A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
32 pág.
RELATORIO PAMELA CLINICA

Pré-visualização | Página 1 de 5

SOCIEDADE EDUCACIONAL LEONARDO DA VINCI S/S LTDA 
FACULDADE METROPOLITANA DE BLUMENAU/FAMEBLU 
CURSO DE NUTRIÇÃO 
 
PAMELA ROEDER VIEIRA
 
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM NUTRIÇÃO CLÍNICA 
CLINICA ESCOLA DE NUTRIÇÃO FAMEBLU – BLUMENAU/SC 
 
BLUMENAU
2018
PAMELA ROEDER VIEIRA
 
 
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM NUTRIÇÃO CLÍNICA 
CLINICA ESCOLA DE NUTRIÇÃO FAMEBLU – BLUMENAU/SC 
 
 
 
Relatório da disciplina de Estágio Supervisionado em Nutrição Clínica/Ambulatorial do Curso de Nutrição da Faculdade Metropolitana de Blumenau – FAMEBLU. 
Orientadora: Profa. Roseana Leandra da Rosa 
 
BLUMENAU
 2018
LISTA DE QUADROS 
Quadro 1 - Relação de pacientes atendidos na clínica escola FAMEBLU (CENF), nos meses de Outubro, Novembro e Dezembro de 2018, durante estágio de nutrição clínica....................7
Quadro 2 - Dados antropométricos de C. E. T, 1º consulta......................................................13
Quadro 3 - Dados antropométricos de C. E. T, 2º consulta......................................................13
Quadro 4 - Plano alimentar habitual para a paciente C. E. T. em Outubro/2018....................14
Quadro 5 - Valores dos macronutrientes encontrado no planejamento alimentar habitual......15
Quadro 6 - Valores dos micronutrientes encontrado do planejamento alimentar habitual.....15
Quadro 7 - Plano alimentar proposto para a paciente C. E. T. em Outubro/2018....................17
Quadro 8 - Valores dos macronutrientes encontrado no planejamento alimentar proposto....18
Quadro 9 -Valores dos micronutrientes encontrado no planejamento alimentar proposto......18
LISTA DE FIGURAS
Figura 1- Atividae na Escola Estadual João Durval ( APÊNDICE A)......................................23
Figura 2- Folder para as áreas de atuação do Nutricionista (APÊNDICE B)..........................24
Figura 3 – Protocolo utilizado na clínica escola (APÊNDICE C)............................................25
Figura 4 - Protocolo utilizado na clínica escola (APÊNDICE C)............................................26
Figura 5 - Ação da Sipat realizada na empresa Souza Cruz (APÊNDICE D).........................27
Figura 6 - Organização do evendo SIN (APÊNDICE E).........................................................28
Figura 7- Livro de receitas para hipertensos (APÊNDICE F)..................................................29
Figura 8 - Receitas preparadas na aula pratica (APÊNDICE G)...............................................32
Figura 9 – Receita praparadas (APÊNDICE G)........................................................................33
Figura 10. Receita praparadas (APÊNDICE G).......................................................................34
SUMÁRIO
	1 INTRODUÇÃO.................................................................................................................
	5
	2 OBJETIVOS......................................................................................................................
	6
	2.1 OBJETIVO GERAL.........................................................................................................
	6
	2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS...........................................................................................
	6
	3 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS................................................................................
	6
	3.1 ATENDIMENTOS CLÍNICO NUTRICIONAIS............................................................
	6
	3.2 ATIVIDADES ESPECÍFICAS.......................................................................................
	8
	4 RELATO DE CASO........................................................................................................
	10
	4.1 ANAMNESE DESCRITIVA.........................................................................................
	10
	4.2 DADOS ANTROPOMÉTRICOS...................................................................................
	11
	4.3 DIAGNÓSTICO NUTRICIONAL...................................................................................
	11
	4.4 RECORDATÓRIO ALIMENTAR.................................................................................
	12
	4.4.1 ANÁLISE DO RECORDATÓRIO...............................................................................
	13
	4.5 CONDUTA NUTRICIONAL.........................................................................................
	14
	4.6 CARDÁPIO ELABORADO...........................................................................................
	14
	4.7 ANÁLISE DO CARDÁPIO.............................................................................................
	15
	4.7.1 DISCUSSÃO DO CARDÁPIO....................................................................................
	16
	5 CONSIDERAÇÕES FINAIS...........................................................................................
	16
	REFERÊNCIAS....................................................................................................................
	18
	APÊNDICES.........................................................................................................................
	19
1 INTRODUÇÃO 
 
No Brasil, a regulamentação da profissão de nutricionista ocorreu em 24 de Abril de 1967, com a Lei nº 5.276, que dispõe sobre a profissão de nutricionista, regula seu exercício e dá outras providências (BRASIL,1967).
	As atribuições do profissional nutricionista na área clínica estão descritas na Resolução do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) nº 380/2005, as competancias são: “prestar assistência dietética e promover educação nutricional a indivíduos, sadios ou enfermos, em nível hospitalar, ambulatorial, domiciliar e em consultórios de nutrição e dietética, visando à promoção, manutenção e recuperação da saúde.
	Observa-se que muitas pessoas procuram por atendimento nutricional, esta demanda se dá pelo aumento de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) e envelhecimento da população mundial (SILVA; MURA, 2011).
	O cuidado nutricional na prática clínica é composta de “[...] um grupo organizado de atividade que possibilitam a indentificação das necessidades nutricionais e a prestação de cuidados para atender a estas necessidades” (MAHAN; ESCOTT-STUMP; RAYMOND, 2012, p. 271).
	Segundo Mahan, Escott-Stump e Raymond (2012, p. 129) “ o estado nutricional reflete o grau das necessidades nutricionais de um indivíduo estão satisfeitas. O equilíbrio entre o consumo de nutrientes e as necessidades nutricionais resulta nesse estado nutricional”.
	O atendimento nutricional tem grande importância na saúde da população brasileira, pois a orientação nutricional ajuda o paciente adquirir conhecimento e habilidades necessárias para fazer mudanças, que resulta em benefícios no controle da doença ou dos sintomas, melhora do estado de saúde e aumento da qualidade de vida (MAHAN; ESCOTT-STUMP; RAYMOND, 2012).
	A avaliação nutricional pode sser definida como “a interpretação de informação obtida a partir de estudos dietéticos, bioquímicos, antropometricos e clínicos” (Gibson, 1990).
	Essas informação é usada para determinar o estado de saúde influenciado pela ingestão e utilização de nutrientes de indivíduos ou grupos populacionais, a fim de caracterizar cada estágio do desenvolvimento de um estado nutricional deficiente (PALMA, D; ESCRIVÃO, MAMS; OLIVEIRA, FLC, 2009). 
	Este trabalho teve como objetivo propor ao estagiário a experiência da profissão do nutricionista clínico, conhecendo a importância da individualidade nas dietas prescritas, de olhar para o outro como um todo, se colocando no lugar dele para conseguir propor o melhor plano alimentar levando em consideração a rotina e a realidade de cada paciente.
 
2 OBJETIVOS

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.