Acreditação
3 pág.

Acreditação


DisciplinaAcreditação Hospitalar77 materiais587 seguidores
Pré-visualização1 página
Aluno: RAFAELA MIGUEL DE SOUSA
	Matrícula: 201408406594
	Disciplina: SDE0631 - ACREDITAÇÃO 
	Período Acad.: 2017.1 EAD (GT) / EX
	
Prezado (a) Aluno(a),
Você fará agora seu EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO! Lembre-se que este exercício é opcional, mas não valerá ponto para sua avaliação. O mesmo será composto de questões de múltipla escolha (3).
Após a finalização do exercício, você terá acesso ao gabarito. Aproveite para se familiarizar com este modelo de questões que será usado na sua AV e AVS.
	
	
		1.
		Para que seja possível uma efetiva produção de bens e serviços com qualidade, é preciso que sejam inicialmente considerados dois elementos fundamentais que estudamos na aula. Nas alternativas a seguir indique a ùnica que contém um destes elementos:
	
	
	
	
	
	o entendimento dos fluxos de acesso dos pacientes aos serviços , ao longo do tempo e a dimensão das filas de espera de atendimento
	
	 
	o conhecimento do processo de evolução da qualidade através do tempo, o que favorece a compreensão acerca de sua importância
	
	
	o custo do processo de qualidade
	
	
	a quantidade de pessoas envolvidas no processo de qualidade
	
	
	a quantidade de procedimentos realizados com sucesso na organização em um determinado periodo de tempo, considerando a expectativa de pacientes que deveriam ter sido atendidos.
	
	
	
		2.
		Para que seja possível uma efetiva produção de bens e serviços com qualidade, é preciso que sejam inicialmente considerados dois elementos fundamentais que estudamos na aula. Nas alternativas a seguir indique a ùnica que contém um destes elementos:
	
	
	
	
	
	o escopo de procedimentos que desejamos oferecer
	
	
	a visualização do numero de procedimentos que realizamos em um determinado serviço
	
	
	o risco de não atendermos todos que buscam assistência
	
	 
	O entendimento do que é qualidade, ou seja, de um conceito que possa esclarecer suas características e seus objetivos.
	
	
	a percepção de quanto custa a qualidade
	
	
	
		3.
		A II Guerra Mundial exigiu um aumento de produção em diversas áreas fabris, bem como em atividades relacionadas à área de saúde. Mas a mão de obra disponível naquele contexto não estava preparada para as necessidades reais. Assim, em relação à qualidade e em um primeiro momento , podemos afirmar que:
	
	
	
	
	 
	aumentaram as atividades de controle e inspeção
	
	
	as organizações buscaram rapidamente obter certificações de qualidade no mercado
	
	
	a preocupação com a qualidade reduziu-se drasticamente
	
	
	a qualidade voltou-se apenas para os projetos, pois de nada adiantava implementar qualidade na operação das organizações pois as pessoas não estavam capacitadas
	
	
	foram instituidas premiações para as organizações que alcançassem a excelência no atendimento
	
	
	
		4.
		Nos anos 1930, nos Estados Unidos, o estatístico Walter Shewhart desenvolveu nesse sentido um sistema capaz de medir as variações encontradas na produção de bens e serviços. Seu sistema ficou conhecido como controle estatístico de processo (CEP).   A partir desse momento histórico se consolida, então, uma nova era para a qualidade. Indique nas alternativas a seguir a única que contém esta ERA:
	
	
	
	
	
	Era do conhecimento
	
	
	Era da Informação
	
	 
	o surgimento do setor de controle de qualidade
	
	
	Era na qual não precisávamos de parâmetros para atestar a qualidade
	
	
	do controle individual da qualidade pelo artesão
	
	
	
		5.
		A Qualidade foi sendo desenvolvida através de etapas que foram chamadas ERAS. Qual dos itens descre as características da Era da Gestão da Qualidade Total ?
	
	
	
	
	
	Propõe uma abordagem que torna mensurável a qualidade de produtos e serviços, correlacionando-a aos custos de retrabalho, mão-de-obra para o reparo, perdas financeiras associadas a insatisfação do consumidor, entre outro fatores, definidos como evitáveis.
	
	 
	Os gestores reconhecem o impacto da Qualidade no sucesso competitivo da empresa, passando a merecer a sua atenção rotineira e integrando-se na gestão estratégica do negócio.
	
	
	A atividade produtiva era artesanal e em pequena escala.
	
	
	O controle inicia-se na elaboração do projeto e termina, somente, quando o produto está nas mãos do consumidor, que fica satisfeito.
	
	
	Matéria prima, operador e equipamento são algumas das fontes de variabilidade (causas) que podem apresentar variações no seu desempenho e característica e, portanto, afetar o produto (efeito).
	
	
	
		6.
		A Qualidade evoluiu até nossos dias essencialmente através de Eras, dentro das quais a arte de obter Qualidade assumiu formas distintas. Qual das descrições caracteriza a Era do Controle Estatistico de Processo ?
	
	
	
	
	
	Reconhecimento de que a Qualidade dos produtos é difícil de ser alcançada se o trabalho for feito de maneira isolada.
	
	
	Os artesãos e artífices eram os responsáveis pela construção de qualquer produto e por sua Qualidade final.
	
	
	Seu enfoque valoriza prioritariamente os clientes e a sua satisfação como fator de preservação e ampliação da participação no mercado.
	
	
	Foi atribuida ao inspetor a responsabilidade pela qualidade do trabalho.
	
	 
	Foi o primeiro a reconhecer a variabilidade, segundo nível de complexidade, como inerente aos processos industriais
	
	
	
		7.
		As crises econômicas e incertezas dos anos 70 e 80 ajudaram a consolidar a gestão da qualidade, um dos principais desafios deste período era:
	
	
	
	
	
	a inspeção por amostragem surge como uma nova forma de verificar qualidade
	
	 
	conciliar redução de custos com manutenção da satisfação dos clientes
	
	
	a preocupação com a qualidade reduziu-se drasticamente, visto que não ajudavam mais a gerenciar as crises existentes
	
	
	incorporar novas técnicas para a gestão da qualidade, pois as todas as existentes já estavam completamente obsoletas
	
	
	aumentaram as atividades de controle e inspeção como única forma de melhoria qualitativa dos processos
	
	
	
		8.
		Após a II Guerra Mundial (nos anos 50/60). a ideia de estruturação de sistemas de qualidade já estava amadurecida.Assim, em relação à qualidade , e considerando a influencia japonesa, altamente disciplinada, podemos afirmar que:
	
	
	
	
	
	aumentaram as atividades de controle e inspeção
	
	
	a preocupação com a qualidade reduziu-se drasticamente
	
	
	a qualidade voltou-se apenas para os projetos, pois de nada adiantava implementar qualidade na operação das organizações pois as pessoas não estavam capacitadas
	
	
	iniciou-se a inspeção por amostragem como nova forma de verificar qualidade
	
	 
	foram incorporadas novas técnicas para a gestão da qualidade