09-OPERAÇÕES BANCÁRIAS
11 pág.

09-OPERAÇÕES BANCÁRIAS


DisciplinaAdministração Bancaria14 materiais857 seguidores
Pré-visualização4 páginas
\ufffdPAGE \ufffd
\ufffdPAGE \ufffd1\ufffd
09 - OPERAÇÕES BANCÁRIAS
INTRODUÇÃO
As operações bancárias são muito comuns na nossa vida, e não poderiam ser diferentes na vida de uma empresa. Dificilmente alguma empresa dispensa o uso de operações com bancos comerciais ou financeiros, em virtude do uso difundido dos cheques e cartões de crédito, sem falar na necessidade de financiamentos para cobrir eventuais faltas de recursos financeiros.
Veremos algumas operações bancárias que normalmente fazem parte da vida das empresas, envolvendo serviços bancários, captação de recursos financeiros e aplicação de recursos financeiros.
2. OPERAÇÕES COM DUPLICATAS
As empresas comerciais, freqüentemente, vendem mercadorias a prazo. Quando as vendas são efetuadas mediante a emissão e aceite de Duplicatas, estas poderão ser negociadas pelas empresas.
Com esses títulos, as empresas efetuam transações junto aos bancos, seno as mais comuns: Cobrança Simples de Duplicatas, Descontos de Duplicatas e Empréstimos mediante Caução de Duplicatas.
2.1. COBRANÇA SIMPLES
É uma operação na qual a empresa envia suas duplicatas ao estabelecimento bancário para que este efetue a cobrança, prestando-lhe assim, um serviço. A empresa relaciona as duplicatas, e paga uma taxa ao banco por duplicata a ser cobrada, o banco se encarrega simplesmente de receber o dinheiro e depositar na conta da empresa, acrescido dos juros de mora ou dos descontos financeiros concedidos, se ocorrerem. Essa operação não gera lançamento permutativo ou modificativo por não constituir um fato contábil, mas simplesmente um ato administrativo. O lançamento então é de compensação.
D. Duplicatas c/ Cobrança 
C. Endosso p/ Cobrança 
 N/remessa dupls p/cobrança conf. borderô.......................1.500,00
2.2. DUPLICATAS DESCONTADAS
Desconto é um recebimento realizado antecipadamente, mediante a transferência da propriedade de um título de crédito contra terceiros para uma instituição financeira; nessa hipótese, o direito de recebimento do título não mais pertence à sociedade que o emitiu, mas sim a quem o descontou (instituição financeira).
Entretanto, caso o devedor do título não honre o pagamento do mesmo, cabe à instituição financeira o direito de regresso contra a empresa que o descontou, ou seja, esta deverá pagar ao banco o valor do título não quitado pelo devedor.
Classificação: a conta \u201cDuplicatas Descontadas\u201d deve ser classificada como redutora da conta \u201cDuplicatas a Receber\u201d no ativo circulante (AC) ou no ativo realizável a longo prazo (ARLP).
Encargos Financeiros: os encargos financeiros cobrados pelo banco representam despesas antecipadas e devem também ser classificadas no AC ou no ARLP, sendo apropriados (contabilizados) em conta de resultado à medida que forem sendo incorridos, proporcionalmente ao prazo do desconto.
	
2.2.1. DUPLICATAS DESCONTADAS \u2013 EXEMPLO DE OPERAÇÕES
a) POSIÇÃO PATRIMONIAL EM 01/04/X1
		A T I V O			 P A S S I V O
	Caixa			 200,00
Banco Sul C/Mov	 800,00
Dupl. a Receber 4.000,00 Capital 5.000,00
 D E S P E S A S			 R E C E I T A S
b) SITUAÇÃO DAS DUPLICATAS A RECEBER
	DUPL.	VALOR		VENC.		SITUAÇÃO
 A	1.000,00		30.04.X1	 Carteira
 B	1.000,00		30.05.X1	 Carteira
 C	1.000,00		30.06.X1	 Carteira
 D	1.000,00		30.07.X1	 Carteira
c) 01/04 \u2013 1º FATO: DESCONTO DAS DUPLICATAS A \u2013 B \u2013 C e D JUNTO AO BANCO SUL TENDO ENCARGOS FINANCEIROS DE 5%:
	a DUPLICATAS DESCONTADAS
	 BANCO SUL C/MOV. . . . . . . . . . . 3.500,00
	 DESP. FINANC. A APROPRIAR. . 500,00 4.000,00
	NOVA SITUAÇÃO PATRIMONIAL - 01/04/x1
	 
 A T I V O
	
P A S S I V O
	 Caixa 200,00
 Banco Sul C/Mov 4.300,00
 Dupl. A Receber 4.000,00
 ( - ) Dupls.Descontadas 4.000,00
 Desp.Financ.Apropriar 500,00
	
Capital 5.000,00
 
	 D E S P E S A S
	R E C E I T A S
	
	
CONTRÔLE EXTRA\u2013CONTÁBIL :
DESPESAS FINANCEIRAS A APROPRIAR	
DUPL.	ABR	MAI	JUN	JUL
 A	1.000,
 B	1.000,	1.000,
 C	1.000,	1.000,	1.000,
 D	1.000,	1.000,	1.000,	1.000, 
	4.000,	3.000,	2.000,	1.000,
	 5% 	 5%	 5%	 5%
	 200,	150,	 100,	 50, = TOTAL 500,00
d) 30/04 \u2013 2º FATO: O BANCO COMUNICA A LIQUIDAÇÃO DA DUPLICATA \u201c A \u201c PELO VALOR NOMINAL.
		 DUPLICATAS DESCONTADAS
	 	a DUPLICATAS A RECEBER. . . . . . . . . . . 1.000,00
 ------------------------ ------------------------
 DESP. C/DESCONTO DUPLICATAS
	 a DESP.FINANCEIRAS A APROPRIAR. . . . . 200,00
		NOVA POSIÇÃO PATRIMONIAL - 30/04/x1
	A T I V O						P A S S I V O
	Caixa 200,00
Banco Sul C/Mov 4.300,00
	Dupl. a Receber 3.000,00
	( - ) Dupl.Desc. 3.000,00
	Desp.Financ.Aprop. 300,00 Capital 5.000,00
 D E S P E S A S			 R E C E I T A S
	Desp.C/Desc.Dupls. 200,00				- o -
e) 30/05 \u2013 3º FATO: O BANCO COMUNICA A LIQUIDAÇÃO DA DUPLICATA \u201c B \u201c COM DESCONTOS DE 40,00.
		 DUPLICATAS DESCONTADAS
	 	a DUPLICATAS A RECEBER. . . . . . . . . . . . . .1.000,00
		 ----------------------- ------------------------
		 DESCONTOS CONCEDIDOS
		a BANCO SUL C/MOV. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40,00
		 -------------------- ------------------------
		 DESP.C/DESC.DUPLICATAS
		a DESP.FINANC. A APROPRIAR. . . . . . . . . . 150,00
============================================================
f) 30/06 \u2013 4º FATO: O BANCO COMUNICA A LIQUIDAÇÃO DA DUPLICATA \u201c C \u201c COM JUROS DE 60,00.
	 DUPLICATAS DESCONTADAS
	a DUPLICATAS A RECEBER. . . . . . . . . . . . . 1.000,00
		 ------------------- ------------------------
	 DESP. C/DESC. DUPLICATAS
	a DESP. FINANC. A APROPRIAR. . . . . . . . . . . . 100,00
g) 30/06 - 5º FATO: O BANCO COMUNICA O REEMBOLSO DA DUPLICATA \u201c D \u201c COM DESPESAS DE 35,00.
	a BANCO SUL C/MOV
	 DUPLICATAS DESCONTADAS. . . . . . 1.000,00
	 DESPESAS BANCÁRIAS. . . . . . . . . . . . . 35,00 1.035,00
		 --------------------- --------------------
	 DESP. C/DESC. DUPLICATAS
	a DESP. FINANC. A APROPRIAR. . . . . . . . 50,00	
	NOVA POSIÇÃO PATRIMONIAL - 30/07/X1
 	 A T I V O			 P A S S I V O
	Caixa			200,00
	Banco Sul C/Mov 3..225,00
	Dupl. a Receber	 1.000,00
	( - ) Dupl. Desc. \u2013 o \u2013
	Desp.Financ.Aprop. \u2013 o \u2013 Capital 5.000,00
	 D E S P E S A S			 R E C E I T A S
	DESP.DESC.DUPLS. 500,00
	DESC. CONCEDIDOS 40,00 			- o -
	DESP.BANCÁRIAS 35,00 
2.3. EMPRÉSTIMO MEDIANTE CAUÇÃO DE DUPLICATAS
		Caução é uma operação de empréstimo que a empresa efetua junto a um banco, na qual o banco exige que a beneficiada lhe entregue títulos em garantia. O valor dos títulos caucionados é sempre superior ao valor liberado.
		O banco poderá exigir a emissão de uma Nota Promissória no valor total do empréstimo.
		É lavrado um contrato entre a empresa e o banco, onde ficam estabelecidos, pelo menos:
 ( O valor do numerário a que a empresa terá direito por um determinado período de tempo.
 ( O valor de títulos que a empresa oferecerá ao banco, em cobrança caucionada, que, ao mesmo tempo que representa a garantia da dívida assumida, é o termômetro para liberação do total do empréstimo.
	( O percentual que poderá sacar, o qual ficará entre 70 e 80% dos títulos caucionados.