espelho...) Aquele era seu pior inimigo. O mais cruel, o mais cínico, o mais sem piedade. Um 
inimigo que falava a verdade”.
A adolescência tem sido um tema de grande interesse na sociedade contemporânea. As 
características dessa fase, tanto biológicas quanto psicológicas, têm sido descritas em inúmeras 
obras e por diversos autores. Nesse sentido, é preciso fazer uma distinção entre a puberdade e a 
adolescência, como ponto de partida para o início dessa discussão, pois tais processos, embora 
intimamente ligados, não devem ser confundidos, porque não são exatamente simultâneos e em 
alguns aspectos chegam a ser completamente independentes. 
Assim, primeiramente, é importante que se faça distinção entre puberdade e adolescência. 
Puberdade está ligada às modificações biológicas que se passam nessa fase, assinaladas por 
dois tipos gerais de mudanças físicas: o primeiro é relativo ao aumento no peso, na altura, na 
gordura e nos músculos corporais e o segundo está ligado à maturação sexual e ao desenvolvimento 
das características sexuais secundárias (como pelos faciais e corporais e o crescimento dos seios 
nas meninas, entre outros). Um indício de amadurecimento sexual na puberdade para os meninos 
é a produção de espermatozoides vivos e para as meninas é a menarca, isso ocorre em termos 
médios por volta dos 12 aos 15 anos.
Nessa fase há o estirão do crescimento, os púberes podem crescer de 7 a 15 centímetros por ano 
e também ganhar muito peso rapidamente. Alguns indivíduos, inclusive, sentem muitas dores devido ao 
crescimento acelerado, a chamada dor do crescimento. 
O corpo do púbere e do adolescente não cresce de forma homogênea: as mãos e os pés 
crescem antes, até atingir o tamanho final, a seguir vêm os braços e as pernas. Portanto, o corpo 
do indivíduo passará por várias transformações até o final da adolescência (GERRIG; ZIMBARDO, 
2005).
81
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO: CICLO VITAL
Re
vi
sã
o:
 L
ea
nd
ro
/T
at
ia
ne
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: F
ab
io
 -
 2
2/
09
/1
1 
- 
2ª
 R
ev
isã
o:
 T
at
ia
ne
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: J
ef
fe
rs
on
 -
 2
9/
09
/1
1
Figura 24 – Signo do espelho
 Lembrete
Para Wallon (apud ALMEIDA; MAHONEY, 2000), o adolescente se sente 
desorientado com essa mudança, por isso examina-se constantemente no 
espelho; a isso ele chamou de signo do espelho.
A adolescência diz respeito às transformações psicossociais que acompanham o processo biológico. 
No entanto, o início da adolescência pode coincidir ou não com a puberdade. Há casos em que a 
puberdade antecede a adolescência, quando, por exemplo, um indivíduo tem o corpo completamente 
desenvolvido, mas ainda pensa e age como criança; ou o contrário, há casos em que a adolescência 
antecede a puberdade, quando, por exemplo, uma garota sofre intensamente porque já pensa como 
uma adolescente e age como adolescente, mas seu corpo é de menina, muitas vezes, acha que os seus 
seios nunca se desenvolverão ou nunca menstruará etc. (OSÓRIO, 1992).
As alterações físicas da puberdade são inter-relacionadas com os outros aspectos psicossociais 
do desenvolvimento e tendem a fazer com que os adolescentes destinem uma grande atenção à sua 
aparência física. As transformações físicas e a importância da aceitação por parte dos outros fazem com 
que o adolescente se preocupe demasiadamente com a sua imagem corporal. 
 Observação
As mudanças fisiológicas femininas na adolescência são: crescimento 
dos seios, crescimento dos pelos pubianos, crescimento corporal, menarca, 
82
Unidade II
Re
vi
sã
o:
 L
ea
nd
ro
/T
at
ia
ne
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: F
ab
io
 -
 2
2/
09
/1
1 
- 
2ª
 R
ev
isã
o:
 T
at
ia
ne
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: J
ef
fe
rs
on
 -
 2
9/
09
/1
1
pelos axilares, aumento na produção das glândulas sebáceas e sudoríparas 
(o que pode causar acne).
O final da puberdade se caracteriza pelo amadurecimento gonodal e o fim do crescimento esquelético, 
o que ocorre em torno dos 18 anos.
Já o final da adolescência não é tão claramente demarcado, porque está inter-relacionado com 
fatores socioculturais. De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), adolescente é o 
indivíduo que tem idade entre 12 e 18 anos.
Segundo Osório (1992), para o indivíduo finalizar a adolescência, deve preencher as seguintes 
condições: estabelecimento de uma identidade sexual e possibilidade de estabelecer relações afetivas 
estáveis; capacidade de assumir compromissos profissionais e manter-se (independência econômica); 
aquisição de um sistema de valores pessoais; relação de reciprocidade com a geração precedente 
(sobretudo com os pais). Em termos etários, isso ocorreria por volta dos 25 anos na classe média dos 
grandes centros brasileiros, com variações para mais ou para menos de acordo com as condições 
socioeconômicas da família do adolescente.
Exemplo de aplicação
Levante informações por meios tradicionais ou eletrônicos sobre a universalização do início da 
puberdade para todos os povos. Cabe destacar que, segundo Osório (1992), em condições de normalidade 
física, a puberdade tem seu início cronológico coincidente em todos os povos e latitudes, com raríssimas 
exceções, como, por exemplo, os pigmeus, que são púberes aos 8 anos de idade e cuja expectativa de 
vida também é bem menor do que no restante da espécie humana.
Analise a seguinte situação: Maria completou 11 anos de idade há três meses e acaba de menstruar 
pela primeira vez. Sua mãe está preocupada, visto que além do início da menstruação Maria vem 
apresentando outras mudanças corporais: aumento dos seios e aparecimento de pelos pubianos. A mãe 
acredita que a menina está atravessando a puberdade precocemente, pois em si mesma só observou 
mudanças corporais semelhantes às da filha no final de seus 13 anos de idade.
Como você explicaria para a mãe de Maria o que está acontecendo com sua filha?
Maria e sua mãe desenvolveram-se de modo saudável, pois a puberdade, de maneira geral, pode 
ocorrer entre os 6 e 16 anos (ou 16,5) de idade. E a menarca, em média, aparece entre os 10 e 16 
(ou 16,5) anos de idade. É importante destacar que a puberdade se trata de um fenômeno universal, 
portanto é possível delimitar com exatidão o seu início, como nos casos de Maria e sua mãe. No entanto, 
não seria possível fazer o mesmo no que diz respeito ao fenômeno da adolescência, uma vez que este 
depende do contexto sociocultural no qual o sujeito está inserido.
83
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO: CICLO VITAL
Re
vi
sã
o:
 L
ea
nd
ro
/T
at
ia
ne
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: F
ab
io
 -
 2
2/
09
/1
1 
- 
2ª
 R
ev
isã
o:
 T
at
ia
ne
 -
 D
ia
gr
am
aç
ão
: J
ef
fe
rs
on
 -
 2
9/
09
/1
1
5.2 Desenvolvimento cognitivo do adolescente de 12 a 18 anos
O desenvolvimento cognitivo do final da infância à fase adolescente se caracteriza pelas seguintes 
mudanças: de esquemas conceituais e operações mentais referentes a objetos e situações concretas 
para a formação de esquemas conceituais abstratos (amor,