A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
ATIVIDADE SUPERVISIONADA

Pré-visualização | Página 1 de 1

PLANEJAMENTO, USO E OCUPAÇÃO DO SOLO URBANO
 
1 – ÁREA DO TERRENO 
At = 680,00 m² + 1.150,00 m²
At = 1.830 m²
TAXA DE OCUPAÇÃO 
TO = (área de projeção/área do terreno) x 100 
TO = (1150/1830) x 100 
TO = 62,84% 
COEFICIENTE DE APROVEITAMENTO
CA = (área total construída/área do terreno) 
CA = (6230/1830) 
CA = 3,4
TAXA DE PERMEABILIDADE
TP = (soma das áreas permeáveis/área do terreno) x 100 
TP = (680/1830) x 100 
TP = 37,15%
Percebe-se que, por meio dos resultados que essa edificação está ocupando 62,84% do terreno, tem construída 3,4 vezes a área do terreno e possui 37,15% de áreas permeáveis, ou seja, áreas de grama.
2 – Deve-se verificar o que estabelece às diretrizes do Plano Diretor Municipal em relação ao imóvel, pelo fato de ser declarado pelo Poder Público local como patrimônio histórico e cultural. O Departamento do Patrimônio Histórico (DPH) fornece informações aos interessados em reformar bens culturais tombados, visto que será ponderado o compromisso entre a preservação das características do edifício e as adaptações necessárias ao uso novo do imóvel. 
DIREITO IMOBILIÁRIO – COMPRA E VENDA IMOBILIÁRIA
1 – Os cuidados que se deve tomar no momento que antecede a realização da compra ou venda imobiliária é primeiramente solicitar a matrícula atualizada do imóvel, que está disponível no Registro de Imóveis da cidade de Amatula. Este documento registra a titularidade do imóvel, as transferências e eventuais obrigações incidentes, bem como hipoteca e penhora judicial. É de extrema importância sua análise, pois, através dela é possível conhecer a história do imóvel e sua descrição. Além disso, a simples providência de verificar quem é o dono do imóvel pode minimizar os riscos na aquisição.
 2 – Devido ao fato de se tratar de pessoa jurídica, no caso a Tikikawa Construções e Empreendimentos Ltda., deve-se apresentar a certidão de cadastro na receita (CNPJ), o contrato social ou estatuto social, a certidão da junta comercial de que não há outras alterações e a certidão negativa de débitos previdenciários. Deve-se solicitar também, os documentos do imóvel, entre eles, a matrícula atualizada, o carnê de IPTU e comprovante do pagamento, a certidão negativa de débitos municipais, a declaração negativa de débito de condomínio e a declaração de quitação dos débitos condominiais.
3 – Na compra e venda de imóvel, paga-se o ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis). Além do pagamento de imposto por transmissão do imóvel, é importante lembrar que para efetivar a transferência os impostos devem estar em dia e devem também ser pagas as despesas para registro do imóvel.
 4 - Os contratantes podem definir quem pagará as despesas do registro do imóvel. Se nada definirem, as despesas registrais são pagas pelo comprador, nos termos do Código Civil, art. 490.
EMPREENDIMENTO, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NO MERCADO IMOBILIÁRIO
1 – Poderia se optar por uma rede de transmissão de dados por fibra ótica e cabeamento subterrâneo, oferecendo aos moradores serviços de ponta que não agrediriam a natureza. Também para valorizar a paisagem, poderia se investir em medidas pra a preservação da fauna e da flora local. 
Outra opção é permitir que a luz do sol entre com mais facilidade pelo condomínio. A construção de espaços nos quais não é necessária muita iluminação, dada à existência de vidros no teto ou de janelas nas paredes, é bastante útil.
A fachada poderia ser em envidraçamento  estrutural que simplifica a produção das unidades de vidro estrutural com cura do silicone em 24 horas, oferecendo maior durabilidade e resistência aos raios ultravioletas. Além disso, no condomínio serram colocadas lixeiras para coleta seletiva de lixo e será construído um sistema para captação, filtragem e armazenamento da água, através da instalação de um conjunto de calhas no telhado, que direcionam a água para um tanque subterrâneo ou cisterna, onde ela será armazenada. 
	
REFERÊNCIAS
PREFEITURA DE SÃO PAULO. Departamento do patrimônio histórico. Disponível em: <http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/patrimonio_historico/preservacao/index.php?p=430>. Acesso em: 14 jul. 2015.
JORNAL CASH. Finanças pessoais. Disponível em: < http://www.jornalcash.com.br/?p=4261>. Acesso em: 14 jul. 2015.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.