Resumos revalida
50 pág.

Resumos revalida


DisciplinaMedicina Interna I171 materiais4.598 seguidores
Pré-visualização50 páginas
e
antipneumocócica
polivalente 23 cada 5
anos.
6ª : Reabilitação
pulmonar: esteira e
bicicleta
7ª : Oxigenoterapia
domiciliar: indicado de
acordo com a gasometria:
* PaO2 \u2264 55 ou SatO2 \u2264
88% em repouso
* PaO2 entre 55 e 60 +
policetemia (Ht >55%) ou
Cor Pulmonale ou
Hipertensão pulmonar
OBS: O2 a baixo fluxo (1-3
L/min) durante 15 hrs por
dia. O objetivo é manter
PaO2\u2265 60  mmHg  e  SatO2  \u2265  
90%.
8ª : Cirurgia de
Bulectomia
9ª : Cirurgia
Pneumorredutora (
cirurgia de Brantigan):
DPOC grau III e IV
10ª : Transplante de
Pulmão

51

DOENÇAS RESTRITIVAS

PNEUMOPATIAS INTERSTICIAIS DIFUSAS: compreende um grande grupo de doenças pulmonares , caracterizada pelo acometimento DIFUSO e
BILATERAL dos septos alveolares, que levam FIBROSE. - Padrão na Tomografia Computadorizada do infiltrado pulmonar: inicialmente
caracteriza-se por uma alveolite ( VIDRO-FOSCO) , e já na fase crônica com fibrose ( FAVEOLAMENTO PULMONAR), que são alterações já
irreversíveis. - Espirometria: PADRÃO RESTRITIVO. - Clinica: dispneia aos esforços, tosse seca

- Quais são os Medicamentos associados ao surgimento de doença intersticial Pulmonar? Nitrofurantoina, MTX, amiodarona, blomicina,
ciclofosfamida, bussulfan, procarbazina, fenitoina, AINES e sais de ouro.

PRINCIPAIS PNEUMOPATIAS INTERSTICIAIS DIFUSAS
FIBROSE PULMONAR
IDIOPÁTICA

PNEUMONITE POR
HIPERSENSIBILIDADE

SX. PULMONARES
EOSINOFÍLICAS

GRANULOMATOSE DE
CÉLULAS DE
LANGERHANS

SX. HEMORRAGICAS
PULMONARES

- idade: 40-60 anos
- dispneia lentamente
progressiva, com
estertores creptantes
(\u201cem  velcro\u201d) nas
BASES pulmonares,
no RX infiltrado
reticular bibasal.
-TC: infiltrado em
vidro fosco e
faveolamento .
OBS: o FAN é (+) em
25% dos casos.
DX: PADRÃO-OURO:
BIOPSIA pulmonar.
TTO: predinisona +
drogas
imunossupressoras.
- Prognostico ruim.

- associada a exposição
prolongada ou aguda a
agentes inorgânicos ou
orgânicos, causando aveolite
granulomatosa.
-Ex: pulmão do fazendeiro (
exposição ao feno); pulmão
do criador de pássaros
(penas de aves); pulmão do
ar condicionado , pulmão da
sauna e bagassose (
exposição a cana de açúcar),
fungos ou bactérias
termofilicas.
- O TABAGISMO é fator de
PROTEÇÃO!!!
- RX: infiltrado
reticulonodular ou nodular
difuso.
-TC: infiltrado nodular
broncogênico

- caracterizada por infiltrado
pulmonar eosinofílico.
EX:
1)- Arpergilose
Broncopulmonar alérgica
2) Sx. De LOEFFLER:
infiltrado migratório em
ambos os pulmões ricos em
eosinofilia. Pode esta
associado a parasitas
intestinais.
Quais são os parasitas
associados: SANTA.
* Strongyloides stercoralis
* Ancylostoma duodenale
* Necator americanus
* Toxocara canis
* Ascaris lumbricoides
3) Pneumonia Eosinofilica
aguda: febre alta, tosse e
infiltrado pulmonar que

Antigamente conhecida
como Histiocitose X.
- idade: 20-30 anos, +
sexo \u2642.
- TABAGISMO é fator de
RISCO em 90% dos casos
- marcado por episódios
de pneumotórax
recorrente ( por ruptura
de cistos) e hemoptise.
- RX: infiltrado
reticulonodular 2/3
superior e com múltiplos
cistos medindo 0,5 a 1
cm.
- DX: PADRÃO-OURO:
biopsia, revela infiltrado
granulomatoso e células
com grânulos de BIRBECK
( células de langerhans).
- é comum associação

Inclui:
1) SX. DE GOODPASTURE: é
uma doença automune
marcada pela formação de
anticorpos antimembrana
basal alveolar e glomerular.
Mais comum é jovens do
sexo \u2642.
- Clinica: síndrome pulmão-
rim recorrente: hemoptise
e glomerulonefrite
rapidamente progressiva.
2) HEMOSSIDEROSE
PULMONAR IDIOPÁTICA:
Acomete mais crianças e
adolescentes.
-Clinica: hemoptises
recorrentes e infiltrado
alveolar.

52

- Padrão-histopatologico:
nódulos granulomatosos.
- Bom prognostico.

NÃO responde a ATB.
4) Pneumonia eosinofilica
Crônica
5) sx. Hiperinofilica
6) angeite de Churg- Srauss.

com doença óssea.

PNEUMOCONIOSES SILICOSE ASBESTOSE
São doenças causadas
pela inalação de poeira
ou partículas < 10 mm de
determinadas substancias
geradas no ambiente de
trabalho. Dentre as
pneumoconioses as mais
cobradas são a asbestose
e silicose.
* diagnostico: Historia
clinica e ocupacional com
período de latência
compatível + exames de
imagens alterado.
BISSINOSE é o conjunto
de lesões da arvore
respiratória devido a
poeira de?
ALGODÃO.

É a pneumoconiose + comum no BRASIL e em todo
mundo!!!.
- Agente causador: trabalhos que envolvam AREIA e
CERÂMICA. Ex: jateamento de areia; pedreiras,
mineração, corte de pedras, atividades de escavações
de tuneis, poços.
- Período de exposição: mínimo 10 anos, em média 20-
30 anos.
- Clinica: dispneia leve a moderada.
- RX: múltiplos nódulos que dão origem a um infiltrado
nodular difuso maior ( nódulo silicótico) nos 2/3
SUPERIORES. Dentro destes nódulos, no centro estão
as partículas de sílica que podem ser demonstradas por
luz polarizada, que com o tempo evolui pra fibrose e
cor pulmonale.
Pode ter calcificação com aspecto de CASCA de OVO.
- DIAG: historia clinica e ocupacional + exame de
imagem (RX)
- Associação de SILICOSE + TBC: silicotuberculose.
OBS: a silicose pulmonar aumenta em ate 30 X o risco
de TBC.
O QUE É SX. DE CAPLAN?
é uma síndrome associada a presença de nódulos
periféricos reumatoides no RX, com Fator reumatoide
(+), associada a silicose / pneumoconiose dos minerais
de carvão.

Doença de caráter progressivo e irreversível.
- Agente causador: fabricação de cimento, telha de
amianto, caixa  d\u2019água,  freios  ou  tubulações  e  materiais  de  
fricção, produtos têxteis ( luvas, mangueiras, forração de
roupa. A exposição também ocorre na construção ou na
demolição de prédios.
- Período de exposição: > 15 anos
- Clinica: dispneia aos esforços, tosse seca, que evolui pra
dispneia em repouso, hipoxemia e cor pulmonale.
- RX: opacidades irregulares predominando nos campos
INFERIORES e formações de placas de calcificações que
contem cálcio que aparece como áreas hipotransparentes
ou espessamento pleural e atelectasia redonda.
- Associado a MESOTELIOMA PLEURAL ( tumor maligno
raro, associado a exposição prolongada ao abesto).
Principal sintomas do Mesotelioma: dor torácica NÃO
pleurítica + dispneia e tosse seca.
Principal achado no RX é o derrame pleural unilateral de
grande monta.
- a Asbestose aumenta o risco de CARCINOMA
BRONCOGÊNICO em cerca de 5 X.

53

SARCOIDOSE CLÍNICA DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
É uma doença sistêmica
caracterizada pela formação
de GRANULOMAS NÃO
CASEOSO em diversos
órgãos, alterando a
organização de suas
estruturas teciduais O
pulmão é o órgão mais
afetado (90%) e também o
olho.
OBS: toda vez que no
enunciado tiver
linfadenopatia hiliar bilateral
e PPD ( -), a 1ª opção de
resposta é SARCOIDOSE.
EPIDEMIOLOGIA:
- prevalente entre 20 e 40
anos.
- mais em \u2640 negras.
ETIOLOGIA:
Resposta imunológica
anormal envolvendo o
linfócito T helper.
Cerca de 60% dos pacientes
apresentam remissão em até
10 anos do diagnostico. A
mortalidade é baixa, menos
de 5%.

Pode ser forma assintomática, aguda ou crônica.
* assintomática: costuma ser uma achado em RX de rotina, apresentando
LINFADENOPATIA HILIAR BILATERAL simétrica com ou sem infiltrado.
* AGUDA existe 2 síndromes características da forma aguda:

- SX. De LOEFGREN - SX. HEERFORDT-
WALDENSTROM

- Uveíte
- Eritema nodoso
- RX de adenopatia bilateral
- Artrite periférica aguda ou

poliartralgia

- \u2191 da parótida
- Uveíte anterior
- Paralisia do nervo facial
bilateral.

 - febre
* CRÔNICA: a forma insidiosa é a que mais evolui para cronicidade com
lesão permanente de órgão e pulmão.
* acometimento
Eduardo
Eduardo fez um comentário
Alguém tem algum conteúdo sobre síndrome edemigênica?
0 aprovações
Dara
Dara fez um comentário
Se alguem puder me mandar por email por favor!! darabtt@gmail.com
0 aprovações
Rodrigo
Rodrigo fez um comentário
por favor, quando puder envie para meu email rdemarque1979
0 aprovações
Pedro  Henrique
Pedro Henrique fez um comentário
Olá Paulo, poderia me enviar por email. phpelis Obrigado!
0 aprovações
Carregar mais