A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
AV2_comercio_exterior

Pré-visualização | Página 1 de 2

Avaliação: GST0304_AV2_201101314541 » FUNDAMENTOS DE COMÉRCIO EXTERIOR
	Tipo de Avaliação: AV2 
	Aluno: 201101314541 - RENANN INACIO RITA 
	Professor:
	JOSE MARCOS MONTEIRO FERREIRA
	Turma: 9002/AB
	Nota da Prova: 4,0 de 8,0 Nota do Trabalho: Nota de Participação: 0 Data: 11/06/2013 11:30:01
	
	1a Questão (Cód.: 28397)
	9a sem.: 9 - Roteiro de Exportação
	Pontos:0,0 / 0,5 
	Os documentos que obrigatoriamente compõem um processo de exportação são:
		
	
	Nota fiscal, registro de exportação, fatura comercial, certificado de origem e conhecimento de embarque.
	
	DDE, Nota fiscal, registro de exportação, fatura comercial e conhecimento de embarque.
	
	Registro de exportação, fatura pro forma, nota fiscal, conhecimento de embarque e carta de crédito
	
	DDE ou DSE, nota fiscal, fatura consular e conhecimento de embarque.
	
	Registro de exportação, DDE ou DSE, nota fiscal, conhecimento de embarque, certificado fito-sanitário e fatura consular
	
	
	2a Questão (Cód.: 16201)
	10a sem.: A PRÁTICA DO COMÉRCIO EXTERIOR - Condições de Venda ¿ Incoterms
	Pontos:0,5 / 0,5 
	Todos os Incoterms estudados (11), em um determinado momento acordado, transferem a responsabilidade dos custos e riscos do produto do exportador para o importador. O que isto significa exatamente? Marque a única opção correta
		
	
	O importador assume a titularidade (propriedade) da mercadoria no momento acordado pelo Incoterm escolhido entre eles.
	
	As mercadorias serão entregues a quem se apresentar como proprietário.
	
	Os produtos ficam sob a responsabilidade do transportador.
	
	O exportador delega o desembaraço do produto ao importador quando o produto deixa o porto de origem.
	
	A seguradora reserva para ela o direito daquela mercadoria.
	
	
	3a Questão (Cód.: 28359)
	7a sem.: 5 - Doutrinas do Comércio Internacional e Processos de Integração
	Pontos:0,5 / 0,5 
	O princípio básico, que é um dos pilares do livre comércio, constante em vários acordos internacionais, como o GATT, por exemplo, e estabelece que todas as partes contratantes têm de conceder a todas as demais partes o tratamento que concedem a um país em especial, chama-se: 
		
	
	Tratamento nacional.
	
	Previsibilidade.
	
	Multifuncionalidade.
	
	Competição justa.
	
	Nação mais favorecida.
	
	
	4a Questão (Cód.: 14315)
	7a sem.: 5 - Sistema Internacional de Comércio: Organismos Públicos e Privados
	Pontos:0,5 / 0,5 
	Objetivando a reconstrução da ordem econômico-financeira mundial, abalada com a 2ª Guerra Mundial, teve lugar a Conferência de Bretton Woods, em 1944, da qual resultou a criação do FMI e do BIRD, mais conhecido como Banco Mundial. Mais tarde, o GATT, sucessor da OIC, trouxe uma nova ordem para o comércio internacional. Esta ordem estabelece que toda Parte-Contratante deve dispensar às demais Partes-Contratantes tratamento não menos favorável àquele dispensado aos produtos de qualquer outro país. De que ¿ordem¿ estamos falando?
		
	
	Acordo Geral sobre Comércio de Serviços.
	
	A desigualdade no tratamento e o princípio da discriminação.
	
	Acordo sobre Regras de Origem.
	
	A cláusula de nação mais favorecida.
	
	Acordo sobre Aspectos dos Direitos de Propriedade Intelectual Relacionados ao Comércio.
	
	
	5a Questão (Cód.: 16216)
	6a sem.: Regimes aduaneiros
	Pontos:0,5 / 0,5 
	No regime comum de importação e exportação de mercadorias ocorre, via de regra, o pagamento de tributos. Entretanto, devido à dinâmica do comércio exterior e para atender a algumas peculiaridades, o governo criou mecanismos que permitem a entrada ou a saída de mercadorias do território aduaneiro com suspensão ou isenção de tributos. Estes mecanismos são denominados (marque a única alternativa correta):
		
	
	Regimes Especiais, Aduaneiros e Atípicos.
	
	Regimes Aduaneiros Especiais.
	
	Regimes Aduaneiros Especiais e Atípicos.
	
	Regimes Comuns, Aduaneiros e Especiais.
	
	Regimes Aduneiros Comuns.
	
	
	6a Questão (Cód.: 28393)
	8a sem.: Pagamentos e aspectos cambiais
	Pontos:0,0 / 1,0 
	Assinale a afirmativa correta:
		
	
	Em uma Carta de Crédito Irrevogável, após o embarque das mercadorias e a entrega dos documentos em boa ordem ao banco negociador, o exportador só receberá quando o banco designado receber a autorização do exportador.
	
	Em uma Carta de Crédito Revogável, após o embarque das mercadorias e a entrega dos documentos em boa ordem ao banco negociador, o exportador tem que, obrigatoriamente, ser pago, mesmo que o importador cancele a operação junto ao banco emissor.
	
	Em uma Carta de Crédito revogável o importador pode acrescentar uma emenda ou cancelá-la, apenas se tiver a concordância do exportador.
	
	Em uma Carta de Crédito irrevogável o importador pode acrescentar uma emenda ou cancelá-la, unilateralmente.
	
	Em uma Carta de Crédito Revogável o exportador é obrigado a aceitar uma emenda que não seja encaminhada pelo banco emissor ao banco avisador para notificação.
	
	
	7a Questão (Cód.: 28301)
	9a sem.: Intervenientes e operadores do comércio internacional
	Pontos:0,0 / 1,0 
	Os incentivos fiscais aplicáveis às empresas produtoras na exportação indireta são:
		
	
	Imunidade do pagamento do IPI, não-incidência do ICMS, além de isenção do Imposto de Renda
	
	Não-incidência do ICMS, além de isenção do Imposto de Renda
	
	Imunidade do pagamento do IPI, não-incidência do ICMS, além de isenção do PIS e do COFINS
	
	Suspensão do pagamento do IPI, não-incidência do ICMS, além de isenção do PIS e do COFINS
	
	Imunidade do pagamento do IPI, isenção do PIS e isenção do COFINS
	
	
	8a Questão (Cód.: 14320)
	5a sem.: 5 - Histórico e estrutura do comércio exterior brasileiro
	Pontos:0,5 / 0,5 
	A intervenção do Estado na atividade de comércio exterior, agindo no sentido de resguardar seus interesses ou até de se ajustar à conjuntura do Comércio Internacional, cria a necessidade de uma estrutura que normatize e fiscalize o comércio exterior brasileiro. Assinale a única opção correta.
		
	
	Secretaria do Comércio Interno Brasileiro
	
	Secretaria da Receita Estadual
	
	Sistema de Comércio Exterior Informatizado
	
	Secretaria da Receita Federal
	
	Secretaria Estadual do Distrito Federal
	
	
	9a Questão (Cód.: 61434)
	8a sem.: 8 - Pagamentos internacionais
	Pontos:1,5 / 1,5 
	Explique as funções e responsabilidades dos bancos numa operação de cobrança documentária.
		
	
Resposta: O banco devera efetuar a cobrança e repassar o valor ao exportador, dando segurança de pagamento do produto para o exportador e para o importador.
	
Gabarito: Banco remetente: recebe as instruções e os documentos da operação do exportador, prepara as instruções da cobrança, informa ser de acordo com a URC522, envia ao banco cobrador e aguarda o pagamento. Banco cobrador: recebe a cobrança, confere os documentos, convoca o importador, recebe o pagamento, entrega os documentos, envia o pagamento ao banco remetente.
	
	
	10a Questão (Cód.: 61490)
	10a sem.: 6 - Incoterms
	Pontos:0,0 / 1,5 
	Foi apresentado em uma cotação de venda, para um importador argentino, o preço de US$ 100,00/DDP / Depósito - Buenos Aires, por unidade de produto. O importador solicitou, posteriormente, uma cotação FAS / Rio de Janeiro. Considerando os dados abaixo, calcule: 
a) A nova cotação. 
b) O valor das despesas adicionais do importador, para as cotações DDP e FAS. 
Valores por unidade de produto, em US$ Carga na fábrica = 0,50; Formalidades aduaneiras de embarque = 1,00; Despesas de embarque = 2,00; Frete internacional = 10,00; Seguro internacional = 5,00; Despesas de desembarque = 2,50; Despacho aduaneiro de importação = 1,50;