A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
111 pág.
cp108992

Pré-visualização | Página 21 de 26

de projeto
Mudou perfil c/ menos estagiários
Mudou perfil c/ mais estagiários
 
Figura 20. Mudanças identificadas – Equipe de projeto 
4.3.6.2 Prazo de Projeto 
Um aspecto curioso da pesquisa foi a não redução no prazo de projeto 
(72,73%) na grande maioria das empresas pesquisadas, aspecto apontado por 
algumas pesquisas e apregoado pelos fornecedores de softwares (figura 21). Alguns 
escritórios afirmam que realmente não houve redução de prazo de projeto, mas o 
BIM propiciou ganho de tempo na fase concepção e a geração de novos produtos e 
serviços antes não oferecidos ao cliente. 
PRAZO DE PROJETO
72,73%
27,27%
0,00%
0% 25% 50% 75% 100%
Não houve
alteração
Foi reduzido
Foi ampliado
 
Figura 21. Mudanças identificadas – Prazo de projeto 
 
 
86 
Tabela 4. Relação entre tempo de uso do BIM e principais mudanças identificadas 
TEMPO DE USO EQUIPE DE PROJETO PRAZO DE PROJETO PRODUTOS FINAIS GERADOS
Empresa 1 1 ano e 6 meses Não houve alteração Não houve alteração Mais informações
Empresa 2 4 anos e 8 meses Foi reduzida Foi reduzido Mais informações e Novos produtos
Empresa 3 1 ano Não houve alteração Não houve alteração Não houve alteração
Empresa 4 8 meses Não respondeu Não respondeu Não respondeu
Empresa 5 iniciando implantação Não respondeu Não respondeu Não respondeu
Empresa 6 5 meses Foi reduzida Não houve alteração Mais informações e Novos produtos
Empresa 7 1 ano e 8 meses Não houve alteração Não houve alteração Mais informações
Empresa 8 2 anos Não houve alteração Não houve alteração Mais informações e Novos produtos
Empresa 9 4 anos Não houve alteração Não houve alteração Mais informações e Novos produtos
Empresa 10 7 meses Não houve alteração Não houve alteração Mais informações
Empresa 11 2 anos e 6 meses Foi reduzida Foi reduzido Mais informações e Novos produtos
Empresa 12 mais de 4 anos Não houve alteração Foi reduzido Mais informações e Novos produtos
Empresa 13 3 meses Não respondeu Não respondeu Não respondeu
 
Observa-se na tabela 4 que algumas empresas que utilizam o software há 
mais tempo (empresas 2, 11 e 12) alcançaram a redução do prazo de projeto, o que 
não é unânime visto que a empresa 9 já utiliza o BIM há 4 (quatro) anos e não 
obteve esta redução. 
Uma possibilidade é que a redução de prazo não seja aplicada mas haja 
redução de carga horária aplicada. A não redução de prazo pode estar atribuída à 
alteração de escopo, com os projetistas agregando novos produtos (perspectivas, 
vistas 3D, etc.) ou pode também ser explicada pela demanda de modelagem dos 
objetos, conforme já apontado anteriormente. 
87 
4.3.6.3 Qualidade de Projeto 
No que se refere à qualidade do projeto, uma das mudanças mais 
significativas identificada pelos escritórios foi a diminuição de erros de projeto 
(21,21%). Esse ponto foi destacado anteriormente como um dos principais motivos 
pela busca da tecnologia e como uma das principais vantagens reconhecidas no 
BIM. 
Outro item bastante citado está relacionado à antecipação de problemas de 
projeto (21,21%). Conforme já relatado, para formulação do modelo BIM torna-se 
necessário resolver grande parte das questões projetuais logo nas etapas iniciais de 
projeto, antecipando a solução de problemas. 
A facilidade para definir soluções de projeto (18,18%) pode ser atribuída à 
visualização 3D, que permite identificar facilmente as diversas interfaces do projeto. 
Além disso, a possibilidade de geração de uma infinita quantidade de cortes e vistas 
contribui para o estudo das soluções. 
QUALIDADE DO PROJETO
6,06%
9,09%
12,12%
12,12%
18,18%
21,21%
21,21%
0% 5% 10% 15% 20% 25%
Não houve alteração
Diminuição de mudanças nos projetos
Facilidade na compatibilização dos projetos
Geração de maior número de detalhes
Facilidade para definir soluções de projeto
Antecipação de problemas de projeto
Diminuição de erros de projeto
 
Figura 22. Mudanças identificadas - Qualidade do projeto 
4.3.6.4 Produtos finais 
Quanto aos produtos finais gerados muitos escritórios afirmam que o BIM 
possibilita a geração de mais elementos de projeto em cada etapa (37,50%). 
88 
Conforme citado anteriormente, o BIM permite a geração de inúmeros cortes, vistas 
e esquemas que podem ser apresentados logo nas etapas iniciais de projeto. Além 
disso, com a antecipação das soluções, as etapas de projeto ficam mais completas, 
contendo informações anteriormente disponibilizadas nas etapas posteriores (25%). 
Alguns escritórios destacam que o uso do BIM permitiu a geração de novos 
produtos antes não executados pela empresa (29,17%). Assim, os escritórios 
fornecem ao cliente serviços de levantamento de quantitativos, imagens, vídeos, 
entre outros. Isso diversifica o trabalho da empresa, abrangendo seu campo de 
atuação. 
PRODUTOS FINAIS GERADOS
4,17%
4,17%
29,17%
25,00%
37,50%
0% 10% 20% 30% 40% 50%
Não houve alteração
Execução de novas etapas de projeto antes não
realizadas pela empresa
Geração de novos produtos antes não executados
pela empresa (ex. perspectiva, levantamento de
quantitativos, etc)
Geração de mais elementos de projeto em cada
etapa (ex. cortes, vistas, etc.)
Etapas de projeto mais completas, com
informações anteriormente disponibilizadas
somente nas etapas posteriores
 
Figura 23. Mudanças identificadas – Produtos finais gerados 
4.3.6.5 Qualidade da apresentação 
Avaliando a qualidade da apresentação, muitas empresas afirmam que o BIM 
propicia maior padronização das formas de representação gráfica (28%). Como o 
BIM não trabalha com layers, os elementos são organizados por tipologia (parede, 
porta) o que condiciona a melhoria na organização das informações de projeto 
(20%). Além disso, a visualização 3D facilitada acarreta na melhoria de 
entendimento do projeto pelo cliente (24%). 
89 
QUALIDADE DA APRESENTAÇÃO
12%
16%
24%
20%
28%
0% 5% 10% 15% 20% 25% 30%
Não houve alteração
Melhoria no entendimento do projeto
por outros projetistas
Melhoria no entendimento do projeto
pelo cliente
Melhoria na organização das
informações do projeto
Maior padronização das formas de
representação
 
Figura 24. Mudanças identificadas – Qualidade da apresentação 
4.4 QUESTÕES LEVANTADAS / NECESSIDADES IDENTIFICADAS 
4.4.1 Criação de um padrão para uso do BIM 
Uma das necessidades destacadas pelas empresas pesquisadas é o 
estabelecimento de um padrão para uso do BIM. Todo escritório possui um template 
de trabalho, um arquivo onde deve estar salvo aquilo que é comum em todos os 
projetos: tipos de paredes, tabelas vazias, estilos de visualização, entre outros. 
Desta forma, pode ser criado um padrão a ser utilizado por todos os escritórios, 
disponibilizado pelas empresas que desenvolvem os softwares. A criação deste 
padrão deve ocorrer de maneira cooperativa, como foi criado o padrão CAD da 
ASBEA (ASBEA, 2002), por exemplo. O ideal é que esse padrão seja desenvolvido 
pelos arquitetos, pensado em termos de projeto, antes que seja imposto por 
construtoras e outros. Ele deve ser construído de forma consensual, com a 
participação de toda cadeia produtiva. Especialistas acreditam que as empresas de 
softwares poderão adaptar seus programas ao constatarem que haverá retorno 
financeiro. Assim um template com padrões e nomenclaturas brasileiros poderá ser 
criado a partir da demanda, com o aumento do número de usuários no país. 
90 
4.4.2 Autoria de projetos 
Com o BIM surge a idéia de que se forneceria o modelo ao cliente, que vai 
administrar o prédio e inserir novas informações ao longo do ciclo de vida da 
edificação. Ao entregar o modelo, no entanto, de certo modo entrega-se a “autoria” 
do projeto. Há de se diferenciar o serviço de desenvolvimento do projeto do edifício 
do desenvolvimento