sucessões av parcial
5 pág.

sucessões av parcial


DisciplinaDireito Civil VII200 materiais1.388 seguidores
Pré-visualização1 página
Avaiação Parcial: CCJ0147_SM_201409033023 V.1 
	 
	Aluno(a): REMENSON CARDOSO NASCIMENTO
	Matrícula: 201409033023
	Acertos: 9,0 de 10,0
	Data: 16/10/2017 19:49:08 (Finalizada)
	
	 1a Questão (Ref.: 201409804244)
	Acerto: 0,0  / 1,0
	(Questão 22 124º Exame OAB-SP) Antônio, viúvo, faleceu, nomeando, em seu testamento, para seu filho, tutor domiciliado em Paris, França. O Inventário foi requerido no último domicílio do autor da herança, em São Paulo, Brasil, tendo o juiz admitido a validade jurídica da tutela testamentária. Nesse caso,
		
	 
	a nomeação é válida e o tutelado terá que se domiciliar em Paris, com o tutor.
	 
	a nomeação é válida e o tutor terá que exercer a tutela no Brasil.
	
	a nomeação é anulável, podendo o juiz nomear um tutor dativo, domiciliado no Brasil.
	
	a nomeação é válida e o tutor exercerá a tutela em Paris, estando o tutelado em São Paulo.
		
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201409119612)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	No que tange às espécies de sucessões, marque a alternativa correta:
		
	 
	A herança é a sucessão a título universal e somente pode versar sobre patrimônio.
	
	A herança legítima ocorre em regra, sendo a sucessão testamentária suplementar e subsidiária.
	
	O legatário é uma espécie de herdeiro, o qual somente sucede em coisa certa, específica.
	
	Tanto o legado quanto a herança podem ocorrer na sucessão legítima e testamentária.
		
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201409119623)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Considerando que Sandro nomeou o filho de Renata como seu único herdeiro, marque a alternativa correta:
		
	 
	Ainda que nasça após 2 anos da abertura da sucessão, a criança poderá herdar mesmo assim.
	
	Não importa o tempo, tem de ser cumprida a vontade do testador, pois está configurado fideicomisso.
	
	Se houver herdeiros legítimos, a criança receberá apenas metade da herança.
	
	A criança herdará apenas se estiver viva ou concebida ao tempo da abertura da sucessão.
		
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201409119620)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Maria, José, Antônio e Pedro precisam de dinheiro para cobrir despesas pessoais. Como o pai dos quatro faleceu, resolveram ceder os direitos hereditários do imóvel mais valioso da herança a um terceiro. Considerando o contrato a ser celebrado, marque a alternativa correta:
		
	 
	Em razão da natureza jurídica da herança, o contrato é ineficaz.
	
	É necessária a autorização do cônjuge do herdeiro para ceder seus direitos, salvo se não houver comunicação pelo regime de bens.
	
	O contrato de cessão é válido e eficaz, desde que celebrado por instrumento público.
	
	O negócio jurídico depende de autorização judicial e a participação de todos os herdeiros.
		
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201409117341)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	(Questão 26 119º Exame OAB-SP) Caso sejam nomeados herdeiros: "A" com 1/6 da herança, "B" com 2/6 e "C" com 3/6, sendo substitutos entre si, se "A" não aceitar a herança, sua quota será dividida entre "B" e "C", na mesma proporção fixada na primeira disposição, isto é, "B" receberá duas partes dela e "C", três. Nesta hipótese, temos:
		
	 
	substituição recíproca.
	
	substituição ordinária plural.
	
	substituição ordinária singular.
	
	substituição compendiosa.
		
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201409119629)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Milton morreu em 05/09/2008 ab intestato, deixando dois filhos, Débora e Mário. Este, tão logo soube do falecimento de seu pai, morreu imediatamente, deixando um herdeiro, Carlos. Em transmissão de seu pai, Carlos aceita a sucessão do seu avô, Milton. Isto posto, marque a alternativa correta:
		
	 
	Carlos aceitou tacitamente a suceder seu pai, na medida em que agiu como seu herdeiro ao manifestar aceitação da sucessão do seu avô.
	
	Não se pode dizer se Carlos sucederá seu pai, haja vista a possibilidade de haver adstrição a alguma condição suspensiva.
	
	Carlos pode aceitar suceder seu avô e renunciar a sucessão do seu pai, pois são duas sucessões completamente diferentes.
	
	É nula a aceitação de Carlos quanto à sucessão do seu avô, visto dever manifestar expressamente a sucessão de seu pai primeiro.
		
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201409119625)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Miguel dispôs seus bens em favor do filho que teve com a amante, sendo que o testamento foi escrito pela avó materna da criança. Considerando haver filhos concebidos no casamento, marque a alternativa correta:
		
	
	Ainda que existam outros filhos, não há vício algum quanto à nomeação testamentária.
	
	Nenhuma das opções
	
	Não se pode nomear apenas um filho em testamento porque todos têm de receber o mesmo quinhão.
	 
	A disposição seria válida se o testamento tivesse sido escrito por alguém que não tivesse relação com a criança.
	
	Trata-se de pessoa interposta, pelo que jamais seria válida a disposição testamentária.
		
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201409119618)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Marcos, Alberto, Carla, José e Paulo são irmãos e herdeiros da mãe falecida. Marcos deseja transferir seus direitos sucessórios para Carla onerosamente, tendo garantido a preferência também a Alberto e Paulo. Diante disso, marque a alternativa correta:
		
	
	Nenhuma das opções
	 
	José poderá impugnar a cessão porque não lhe foi oferecido o quinhão de Marcos.
	
	O negócio jurídico depende do deferimento do juiz da sucessão.
	
	A cessão está perfeita, desde que o preço e as condições oferecidas a todos tenham sido iguais.
	
	Não havia necessidade de se conferir preferência porque não se trata de condomínio.
		
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201409813900)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	(Questão 12 29º Exame OAB-RJ) Maria Braz da Silva, casada pelo Regime da Comunhão Universal de Bens com Eduardo da Silva, morreu em 17 de novembro de 2005, deixando considerável patrimônio em bens imóveis e obras de arte. Maria Braz da Silva tem uma neta, Júlia, com três anos de idade, filha de seu filho, Lucas, pré?morto. Quando da abertura do Processo de Inventário dos bens por ela deixados, foi apresentado um Testamento Público datado de 10 de março de 2003, em que é apontada como sua sucessora, Ana, sua afilhada, para quem dispôs 30% de sua parte disponível. Eduardo da Silva contestou tal disposição testamentária e atravessou uma petição onde afirma ser herdeiro necessário de sua esposa, segundo a lei civil brasileira vigente. Analise e responda:
		
	
	Júlia e Eduardo são herdeiros necessários de Maria;
	
	Eduardo não tem qualquer direito aos bens deixados por Maria nem meação, nem herança;
	 
	Eduardo é meeiro de Maria.
	
	Eduardo é meeiro de Maria e Júlia e Eduardo são herdeiros necessários;
		
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201409117108)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	(Questão 14 Exame OAB-RJ) A ordem de vocação hereditária é definida
		
	
	livremente, de acordo com a vontade do testador
	 
	de acordo com a lei vigente ao tempo da abertura da sucessão.
	
	Nenhuma das opções de resposta
	
	de acordo com a lei vigente ao tempo da abertura do processo de inventário.
	
	de acordo com a lei vigente ao tempo da partilha
AULA 1 
 
 
CASOS CONCRETOS 
7º semestre \u2013 RE CURSOS 1.2017 
1.2017