A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
71 pág.
Anatomia   Sistema Cardiovascular I (1)

Pré-visualização | Página 1 de 1

Prof. Eustáquio Paiva
ANATOMIA HUMANA
SISTEMA CARDIOVASCULAR
O PERICÁRDIO é uma membrana fibrosserosa que cobre o
coração e o início de seus grandes vasos. O pericárdio é um
saco fechado formado por duas camadas. A camada externa
resistente, o pericárdio fibroso. A face interna do pericárdio
fibroso é revestida por uma membrana serosa brilhante, a
lâmina parietal do pericárdio seroso. Essa lâmina é refletida
sobre o coração nos grandes vasos (aorta, tronco e veias
pulmonares e veias cavas superior e inferior) como a lâmina
visceral do pericárdio seroso.
MOORE (2014)
O MEDIASTINO, ocupado pela massa de tecido entre as duas cavidades pulmonares, é o
compartimento central da cavidade torácica. É coberto de cada lado pela parte
mediastinal da pleura parietal e contém todas as vísceras e estruturas torácicas, exceto os
pulmões. O mediastino estende-se da abertura superior do tórax até o diafragma
inferiormente e do esterno e cartilagens costais anteriormente até os corpos das
vértebras torácicas posteriormente.
MOORE (2014)
O ápice do coração:
• É formado pela parte inferolateral do ventrículo esquerdo
• Situa-se posteriormente ao 5º espaço intercostal esquerdo em adultos, em geral a aproximadamente
9 cm (a largura de uma mão) do plano mediano
• É o local de intensidade máxima dos sons de fechamento da valva atrioventricular esquerda (mitral)
(batimento apical); o ápice está situado sob o local onde os batimentos cardíacos podem ser
auscultados na parede torácica.
MOORE (2014)
A base do coração:
• É a face posterior do coração (oposta ao ápice)
• É formada principalmente pelo átrio esquerdo, com menor contribuição do átrio direito
• Está voltada posteriormente em direção aos corpos das vértebras T VI a T IX e está separada delas
pelo pericárdio, seio oblíquo do pericárdico, esôfago e aorta
• Estende-se superiormente até a bifurcação do tronco pulmonar e inferiormente até o sulco
coronário
• Recebe as veias pulmonares nos lados direito e esquerdo de sua porção atrial esquerda e as veias
cavas superior e inferior nas extremidades superior e inferior de sua porção atrial direita.
MOORE (2014)
As quatro faces do coração são:
1. Face esternocostal (anterior), formada principalmente pelo ventrículo direito
2. Face diafragmática (inferior), formada principalmente pelo ventrículo esquerdo e em parte pelo
ventrículo direito; está relacionada principalmente ao centro tendíneo do diafragma
3. Face pulmonar direita, formada principalmente pelo átrio direito
4. Face pulmonar esquerda, formada principalmente pelo ventrículo esquerdo; forma a impressão
cardíaca do pulmão esquerdo.
O coração parece trapezoide nas vistas anterior e posterior. As quatro margens do coração são:
1. Margem direita (ligeiramente convexa), formada pelo átrio direito e estendendo-se entre a VCS e a VCI
2. Margem inferior (quase horizontal), formada principalmente pelo ventrículo direito e pequena parte
pelo ventrículo esquerdo
3. Margem esquerda (oblíqua, quase vertical), formada principalmente pelo ventrículo esquerdo e
pequena parte pela aurícula esquerda
4. Margem superior, formada pelos átrios e aurículas direita e esquerda em vista anterior; a parte
ascendente da aorta e o tronco pulmonar emergem dessa margem e a VCS entra no seu lado direito.
MOORE (2014)
Irrigação arterial do coração. As artérias coronárias, os primeiros ramos da aorta, irrigam o miocárdio e
o epicárdio. As artérias coronárias direita e esquerda originam-se dos seios da aorta correspondentes na
região proximal da parte ascendente da aorta, imediatamente superior à valva da aorta, e seguem por
lados opostos do tronco pulmonar. As artérias coronárias suprem os átrios e os ventrículos; entretanto,
os ramos atriais costumam ser pequenos e não são facilmente observados no coração de cadáver. A
distribuição ventricular de cada artéria coronária não é bem delimitada.
MOORE (2014)
A maioria dos vasos sanguíneos do sistema circulatório tem três camadas ou túnicas:
• Túnica íntima, um revestimento interno formado por uma única camada de células
epiteliais muito achatadas, o endotélio, sustentado por delicado tecido conjuntivo. Os
capilares são formados apenas por essa túnica, e os capilares sanguíneos também têm uma
membrana basal de sustentação
• Túnica média, uma camada intermediária que consiste basicamente em músculo liso
• Túnica externa, uma bainha ou camada externa de tecido conjuntivo.
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
DANGELO, JG, FATTINI, CA. Anatomia humana básica. São Paulo:
Atheneu, 2. ed. 2008.
MOORE, KL, DALLEY, AF, AGUR, AMR. Anatomia Orientada para
Clínica. 7 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.
MACHADO, A. Neuroanatomia funcional. 2. ed. São Paulo: Atheneu,
2003.
KANDEL, Princípios de neurociências. 5. Ed. São Paulo: Mcgraw-Hill,
2014.
PURVES, D. Neurociências. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.
LENT, R. Cem Bilhões de Neurônios? Conceitos Fundamentais de
Neurociência - 2ª edição. Atheneu, 2010.
BERNE e LEVY. Fisiologia. 6. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.