Buscar

relatorio polaridade

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

Líquido imiscíveis Teste 1: Por que os objetos param em camadas diferentes? Os líquidos irão eventualmente se misturar?Poderíamos ter usado uma outra ordem para a adição dos líquidos?
 TENTE.O QUE ACONTECE. Duas propriedades das substâncias estão envolvidas aqui. A solubilidade e a densidade. Líquidos que não se misturam são chamadas de imiscíveis Nesta caso apenas o óleo vegetal é imiscível com a água, e assim a ordem de adição dos líquidos é importante para que  estes não se misturem.Eventualmente, o xarope irá se dissolver na água, porém o processo é muito lento. Já o álcool não se mistura com a água, pois a camada de óleo separa os dois líquidos. O que aconteceria se o cilindro fosse invertido? Tampe o e tente. Ao inverter o cilindro você irá perceber que o álcool e a água se misturam, formando uma única fase. Os líquidos foram colocados na ordem decrescente de suas densidades, com o xarope de milho tendo a maior densidade e o álcool a menor densidade de todos os líquidos.Os objetos sólidos irão flutuar apenas em um líquido que apresente uma densidade maior que a sua.
Polaridade das moléculas:
Eletronegatividade é a medida da tendência mostrada por um átomo ligado em atrair os elétrons de valência. A eletronegatividade varia periodicamente com o número atômico devido a uma variação da carga nuclear efetiva e do raio atômico. A polaridade de ligação depende da diferença entre as eletronegatividades dos átomos ligados. Se dois átomos possuem a mesma eletronegatividade (porque são átomos do mesmo elemento), uma ligação covalente entre eles é não-polar, porque a distribuição da nuvem eletrônica do par compartilhado é simétrica entre os átomos ligados. Numa ligação entre átomos que possuem eletronegatividades diferentes, as diferentes forças de atração pelos pares compartilhados levam a um compartilhamento desigual. Assim, a nuvem de carga do par compartilhado é atraída para mais próximo do átomo mais eletronegativo, resultando numa ligação covalente polar. Quando as eletronegatividades dos átomos que se ligam são muito diferentes, não há compartilhamento de elétrons e a ligação é iônica.
MISCIBILIDADE E IMISCIBILIDADE
Miscibilidade caracteriza a capacidade que uma substância líquida tem de se misturar, formando um sistema homogêneo, ou se dissolver em outro líquido. Neste caso, geralmente considera-se a miscibilidade como uma propriedade mútua entre os dois líquidos do sistema.
A solubilidade entre líquidos é chamada de miscibilidade. Líquidos que se misturam entre si são chamados de miscíveis. “Geralmente, líquidos miscíveis têm estruturas moleculares semelhantes, Os líquidos imiscíveis se dispõem em camadas de acordo com sua densidade, As substâncias de menor densidade se dispõem em camadas sobre as substâncias mais densas.”
A solubilidade dos compostos pode ser definida ao analisar as suas estruturas moleculares, ou melhor, o tipo de interação que há entre soluto e solvente. A regra básica da solubilidade é: “Semelhante dissolve (ou se interage com) semelhante”. Ou Substância polar dissolve substância polar e vice-versa.
Naftalina
Fórmula molecular: C10H8
Querosene
O querosene é um composto formado por uma mistura de hidrocarbonetos alifáticos, naftalênicos e aromáticos, com faixa de destilação compreendida entre 150ºC e 239ºC. “O produto possui diversas características específicas como uma ampla curva de destilação, conferido a este um excelente poder de solvência e uma taxa de evaporação lenta, além de um ponto de fulgor que oferece relativa segurança ao manuseio”
Composição Química
HIDROCARBONETOS PARAFÍNICOS: mín. 70 %
HIDROCARBONETOS AROMÁTICOS: máx. 20 %
HIDROCARBONETOS OLEFÍNICOS: máx. 5 % Obs.: valores típicos

Outros materiais