A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
questoes

Pré-visualização | Página 1 de 3

ENSINO CLÍNICO EM CIRURGIA TEÓRICO
	Simulado: 
	Aluno(a
	Matrícula: 
	Desempenho: 0,4 de 0,5
	Data:  (Finalizada)
	
	 1a Questão (
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Uma cirurgia pode ser realizada por uma série de razões, como diagnóstica, paliativa, curativa ou de reparação. Quanto à categoria de cirurgia com base na urgência, a cirurgia pode ser classificada em:
		
	
	ambulatorial eletiva, hospitalar.
	 
	emergência, urgência, requerida, eletiva, opcional.
	
	ambulatorial, hospitalar de urgência.
	
	emergência, eletiva.
	
	ambulatorial eletiva, hospitalar de urgência.
		
	
	
	 2a Questão (
	Pontos: 0,0  / 0,1
	Segundo o Ministério da Saúde a Sala de Recuperação Anestésica é um elemento onde se concentram os pacientes agressos da sala de operação, para receberem os cuidados pós-anestésicos e/ou pós-operatórios imediatos. A qual tem como objetivo concentrar recursos humanos e materiais para prevenir e detectar precocemente riscos e complicações em pacientes no período pós-operatório imediato, decorrentes do ato anestésico cirúrgico. Assim é INCORRETO afirmar que:
		
	
	A S.R.P.A. tem por finalidade oferecer suporte ao paciente na fase da recuperação de anestesia, até que os reflexos protetores estejam presentes, os sinais vitais voltem a normalidade e seja recuperada a consciência;
	
	O tempo de permanência nesta sala, varia em média, de uma a seis horas, de acordo com o tipo de anestesia, de anestésico, de cirurgia e do quadro do paciente.
	 
	A assistência de Enfermagem na S.R.P.A. está sob a responsabilidade das equipes de enfermagem e médica. Sendo que a equipe de enfermagem é composta por enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, e a equipe médica composta pelo anestesista.
	
	Nos dias de hoje, está preconizado que a S.R.P.A. deve estar instalada dentro do centro cirúrgico
	 
	É procedimento da S.R.P.A. aferir sinais vitais a cada 3 minutos na primeira hora e a cada 3 horas, nas horas subseqüentes até o momento da alta anestésica. Manter observação constante do estado geral do ambiente. Zelar pela segurança e privacidade do ambiente. Conferir a documentação do paciente: prontuário, papeleta, raio x e outros, é responsabilidade do maqueiro.
		
	
	
	 3a Questão (
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Descreva o significado das cirurgias - remoção do órgão: Craniectomia, Esplenectomia, Gastrectomia, Hemorroidectomia, Histerectomia, Miomectomia, Ooforectomia; Salpingectomia
		
	
	nenhuma da alternativas anteriores
	
	calota óssea, baço, fígado, hemorróidas, útero, ovário, e trompas
	 
	calota óssea, baço, estômago, hemorróidas, útero, mioma, ovário, e trompas
	
	calota encefálica, baço, estômago, hemorróidas, útero, mioma, ovário, trompas e pâncreas
	
	calota óssea, baço, estômago, hemorróidas, útero, ovário, e trompas
		
	
	
	 4a Questão (
	Pontos: 0,1  / 0,1
	O paciente PRL, 45 anos submeteu-se a uma pneumectomia parcial D. e permanece com presença de dreno subaquático com drenagem de secreção sanguinolenta. Quanto à classificação cirúrgica deste paciente pelo potencial de contaminação ele será classificado como: (Cespe, 2010*)
		
	
	Cirurgia limpa do início ao final.
	
	Cirurgia potencialmente contaminada no início e contaminada no término pela presença do dreno.
	 
	Cirurgia potencialmente contaminada do início ao final.
	
	Cirurgia limpa do início ao final desde que o dreno seja retirado até 24 horas pós-operatória.
	
	Cirurgia limpa inicialmente e no término potencialmente contaminada pela presença do dreno.
		
	
	
	 5a Questão ()
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A terminologia dos diversos tipos de intervenção cirúrgica é composta por prefixo e sufixo. Considerando esta afirmativa, os segmentos Blefaro, Adeno, Flebo, Cisto e Angio correspondem, respectivamente, à
		
	
	Pálpebra, Bexiga, Vaso sanguíneo, Glândula, Veia.
	
	Pálpebra, Glândula, Vaso sanguíneo, Bexiga, Veia.
	
	Glândula, Vaso sanguíneo, Bexiga, Veia, Glândula.
	
	Bexiga, Vaso sanguíneo, Glândula, Veia, Pálpebra.
	 
	Pálpebra, Glândula, Bexiga, Veia, Vaso sanguíneo.
		
	
	 1a Questão (
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Para compreender os objetivos da limpeza/lavagem das mãos, é necessário o conhecimento da flora normal da pele e sua fisiologia. Assim sendo, considere as afirmativas a seguir. I. A pele humana normal, em especial a das mãos, é colonizada por bactérias que são dividas em duas categorias: transitórias e residentes. II. A flora transitória coloniza as camadas superficiais da pele, é mais susceptível à remoção pela lavagem rotineira das mãos. É aquela que contém os microrganismos mais freqüentes associados a infecções associadas à assistência à saúde. III. A flora residente é a que se liga às camadas mais profundas da pele, é mais resistente à remoção, está menos associada à infecção. IV. A função principal da pele é aumentar a perda de água, prover proteção contra a ação abrasiva e de microrganismos e agir como barreira de impermeabilidade para o ambiente. Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas.
		
	
	II e III.
	 
	I, II e III.
	
	III e IV.
	
	I, II e IV.
	
	I e II.
		
	
	
	 2a Questão (
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Conforme a Sociedade Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Anestésica e Centro de Material e Esterilização (2013), o sistema de assistência de enfermagem perioperatória (SAEP) tem como objetivo promover um cuidado de enfermagem qualificado e envolve todos os períodos do processo cirúrgico, que compreende as seguintes etapas:
		
	 
	visita pré-operatória, planejamento, implementação, avaliação e reformulação da assistência de enfermagem.
	
	visita pré-operatória, implementação e reformulação da assistência de enfermagem.
	
	visita pré-operatória, planejamento, implementação da assistência de enfermagem e visita pós-operatória.
	
	visita pré-operatória, planejamento, implementação e avaliação da assistência de enfermagem.
	
	visita pré-operatória, planejamento, implementação e reformulação da assistência de enfermagem.
		
	
	
	 3a Questão 
	Pontos: 0,1  / 0,1
	O gás considerado padrão, para a realização do pneumoperitônio na cirurgia laparoscópica, é o:
		
	
	Argônio
	
	Ar comprimido
	
	Óxido Nitroso
	
	Oxigênio
	 
	Dióxido de carbono
		
	
	
	 4a Questão ()
	Pontos: 0,1  / 0,1
	Na prevenção da infecção hospitalar consideramos fator indispensável:
		
	
	A utilização de material descartável;
	
	Isolamento de contato;
	
	A utilização de antibióticos.
	 
	Degermação das mãos;
	
	Uso de mascaras e luvas;
		
	
	
	 5a Questão (
	Pontos: 0,1  / 0,1
	A assistência de enfermagem ao paciente cirúrgico deve ser individualizada e sistematizada, visto que nem sempre ele sairá da operação nas mesmas condições físicas anteriores à cirurgia. Na abordagem de posicionamento cirúrgico, todas as recomendações para posições cirúrgicas a seguir estão corretas, EXCETO
		
	
	Prona - proteger rosto, olhos e queixo, favorecer o acesso aos tubos e linhas de monitoramento, manter o alinhamento do pescoço, colocar coxins em formato de rolos da clavícula à crista ilíaca e sob as pernas e pés, deixar as genitálias livres, proteger os pés de hiperflexão.
	 
	Supina - utilização de apoio de cabeça e abaixo dos joelhos, os braços em ângulo máximo de 90º com o corpo, manter as pernas descruzadas, com os pés em hiperextensão.
	
	Lateral - manter o alinhamento espinhal, observar orelhas, colocar um apoio sob a cabeça, região da axila e entre as pernas, manter a perna em contato com a mesa flexionada na região do quadril e a superior esticada.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.