A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Questionario 1   Historia da Antropologia

Pré-visualização | Página 1 de 6

História da antropologia
questionário i e atividade i 
PERGUNTA 1
A música “Sampa” do baiano Caetano Veloso narra os sentimentos do nordestino chegando a São Paulo. Leia um trecho da letra da música abaixo, com atenção para as partes grifadas e assinale a alternativa que melhor se
adéqua à noção trazida por este trecho. “Quando eu te encarei frente a frente e não vi o meu rosto/ chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto o mau gosto/ É que Narciso acha feio o que não é espelho/ e a mente apavora o que não é mesmo velho/ (...)/ e foste um difícil começo/ afasto o que não conheço/ e quem vem de outro sonho feliz de cidade, aprende depressa a chamar-te realidade/ porque és o avesso do avesso do avesso/ (...)/ e os novos baianos passeiam na tua garoa”. 
	
	a.
	A noção fundamental é a do Funcionalismo porque, embora para os baianos e/ou nordestinos seja muito difícil viver em São Paulo, logo eles estão exercendo uma função como, por exemplo, passeando “na tua garoa”.
	
	b.
	A noção fundamental é a do Evolucionismo, pois o sonho de quem vem de outra cidade acaba evoluindo, porque a dura realidade de São Paulo (“A locomotiva do Brasil”) exige que todos passem por um processo de evolução através do trabalho, a marca registrada de São Paulo.
	
	c.
	A noção fundamental deste trecho é uma noção do distanciamento, mas que passa a ser de acomodação cultural, porque logo se acomodam a São Paulo e aprendem a “chamar-te de realidade”, tanto que, apesar das dificuldades, logo eles estão passeando “na tua garoa”.
	
	d.
	A noção fundamental é a noção do Difusionismo, pois Caetano Veloso logo consegue difundir sua música não só em São Paulo como para todo o Brasil.
	
	e.
	A noção fundamental deste trecho é uma noção etnocêntrica, em que o encontro com a diferença, com a diversidade cultural, pode gerar espanto, perplexidade, medo e afastamento diante do novo e do desconhecido, conduzindo apenas à valorização positiva do próprio mundo ao enxergar o outro de forma acrítica, distorcida e preconceituosa.
PERGUNTA 2
As alternativas abaixo se referem à Teoria da Evolução das Espécies, de Charles Darwin. Leia e assinale a alternativa correta: 
	
	a.
	A Teoria da Evolução das Espécies, de Charles Darwin, sofre influência das ideias de Lamarck, mas questiona a transmissão hereditária de esforços individuais.
	
	b.
	A Teoria da Evolução das Espécies, de Charles Darwin, é baseada na existência de mutação aleatória e seleção natural.
	
	c.
	A Teoria da Evolução das Espécies, de Charles Darwin, afirma que todos os seres vivos vieram de seus ancestrais através de um longo e contínuo processo de mutação (variação genética).
	
	d.
	A Teoria da Evolução das Espécies, de Charles Darwin, afirma que a seleção natural garante a sobrevivência dos indivíduos cujas mutações foram mais favoráveis em termos de adaptação ao meio, eliminando os menos aptos.
	
	e.
	Todas as alternativas estão corretas.
 
PERGUNTA 3
As proposições abaixo se referem à grande diversidade cultural da espécie humana. Analise-as e assinale a alternativa correta.
I - A diversidade cultural da espécie humana deve ser entendida como maneiras possíveis de os homens se organizarem, se adaptarem e transformarem o meio em que vivem, ou seja, “as culturas” pertencem ao campo das possibilidades da produção da subjetividade humana. 
II - As diferentes formas de cultura (diversidade cultural) devem ser entendidas a partir da constatação de que cada cultura deve ser percebida “em seus próprios termos”, ou seja, cada cultura pertence ao contexto histórico e particular de cada povo, tendo a sua própria coerência e lógica. 
III - As diferentes formas de cultura podem ser explicadas tanto pelo determinismo geográfico quanto pelo determinismo biológico que, geneticamente, diferencia as raças. A diversidade racial e as diferenças geográficas e climáticas são exclusivamente responsáveis pelas diferenças culturais entre os homens. 
IV - A espécie humana se diferencia anatômica e fisiologicamente através do dimorfismo sexual, portanto, as diferenças de comportamento entre pessoas de sexos diferentes são biologicamente determinadas. Assim, está comprovado que uma das principais causas da diversidade cultural da espécie humana reside em seu substrato biológico e genético.
	
	a.
	Apenas I, II e IV estão corretas.
	
	b.
	Apenas I, II e III estão corretas.
	
	c.
	Apenas III e IV estão corretas.
	
	d.
	Apenas I e II estão corretas.
	
	e.
	Apenas II e III estão corretas.
PERGUNTA 4
Em relação à biologia (genética, hereditariedade, instintos etc.) e à cultura humana, leia as proposições abaixo e em seguida assinale a alternativa correta: 
I - A cultura, muito mais do que a herança genética, determina o comportamento do homem e justifica as suas realizações.
II - O homem age de acordo com seus padrões culturais. Os seus instintos biológicos foram parcialmente anulados pelo longo processo evolutivo por que passou.
III - Adquirindo cultura, o homem passou a depender muito mais do aprendizado do que a agir através de atitudes geneticamente determinadas. 
IV - O homem foi capaz de romper as barreiras das diferenças ambientais e transformar toda a terra em seu habitat por que é o único no reino animal que possui instintos biologicamente determinados e super desenvolvidos.
V - O processo de aprendizado contribui para o desenvolvimento do comportamento humano, mas são os instintos e a constituição biológica de cada ser humano que determina sua capacidade artística ou profissional.
Estão corretas:
	
	a.
	Apenas I e III.
	
	b.
	Apenas I, II, III.
	
	c.
	Apenas II, III e V estão corretas.
	
	d.
	Apenas I, IV e V estão corretas.
	
	e.
	Todas estão corretas.
PERGUNTA 5
Em relação à evolução humana, leia as proposições abaixo e em seguida assinale a alternativa correta. 
I - Somos fruto de um processo muito longo no tempo e todos os humanos existentes hoje são descendentes de um mesmo grupo que viveu no território africano há aproximadamente 150 mil anos, mas as grandes diferenças físicas e anatômicas que nos afastam dos grandes símios aconteceu num momento designado pelos cientistas de “Ponto Crítico”, como sendo o momento do início da simbolização. 
II - Somos fruto de um processo muito longo no tempo e todos os humanos existentes hoje são descendentes de um mesmo grupo que viveu no território africano há aproximadamente 150 mil anos, mas as grandes diferenças físicas e anatômicas que nos afastam dos grandes símios é o resultado do desenvolvimento da capacidade de simbolização, ou seja, de adquirir cultura, que foi um processo gradual, lento e contínuo durante um longo período de tempo, favorecido, e ao mesmo tempo favorecendo o crescimento cortical, a postura ereta, a visão bipolar e a cores e o desenvolvimento da laringe.
III - Somos fruto de um processo muito longo no tempo e nem todos os humanos existentes hoje são descendentes do grupo que viveu no território africano, além disto, é certo que, dentre as razões de sermos tão diferentes, está a capacidade de aquisição de cultura, que foi um processo gradual, lento e contínuo, mas que só se realizou pela nossa peculiar constituição biológica e genética, que dotou nosso ancestral de uma compleição física robusta e vigorosa, que o tornou forte e dominante frente aos outros animais. 
IV - Somos fruto de um processo muito longo no tempo e todos os humanos existentes hoje são descendentes de um mesmo grupo que viveu no território africano há aproximadamente 150 mil anos e é certo que, dentre as razões de sermos tão diferentes, está a capacidade de simbolização, ou seja, de adquirir cultura, que foi um processo gradual, lento e contínuo durante um longo período de tempo, mas também foi fundamental para a nossa sobrevivência a construção de uma relação de cooperação e convivência entre indivíduos e natureza, que estabeleceu entre eles laços de solidariedade essenciais para que se protegessem de predadores mais fortes e robustos,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.