RESUMO PARCIAL 1 BOVINO 2ª parte
10 pág.

RESUMO PARCIAL 1 BOVINO 2ª parte


Disciplina<strong>resumos</strong> - Direito2 materiais26 seguidores
Pré-visualização3 páginas
Manejo reprodutivo
Tem como objetivos: Estabelecer ou restabelecer a lactação e maximizar a eficiência da conversão alimentar, produzir bezerros geneticamente superiores para reposição, produzir bezerros (as) para venda a rebanhos leiteiros ou para abate, minimizar os custos associados com manutenção de vacas não lactantes, desmamar alta porcentagem de bezerros e reduzir os descartes reprodutivos, programar parições para melhor época dos preços do leite ou da disponibilidade de alimento, direcionar cruzamentos para reduzir distocias em novilhas, minimizar a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis - uso da I.A.
MANEJO DE VACAS -> Período seco de, aproximadamente, 60 dias, parir com uma boa condição corporal, após o parto, receber alimentação de boa qualidade, os animais devem apresentar cio até 60 dias após o parto normal, as inseminações ou cobrições poderão ser realizadas a partir do 45 dia pós-parto
Inseminações antes do 45 dia:
\u2013 menor chance de sucesso
\u2013 eleva-se o número de doses de sêmen por cria nascida
\u2013 poderá afetar a produção de leite
Diagnostico de prenhez o mais precoce possível:
\u2022 35 dias palpação
\u2022 21 dias teste progesterona no leite
\u2022 28 dias ultrassom
CONTROLE REPRODUTIVO DO REBANHO: alimentação, detecção de cio, diagnóstico precoce das vacas problema e eliminação das mesmas, maior envolvimento do pessoal responsável
Identificação mais visível possível de cada animal: Tatuagem + brinco, Ferro a quente ou a frio, Corrente no pescoco, etc.
Fichamento, seja em fichas proprias ou em computadores: Processo seguro e de facil acesso, Qual metodo dependera da estrutura de cada fazenda, Quadros de parede sao muito simples e praticos desde que as instruções sejam dadas e estes estejam fixados em lugar de facil visualização
1. Partos ocorridos
2. Cio ou inseminacao
3. Parto provavel
CONTROLE REPRODUTIVO DO REBANHO
Sempre anotar datas: de parto, cio, coberturas e inseminacoes, secreções, medicamentos aplicados, comportamentos anormais, abortos, distocias, retencao de placenta
CONTROLE REPRODUTIVO DO REBANHO
Detecção de cio: É o principal problema em gado de leite, e o grande responsável pela baixa eficiência reprodutiva nos rebanhos leiteiros
O observador deve conhecer bem os sinais de cio: a vaca deixa-se ser montada, tenta montar outras vacas ou rufião, fica inquieta, diminui produção de leite, tem corrimento de muco pela vulva, vulva edemaciada, vagina hiperêmica.
Fatores que influenciam na intensidade e/ou expressão do cio: Número de animais em cio, tamanho do grupo, tipo de instalação, tipo de piso, temperatura ambiente, período de observação.
Cio não observado é dinheiro perdido, 21 dias de alimentação com baixa produção de leite ou sem produção de leite, US$ 5,00 por dia excedente a 12 meses.
MANEJO SANITARIO DOS REBANHOS DE LEITE
O manejo sanitário e fundamental para o êxito da produção de leite.
Estabelecimento de medidas preventivas ajuda a reduzir incidência de doenças: separação em lotes, alimentação, frequentar as instalações, vacinação contra agentes da pneumoenterite - um mês antes da parição, vermifugação uma semana pré-parto, observação constante, pelo menos duas vezes ao dia - socorrer alguma anormalidade, lesões de vulva, cuidado com umbigo dos recém-nascidos
Vacinas: Brucelose, Carbunculo sintomático, Febre aftosa, Leptospirose, Pneumoenterite, Raiva, Controle de endoparasitas e ectoparasitas. 
Cascos
Problemas de cascos são frequentes em confinamento e terrenos muito acidentados com muitas pedras, com piso muito abrasivo, umidade alta, acumulo de MO (fezes e urina) e patógenos.
Prevenção - Pedilúvio (sulfato de cobre e formol, ambos a 5%), Vistoria anual dos cascos
Mastite
Manter as instalações e equipamentos limpos para obtenção de uma
ordenha higiênica, realizar diariamente o teste da caneca telada, utilizando os primeiros jatos de leite (Há um depósito de leucócitos no canal da teta e estes leucócitos formam grumos que  são visualizados logo nos primeiros jatos de leite, devido ao contraste do fundo da caneca, os próprios grumos ficam mais aparentes, nesse caso, é sinal de mastite), o teste de CMT devera ser realizado uma vez por mês (Para realização do teste é necessário uma raquete contendo quatro cavidades e o reagente do CMT, coleta-se o leite dos quatro quartos, tomba-se a raquete até o nível da linha baixa, onde estará marcado nas quatro cavidades, mistura-se o leite com o reagente, homogeneíza-se e faz-se a leitura após 10 segundos. De acordo com a quantidade de células somáticas do leite, forma-se um gel, de espessura variada), fazer \u201cpre-dipping\u201d e \u201cpos-dipping\u201d (assepsia antes e após ordenha), fazer linha de ordenha.
Pontos importantes da anatomia do úbere com relação a eficiência de ordenha
Posição dos tetos - muito distantes dificulta, ângulo dos tetos, falta de equilibrio do conjunto de ordenha, úbere penduloso causa dificuldade de ordenha, vascularização rica no teto, congestão e edema no mecanismo de ordenha.
MANEJO DA ORDENHA
Retirada dos primeiros jatos em caneca fundo preto, treinamento de pessoal, lavagem dos tetos com massagem estimulante, bezerro como estimulador do leite
PRÉ-DIPPING
Iodo ou cloro 0,1% a 0,5%, enxugar com papel toalha
COLOCAÇÃO DAS TETEIRAS EM NO MÁXIMO 1 MINUTO
Ajuste das teteiras quando necessário, Retirada das teteiras após fechar vácuo
PÓS-DIPPING
Iodo glicerinado, pelo menos 2/3 do teto
ALGUNS PROBLEMAS PRÁTICOS
VÁCUO ALTO: Lesões nos tetos, congestão dos tetos: velocidade de ordenha, elevação das teteiras: leite residual
VÁCUO BAIXO: Queda das teteiras, ordenha lenta
GRADIENTE DE PRESSÃO REVERSA: Flutuação significativa do nível de vácuo dentro da teteira, queda ou desajuste de teteira, refluxo de leite contaminado.
MANEJO GERAL DAS CATEGORIAS DO REBANHO DE LEITE
Elementos do planejamento: Objetivos, meios, procedimentos e responsabilidades.
Principios da organização: Unidade de comando, alcance de controle, divisão racional do trabalhoe e delegação de autoridade.
Tipos de Lideres: Coercitivo/autocrático, distributivo, educativo, inspirador e democrático.
Controle: Estabelecimento de padrões, observação do desempenho, comparação com o padrão estabelecido e ação corretiva.
Desafios da gestão: 
- Questão da produtividade: Não confundir produtividade com melhoria de índice técnico ou com aumento de produção
Produtividade = produzir mais gastando menos (recursos de mão de obra, de terra e de capital), resultando em menor custo de produção
- Questão da tecnologia: Se o uso de insumos, máquinas e equipamentos não trouxer ganhos de produtividade, aumento da renda ou melhoria da qualidade de vida não serviu pra nada; \u201cDe que adianta ter uma vaca que produz 30 litros se a renda - remuneração do capital - é a mesma gerada com uma vaca de 15 litros\u201d; \u201cDe que adianta tecnologias que triplicam a produção e não conseguem aumentar a remuneração do capital\u201d
- A questão da escala: \u201cConforme aumenta a escala de produção crescemos lucros\u201d; \u201cÉ preferível pouco de muito do que muito de pouco\u201d; É preciso trabalhar sempre comas três variáveis: Custo; Quantidade; Preço.
- Lucro: Lucro é o resultado da diferença entre a renda bruta e o custo de produção, Renda Bruta é o resultado da venda do leite e dos animais = (quantidade de leite vezes o preço + quantidade de animais vezes o preço), Custo de produção é o resultado dos insumos e serviços usados para produzir = (quantidade de insumos e serviços vezes os respectivos preços). O preço é apenas um dos componentes do lucro; por isso o preço sozinho não
explica tudo. 
Volume - Preço \u2013 Custo são os componentes do lucro!
Manejo de bezerras
Inicia na cobertura: Escolha do sêmen, Anotar o dia da cobertura, Com 220 dias de gestação a vaca será secada
Escolha do sêmen: Catalogo touros, Animais de boa progênie ou premiações em exposição, ausência de defeitos físicos, bom temperamento, capacidade de transmissão, dependente do manejo sanitário, manejo alimentar, ambiente \u2013 clima.