Práticas Pedagógicas em Instituições não escolares
6 pág.

Práticas Pedagógicas em Instituições não escolares


DisciplinaPráticas Educativas em Ambientes Não-escolares21 materiais176 seguidores
Pré-visualização2 páginas
ATIVIDADE REFERENTE ÀS 08 AULAS 
Caros alunos, atentem-se para a data limite para a entrega das atividades. Lembrando que: 
1- Não aceitarei atividades após a data agendada; 
2- Cópias da internet serão zeradas; 
3- Texto desorganizado, sem estética terão notas descontadas, bem como erros ortográficos, de 
coesão e coerência; 
Acessem os links e arquivos, complementares, disponíveis! 
Abraços e bom trabalho a todos (as). 
Professora Me Lilian Nantes 
GABARITO 
01) A 02) C 03)B 04)B 05) C 
06) B 07) D 08) A 
09) A educação formal é aquela que ocorre nos sistemas de ensino tradicionais, assegura de 
forma implícita e explícita, seu espaço como um recurso importante pra atender as 
demandas da sociedade na formação de seus indivíduos. A não formal corresponde às 
iniciativas organizadas de aprendizagem que acontecem fora dos sistemas de ensino não é 
composta pela mesma ênfase de formalidade que a educação formal e/ou escolar, 
embora ela também tem objetivos intencionalmente definidos e planejamento 
suas ações educacionais, as quais podem ser inseridas em diferentes contextos, como em 
organizações sociais, nos movimentos sociais, nas associações comunitárias, nos 
programas de formação sobre direitos humanos, cidadania e lutas contra as 
desigualdades e exclusões social. 
10) As instituições sociais são definidas como instituições compostas por padrão de controle, 
isto é, um tipo de padrão de conduta programado, também pode ser entendida como uma 
organização estruturada específica da sociedade, a qual possui um papel social estável, 
com o intento de privilegiar determinada função social. Nessa definição inclui-se ainda as 
instituições totais que são um grupo específico de instituições sociais, com um sistema 
social fechado. 
 
Curso: Pedagogia 
Semestre: 8° 
Disciplina: Práticas Pedagógicas em Instituições não escolares 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1 -Assinale a alternativa correta: 
 
a) Por educação formal entende-se o tipo de educação organizada com uma 
determinada sequência e proporcionada pelas escolas, enquanto que a 
designação educação informal abrange todas as possibilidades educativas no 
decurso da vida do indivíduo, constituindo um processo permanente e não 
organizado. 
b) A Educação informal não faz parte de um processo que dura a vida toda, na 
qual as pessoas estabelecem e somam conhecimentos, habilidades e atitudes 
por meio de experiências vividas diariamente, bem como a relação com o meio, 
com as pessoas. 
c) A educação não formal \u201crefere-se a tudo o que implica forma, isto é, algo 
inteligível, estruturado, o modo como algo se configura. Educação formal seria, 
pois, aquela estruturada, organizada, planejada intencionalmente, sistemática\u201d. 
d) A educação não formal está submetida a ordenamentos jurídicos do Estado, 
estabelece toda atividade educativa organizada e sistemática, na qual acontece 
fora do sistema oficial de ensino, com o objetivo de facilitar determinados tipos 
de aprendizagem a certos grupos da população. 
e) A EDUCAÇÃO INFORMAL é desenvolvida nas escolas, com conteúdos 
previamente demarcados; FORMAL é aquela que ensinam durante seu 
processo de socialização - na família, bairro, clube, amigos etc., 
complementada por valores e culturas próprias, de pertencimento e 
sentimentos herdados; e a EDUCAÇÃO NÃO FORMAL é a que se aprende "no 
mundo da vida", por meio de processos de compartilhamento de experiências, 
especialmente em espaços e ações coletivos rotineiros. 
 
2 - Assinale a alternativa incorreta: 
a) Em meados do ano de 1980, a educação não formal, de forma geral, foi 
constantemente considerada pelos educadores e pelas políticas públicas, como um 
âmbito de segunda importância. 
b) Partindo da década de 80, esse cenário começou a mudar com a regulamentação de 
leis que passaram a normatizar as atividades ligadas à educação social. 
c) Na década de 90, a educação não formal não passa a demonstrar um destaque 
relevante, especialmente em decorrência das mudanças no setor econômico, social e 
no mundo do trabalho. 
d) A Constituição Federal de 1988, ao passo que garantiu a Educação assumida como 
direito público e subjetivo, também assumiu uma concepção de gestão democrática 
como inovação trazida no bojo da democratização e organização da sociedade civil. 
e) Em 1996, foi promulgada a nova Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 
(LDB), a qual foi a primeira legislação da educação que explicitou uma definição de 
educação que engloba, além do âmbito formal, os processos educacionais que 
acontecem em outros espaços/ambientes. 
3 - Na década de 90, surgiram regulamentações legais que trazem e ou sugerem a educação 
não formal em seu escopo, agindo como instrumentos para legalização da participação da 
sociedade civil na educação dentre os quais se destacam: 
a )O Estatuto da Criança e do Adolescente(1990); 
b )A Nova Lei de Diretrizes e bases da Educação (1996); 
c ) A Lei das Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público \u2013 OSCIP( 1999); 
De acordo com as afirmações acima responda: 
a) ( ) Nenhuma resposta anterior está correta; 
b) ( x )Todas as respostas anteriores estão corretas; 
c) ( )Somente a letra A e B estão corretas. 
 
4) O poder público (nas esferas federal, estadual e municipal) é responsável por 
fomentar e desenvolver: 
I) a difusão, por intermédio dos meios de comunicação de massa, em espaços 
nobres, de programas e campanhas educativas, e de informações acerca de 
temas relacionados ao meio ambiente; 
II) a ampla participação da escola, da universidade e de organizações não 
governamentais na formulação e execução de programas e atividades 
vinculadas à educação ambiental não formal; 
III) a participação de empresas públicas e privadas no desenvolvimento de 
programas de educação ambiental em parceria com a escola, a universidade e 
as organizações não governamentais; 
IV) a sensibilização da sociedade para a importância das unidades de conservação; 
V) a sensibilização ambiental das populações tradicionais ligadas às unidades de 
conservação; 
VI) o desmatamento total da floresta pelos agricultores; 
 
Assinale a alternativa correta: 
a) Somente a afirmação I é falsa. 
b) Somente a afirmação VI é falsa. 
c) Ambas as afirmações (I, II e III) são verdadeiras. 
d) Ambas as afirmações (I, V e VI) são falsas. 
e) Somente a afirmação III é verdadeira. 
 
05 \u2013 Assinale Verdadeiro ou falso. 
 
( ) O planejamento social é a primeira dimensão de um projeto socioeducacional, uma 
vez que se trata de uma importante ferramenta, no entanto, é por meio dele que se 
definem os objetivos a serem alcançados no enfretamento das demandas necessitadas 
pelos usuários do serviço. 
( ) Planejar um projeto socioeducativo é mais do que coletar dados e informações a 
respeito de uma determinada realidade social na qual se deseja intervir, é permitir 
meios efetivos de construção de respostas viáveis para atingir os objetivos propostos, 
ou seja, dirimir as demandas sociais 
( ) A avaliação permanente não se transforma em um fator fundamental do 
planejamento, pois não permite reorganizar e reformular as ações quando estas não 
atingem os fins para os quais foram programadas. 
( ) A avaliação no final dos prazos estabelecido nas metas e objetivos de um projeto 
socioeducativo, não precisa ter como parâmetros a eficiência, eficácia e efetividade, 
isto é, não te a utilização dos recursos, a consecução dos objetivos definidos e a 
satisfação da sociedade. 
Assinale a alternativa que contenha a correspondência correta: 
a) V, V, V, V. 
b) F, V, F, F. 
c) V, V, F, F. 
d) F, F, F, F. 
e) V, F, V, F. 
 
6 ) O método popular tem princípios que são seu ponto de partida, tais como: 
I) todo sujeito é incapaz; 
II) apenas quem está efetivamente oprimido, como sujeito individual ou como 
grupo social, pode interessar-se pela libertação; 
III) somente quem realiza um