A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Terapia de processamento auditivo

Pré-visualização | Página 2 de 2

insensível, 
inativo, indiscreto/carpintaria, papelaria, mercearia, sapataria. 
 
10) Objetivos: desenvolver a memória auditiva verbal; desenvolver o gosto pela 
leitura e escrita; percepção auditiva de figura-fundo; promover o aumento do 
vocabulário. Método: formular histórias com as crianças em que o início é dado e cada 
criança contribui com uma parte da história. Ao terminar, a história deverá ser lida para 
as crianças pelo professor. A atividade deverá ser realizada com mensagem verbal 
competitiva (música, barulho de rua etc.). Deve-se chamar a atenção da criança para o 
som do fundo. 
 
11) Objetivos: desenvolver a memória auditiva verbal; desenvolver ritmo; 
ampliação do vocabulário; introdução de prefixo e sufixo. Método: a partir de um 
inventário de palavras realizado pela criança e/ou de um texto escrito, o professor 
seleciona uma palavra em que aparece um prefixo e/ou um sufixo. O professor orienta 
as crianças a construírem a “família da palavra” (por exemplo, a palavra pedrinha 
permite que a criança reconstitua a “família”: 
pedra/pedreira/pedreiro/pedregulho/pedraria...). Cada aluno deverá repetir a seqüência 
correta de palavras e acrescentar um novo elemento, marcando cada sílaba de palavras 
com palmas. 
 
12) Objetivos: estimular a linguagem oral; estimular a memória auditiva. Método: 
o professor narra o enredo de uma história. Por exemplo: João hoje saiu de manhã e... 
Cada aluno, por ordem, deverá repetir o que foi dito e colocar mais alguma coisa que 
complemente a história, imediatamente. O professor dirá que a história deverá ser 
memorizada. Após completar a história (ou o número de crianças), o professor fará a 
interpretação da mesma com as crianças. 
 
13) Objetivos: identificar estímulos sonoros; desenvolver a memória auditiva; 
treino monoaural e binaural para mensagens verbais; desenvolver a produção oral. 
Material: texto para leitura (histórias interessantes e curtas). Método: o professor 
deverá contar uma história curta de forma expressiva, podendo, para isso, utilizar 
objetos para representar os personagens da história e sons instrumentais e ambientais 
para representar determinadas situações. O aluno deverá ouvir a história ocluindo com a 
mão uma das orelhas. Posteriormente inverte-se a orelha que será ocluída e, numa etapa 
final, a história é contada repetida sem que os alunos ocluam as orelhas. Cada aluno 
deverá reproduzir parte da história oralmente.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.