A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Documento 7

Pré-visualização | Página 1 de 1

Aula do dia 11
· Funções gerais dos músculos supra e infra-hióideos: 1-manutenção da postura cervical (não estamos falando, com a boca fechada, respirando pelo nariz, então estamos em postura cervical. Para que a gente consiga manter a respiração nasal uma boa postura cervical é fundamental, a postura cervical é toda a região do corpo. Para eu manter uma boa postura cervical os músculos tem que estar em equilíbrio, trabalhando simultaneamente, 50% supra-hióideos e 50% infra)
2-manutenção da permeabilidade das vias aéreas superiores (acontece a mesma coisa que na postura cervical, e assim eu consigo ter uma permeabilidade das vias aéreas superiores, ou seja, pra eu conseguir usar bem o nariz, respirar tranquilamente pelo nariz, eu preciso também de um equilíbrio de força entre os supra e os infra, 50% de cada). Todo respirador nasal pra ter uma respiração eficiente, precisa de uma postura cervical adequada e isso vai levar a uma permeabilidade das vias aéreas superiores e vai ajudar essa respiração nasal
3-fixação do osso hióide
4-abertura e fechamento mandibular 
5-deglutição e fonoarticulação 
· Acima do osso hióde estão os músculos supra-hióideos 
1. Abaixo do hióde estão os infra-hióideos
2. Acima dos supra-hiódeo está a mandíbula 
3. Mandíbula --> supra-hióideos --> hióide --> infra-hióideos
· Função 3: Quando eu quero abrir a boca, o pterigóideo entra em ação pra eu conseguir abrir a boca, ai a mandíbula desce, quando ela desce os supra-hióideos vão descer também, vão se contrair para baixo. Mas eu tenho um problema, quando um músculo se contrai ele sempre tem em busca um ponto fixo, então para se contrair as fibras dele no momento da contração vão em direção ao ponto fixo (que normalmente é a sua origem). Para um músculo ter uma boa contração ele tem que ir no sentido ao ponto fixo.
1. Neste caso o problema é que o osso hióide é um osso móvel, então quando eu abro a boca o supra tem que descer sentido ao hióide, mas ele tem que ser fixado nesse momento, e quem fará essa fixação são os infra. 
2. Para abrir a boca: os infra vão fixar o osso hióide para que os supra possa descer em sentido a ele.
3. Portanto quem faz a fixação do osso hióide são os infra no momento de abertura de boca.
· Função 4: Para fechar a boca os músculos que tem que entrar em ação são: temporal, pterigóide medial e masseter, além deles preciso da contração dos supra para cima 
1. Fecho a boca --> mandíbula sobe, quando ela sobe os supra-hióideos se contraem sentido a mandíbula (para cima), nesse momento que ele se contrai para cima ele leva junto o osso hióideo e os infra (então esses dois não fazem força, quem faz são os supra). Então quem é mais importante pra eu fechar a boca são os supra, os infra não tem participação 
· Função 5: pensando em abertura e fechamento de boca, a gente engole de boca fechada, então quem será que participa mais na deglutição supra ou infra? Supra. E pra falar a gente abre e fecha a boca, então quem participa são os supra e os infra.
· Eu tenho 4 músculos que fazem parte dos supra-hióideos: milo-hióideo (único que da para avaliar clinicamente), digástrico (ventre posterior e anterior), estilo-hióideo (responsável pela postura) e gênio-hióideo (maior deles)
1. Toda vez que avalio o milo e ele ta flácido eu posso inferir que toda musculatura supra está flácida. O milo é inervado pelo nervo milo-hióideo do nervo mandibular 
2. Digástrico é inervado pelo ramo do nervo mandibular, e o ventre posterior é inervado pelo nervo facial. A gente consegue sentir ele quando junta saliva na boca e vamos engolir
· Pensando na língua, quem é a fundação (da sustento) da nossa língua? Os supra-hióideos, eles são a base de sustentação da nossa língua. Quando eu tenho os supra flácidos, eu tenho ctz que a língua ta flácida, pq a base tá ruim então a língua está ruim
1. Os supra-hióideos como um conjunto servem de base de sustentação da nossa língua
2. A língua é presa só em uma extremidade, tem uma mobilidade enorme, ela fica fasciculando o tempo inteiro (só para de se mexer quando a gente morre), ela é muito suscetível a fadiga por isso não pode manter ela sempre contraída (parada; se ela fica parada por muito tempo ela pode entrar em fadiga)
3. A língua faz movimentos mínimos e finos, tem uma grande precisão, a língua não tem tônus (tônus de repouso e o de contração, duas coisas que vamos aprender a avaliar) ela tem tensão. Pq não podemos dizer que ela tem tônus? Pq para um músculo ter tônus ele precisa antes de entrar em contração entrar no estado de repouso/silêncio, como a língua não para de fascicular ela não consegue entrar no estado de repouso/silêncio. Tensão para língua se fala hipotensão 
4. Ela tem uma grande velocidade de contração pq ela fascicula todo o tempo
· Professora desenhou um prédio, a base (fundação) dele são os supra, a estrutura é a musculatura extrínsecas e os apartamentos seria a musculatura intrínsecas 
1. A musculatura extrínseca serve de base para a musculatura intrínseca poder trabalhar e toda vez que a gente for trabalhar com postura de língua, com a posição de língua, estaremos trabalhando com os músculos extrínsecos. Toda língua que está flácida, a musculatura extrínseca que tem que ser trabalhada 
2. Os músculos extrínsecos são: genioglosso, estiloglosso, hioglosso que são inervado pelo 12º par, e o palatoglosso que é inervado pelo vago
3. O genioglosso puxa a língua para frente, eleva o ápice e deprime o dorso da língua
4. Estiloglosso retrai a língua, vai puxar pra cima (língua no palato)
5. Músculos extrínsecos são inervados pelo 12º par, função: muda a posição da língua e serve de base para a musculatura intrínseca trabalhar
· Músculo intrínsecos, função de alterar a forma da língua
1. A língua é formada por quatro músculos intrínsecos: longitudinal superior, longitudinal inferior, transverso e o vertical. São responsáveis por encurtar, estreitar e achatar a língua. 
2.O superior: enrola a ponta da língua e os lados da língua superiormente 
3. Inferior: enrola a ponta e os lados da língua para baixo
4. Transverso: língua fina 
5. Vertical: língua alargada 
· Língua geográfica: é uma questão genética, essas manchas vão mudando no decorrer do dia, não tem grandes problemas a não ser que essas línguas tem uma musculatura de pior qualidade, a musculatura extrínseca é uma musculatura que não responde tão bem 
· Língua fissurada: é genética e também pode ser adquirida por problemas gástricos, tem vários e pequenos sulcos na língua 
· Frênulo normal: a pessoa consegue fazer um triângulo quando levanta a língua, o frênulo começa na mandíbula e termina no meio da língua. Quando o frênulo é normal eu não posso ver ele abaixo das carunculas
· Frênulo alterado: é o frênulo que está fixado em qualquer lugar da língua do meio para frente, chegando em alguns casos na ponta da língua 
· Anquiloglossia é a famosa” língua presa” (está errado falar isso): a pessoa não a mínima condição de movimentar a língua, tem o frênulo curto, isso é genético, mãe e pai tem bb também terá 
· Frênulo é uma membrana então ela não vai crescer mais, se nasceu com ele alterado morrerá com ele alterado
· Existe o frênulo curto e o anteriorizado (que acabou além do terço médio da língua), existe também o frênulo submerso (que vc não enxerga uma parte do frênulo pq ele está muito envolvido na língua, só da pra ver o final dele)
· Quando um bb tem o frênulo alterado eu invariavelmente solicito a liberação do frênulo (pic- frenotomia), pq ? Pq eu já sei que ele não só vai ter alteração de amamentação, como terá também de fala e de alimentação. A frenotomia é recomendada até os 2 anos de idade, a partir dos dois anos não adianta mais fazer, quem faz isso? Otorrino e odontopediatra. Fazendo essa cirurgia a língua ganha mais mobilidade, o problema é que quanto mais velho eu fizer essa cirurgia pior o prognóstico em relação a minha fala e a mastigação. 
· Existe também a frenectomia que é a retirada parcial do frênulo, temos que avaliar e ver o que será melhor fazer se é a frenectomia ou a frenotomia