Aula_Graficos_Leis_de_Potencia
19 pág.

Aula_Graficos_Leis_de_Potencia

Disciplina:Física Experimental I2.115 materiais25.033 seguidores
Pré-visualização1 página
Tabelas, gráficos e
leis de potência

Tabelas, gráficos e leis de potência

Exemplo de uma tabela

Gráficos
O gráfico deve apresentar:
1) O título, com uma breve descrição do que trata o gráfico;

2) Uma legenda para cada eixo, indicando quais valores estão sendo ali colocados, qual
a sua unidade e, se for necessário, a potência de 10 pela qual os valores da escala
devem ser multiplicados;

3) Uma escala para cada eixo:
 (a) usando valores com intervalos regulares entre si;
 (b) com valores fáceis de serem lidos, como múltiplos inteiros por exemplo;
 (c) os dois eixos não precisam ter a mesma origem e nem a mesma escala
numérica

4) Evite ligar os pontos !!!!! (só para guiar olhos ou comparar com modelos)

5) Nunca coloque os valores dos pontos no gráfico  Para isso há a tabela!!!

6) Os pontos das medidas deverão aparecer com respectivas barras de erro;

7) Se forem usadas abreviações, estas devem ser explicadas no texto ou no próprio
gráfico.

Exemplo de gráficos

Histogramas
Histograma é um gráfico de frequências. Nele representa-se a
frequência no eixo y e os intervalos no eixo x. Veja o exemplo
da figura abaixo...

Histograma Normalizado  Divide-se o histograma por sua
área  Distribuição de Probabilidades !!

Exemplo de histograma
Distribuição de possíveis fontes de raios cósmicos em função
distância (em Mpc  1 pc = 31×1012 km )

Gráficos Logarítmicos

Gráficos Logarítmicos

Vários pontos juntos
“embaralhados”

Escala log-log

Repare nas escalas
nos eixos!!!!

Escala log-log

Repare nas escalas
nos eixos!!!!

Pontos separados,
favorecendo a
visualização

Leis de Potência

É difícil visualizar a relação entre as variáveis usando somente a
tabela  Para facilitar a visualização, construímos um gráfico...

Leis de Potência

Quando uma das grandezas medidas (s) depende da outra (t) elevada
a certa potência (n), dizemos que s segue uma lei de potência: s = ktn
 Como determinar k e n ???

Linearização de uma lei de potência

Tiramos o logaritmo de ambos os lados da equação:

Identificamos esta equação com a equação de uma reta (y = a + bx),
se fizermos y=log(s) e x = log(t)

O coeficiente linear A dá a constante de proporcionalidade k da
lei de escala: log(k) = A  k = 10A. O coeficiente linear
corresponde ao valor de y quando x = 0.

(coeficiente angular)

Linearização de uma lei de potência

Para calcular os valores de k e n, podemos fazer o gráfico de
log (s) vs log(t) em escala linear ou o gráfico de s vs t em escala
log-log.

Log (s) x log (t) em escala linear

Método gráfico
para obter k e n

(tangente da reta)

s vs t em escala log-log

e quando já conhecemos o
expoente n da lei de escala?

Resumindo...