Aula Resumo
8 pág.

Aula Resumo


DisciplinaAgentes Terapêuticos Biotérmicos9 materiais25 seguidores
Pré-visualização2 páginas
27/06/2019
1
Prof. Dr. Marcelo Lourenço da Silva
1-Promover facilitação circulatória,(Teoria de 
Cooper 1950); 
2-Promover e ativa a Ação Linfática;
3-Promove efeito analgésico - sedativo -
diminuição da isquemia e ativação da teoria e 
Melzack e Wall;
4-Favorece o efeito de defesa tecidual;
5-Provoca Relaxamento; 
6-Promove a drenagem do edema; 
Munro et al., 2009
7-Provoca Hiperemia tecidual;
8-Melhora e Facilita a Flexibilidade (articular e muscular-
tendinea);
9-Favorece a nutrição tecidual;
10-Aumenta o metabolismo celular e facilita a 
permeabilidade das membranas, 13 % a cada 1grau C;
11-Acelera a retirada de substâncias nocivas e 
inflamatórias;
12-Possibilita a descarga de leucócitos e que ajudam na 
destruição das bactérias infecciosas; 
13-Acelera a fagocitose residuais; 
14-Aumenta a VHS;
15-Reduz o tempo de coagulação; 
16-Provoca alteração dos níveis de distribuições de 
glicose;
17-Ativa o sistema nervoso central provocando ação 
inibitória do quadro doloroso;
18-Efeito controlador do Processo Inflamação pela ação 
circulatória;
19-Estimula o controle do sistema simpático e 
parassimpático; 
20-Acelera o processo de cicatrização tecidual;
21-Facilita a mobilização articular; 
22-Estimula a absorção das mensagens 
proprioceptivas; 
24- Ativação Enzimática
23-Promove a síntese de colágeno; 
24-Estimula a formação e absorção de cálcio;
25- Facilita o equilíbrio de PH celular; 
1 2
3 4
5 6
27/06/2019
2
Superficiais: 1- Compressas/ Parafina;
2- Forno de Bier;
3- Infravermelho;
4- Aplicações Diretas;
5- Formas de Imersão;
6- Turbilhão; 
7- Ultravioleta.
Profundos \u201cDiatermia\u201d:
1- Ultrassom;
2- Microondas;
3- Ondas Curtas; 
\uf07d Espectro eletromagnético cujas ondas 
produzem aquecimento ao serem absorvidas 
pela matéria. 
\uf07d Comprimentos de onda de 760 \u2013 1400nm. 
\uf07d A RIV é produzida em todas as matérias pelos
vários tipos de vibração molecular
\uf07d Paciente - posição; explicação e teste.
\uf07d Aparelhos - 5` de funcionamento prévio.
\uf07d Ajuste
- Lâmpada grande - 60 à 75cm (750 ou 1000W)
- Lâmpada pequena - 45 à 50cm.
- Posicionar formando um ângulo de 90\uf0b0
\uf07d Checar o aquecimento após 5 a 8 minutos
7 8
9 10
11 12
27/06/2019
3
\uf07d Fusão = 54\uf0b0C
\uf07d Temperatura mantida entre 42 a 52\uf0b0C;
\uf07d Cera mantida em um recipiente de inoxidável ou 
esmaltado aquecida eletricamente e temperatura 
controlada por um termostato.
\uf07d 7:1 \u2013 7 = Parafina/ 1 = Óleo mineral 
Parafina
Óleo
Mineral
Parfina
Líquida
\uf07d Imergir a parte por 1 segundo;
\uf07d Retirar e permitir o resfriamente;
\uf07d Promover novamente a inclusão;
\uf07d Repetir por 6 a 12 vezes até produzir uma camada de 
2 a 3mm de espessura.
\uf07d Envolver com um saco plástico + toalha.
\uf07d Se possuir edema \u2013 manter o membro acima do nível
do coração.
Manter por 20\u2019
Consiste na utilização de:
\uf07d Bolsas de tecido de algodão ou borracha com 
sílica gel ou substância semelhante capaz de 
absorver grande número de moléculas de água;
\uf07d Mantém a temp. terapêutica por 30 a 45 min. 
\uf07d Modalidade de termoterapia superficial, por meio 
de condução;
\uf07d Categorias: Reutilizável e descartável
Bolsas Quentes
Reutilizável
Hydrocollator
Seca
Parafina
Úmida
Gel de 
silicato
Microagitáveis
Gel e Trigo
Descartável
Exotérmicas
\uf07d Direta; 
\uf07d Utilização de protetores entre as bolsas;
\uf07d Cuidados ao deitar sobre as bolsas;
\uf07d Utilização de tamanhos variáveis de bolsas;
\uf07d Cuidados quanto a queimaduras;
\uf07d Eficácia desta forma de tratamento? Relativa.
18
13 14
15 16
17 18
27/06/2019
4
\uf07d Método efetivo de aplicação de calor ou frio 
em áreas de contornos irregulares. 
\uf07d Energia é transferida para dentro e para fora 
do corpo por meio de convecção. 
\uf07d Instrua seu paciente a não ligar ou desligar o 
turbilhão ou até mesmo tocar quaisquer junção 
elétrica;
\uf07d Encha o turbilhão a uma profundidade suficiente 
para cobrir a área a ser tratada;
\uf07d Ajuste a temperatura para o tipo de efeito 
desejado;
\uf07d Posicione seu paciente de maneira confortável 
para receber o tratamento;
\uf07d Ligue a turbina e ajuste a turbulência;
\uf07d Monitorize seu paciente com cuidados e atenção;
\u201cAplicação de qualquer substância que 
resulta em remoção do calor corporal, 
diminuindo assim a temperatura dos 
tecidos\u201d
\uf07d Crioterapia = Terapia com frio.
\uf07d As modalidades de Crioterapia apresentam 
uma variação de temperatura entre 0 a 18 
graus C; 
\uf07d Redução da Temperatura
\uf07d Redução do Metabolismo
\uf07d Diminuição da Dor
\uf07d Diminuição do espasmo muscular
\uf07d Aumento da rigidez tecidual (tec. Conjuntivo)
\uf07d Efeitos inflamatórios
\uf07d Efeitos circulatórios
19 20
21 22
23 24
27/06/2019
5
Hemorragia
Vasos
Coagulação
Cessação de 
fluxo
Diminuição da liberação de 
O2 para as células adjacentes
que não fazem parte da lesão
Lesão Hipóxica secundária: danos em
músculos e tecido conjuntivo como
resultado de falta de O2.
Músculos e tecido conjuntivo
Formação de 
hematoma
Resposta
inflamatória
Desaceleração do fluxo
sanguíneo em vasos distintos
Edema
Dor
Espasmo
Inibição neural de força
amplitude de movimento e 
outros atributos funcionais
Leucócitos Liberados
no tecido
Resolução do 
hemantoma
Reparação do ferimento
\uf07d Reduz Transmissão nervosa da dor de algumas 
fibras
\uf07d Reduz a excitabilidade de terminações nervosas 
livres
\uf07d Reduz metabolismo \u2013 neutraliza efeitos deletérios
\uf07d Frio libera endorfinas
\uf07d Redução da formação do edema:
\uf07d GELO, ELEVAÇÃO, COMPRESSÃO (ICE) \u2794GCE
\uf07d + REPOUSO (RICE) \u2794RGCE
\uf07d + PROTEÇÃO (PRICE) \u2794PRGCE
\uf07d Lesões agudas
\uf07d Lesões crônicas
\uf07d Dor 
\uf07d Cryostretching
\uf07d Definição:
\uf07d Vibrações mecânicas que são
essencialmente as mesmas das ondas
sonoras, porém de alta frequência.
\uf07d Quando as ondas sonoras estão além da
faixa audível do homem, podem assim ser
chamadas de ondas ultra-sônicas.
Audível
20 Hz 20 KHz
25 26
27 28
29 30
27/06/2019
6
\uf07d Diagnósticos variam entre 5 a 20 Mhz;
\uf07d Terapêuticos de 0,5 a 5 Mhz, sendo o mais 
utilizado 1 a 3 Mhz;
<Espessura / > F de emissão.
> Espessura / < F de emissão.
Lembrete:
1 Hz = 1 ciclo/s
1 Khz = 1.000 ciclos/s
1 Mhz = 1.000.000 ciclos/s
32
Tipos de Cristais:
Cristal de Quartzo; Cristais de Cerâmicas Sintéticos; 
PZT (titanato zirconato de chumbo e titanato de bário);
Ou até mesmo a mescla (zirconato e titanato) que atualmente estão sendo 
muito utilizado.
33
Como a onda sonora se move através dos 
tecidos, ele pode ser:
\uf07d Refletida
\uf07d Absorvida
\uf07d Refratada
\uf07d Transmitida
31 32
33 34
35 36
27/06/2019
7
E o grau de reflexão das ondas ultra-sônicas 
ao atravessarem um meio com diferentes 
coeficientes de impedâncias acústicas; 
A energia refletida é sempre menor que a 
energia incidente. 
37
Variabilidade da Reflexão a 
Serem Considerados: 
\u2022Maior frequência maior 
reflexão;
\u2022Variabilidade com a 
Espessura do tecido; 
\u2022Ângulo de incidência da 
onda do ultra-som.
Interface %Reflexão
Água/Tecido Mole 0,2
Tecido mole/Gordura 1
Tecido mole/osso 15-40
Tecido mole/pulmão 53
Água/ Vidro 63,7
Água/ aço inoxidável 87,7
Tecido mole/ar 99,9
PZT/ ar 99,99
Meio Coeficiente de Absorção
1.0 MHz 3.0 MHz
Sangue 0,028 0,084
Vasos Sanguíneos 0,4 1,2
Osso 3,22
Pele 0,62 1,86
Cartilagem 1,16 3,48
Ar (20\uf0b0C) 2,76 8,28
Tendão 1,12 3,36
Tecido Muscular
(Feixe perpendicular)
0,76 2,28
Tecido Muscular
(Feixe paralelo)
0,28 0,84
Gordura 0,14 0,42
Água (20\uf0b0C) 0,0006 0,0018
Tecido Nervosos 0,2 0,6
\uf07d Impedância acústica