A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Resumo de Química Medicinal Farmacêutica

Pré-visualização | Página 2 de 2

força das ligações químicas envolvidas.
· Forças eletrostáticas
No pH fisiológico os aminoácidos estão ionizados.
· Íon-íon
· Íon-dipolo
· Dipolo-dipolo
· Ligação de hidrogênio 
Heteroátomos eletronegativos (O,N) e átomos de hidrogênio.
· Forças de Van der Waals
Moléculas apolares apresentando dipolos induzidos (momentâneos). Ocorre entre C-H e C-C de cadeias apolares.
· Interações hidrofóbicas
Interações apolares entre cadeias promovendo a saída de água de solvatação entre estas. Ocorre um ganho entrópico levando a um sistema mais desorganizado. 
· Transferência de carga
Dois anéis aromáticos, o com mais grupamentos doadores de elétrons influencia na densidade eletrônica do outro.
· Ligação covalente
Formação de ligações sigma entre o fármaco e o sitio de ligação. Este complexo é raramente desfeito levando a inibição enzimática irreversível ou á inativação do receptor.
Ex: Antibióticos beta lactâmicos e inibição da COX (pseudo irreversível)
· Fatores estereoquímicos envolvidos na interação com o receptor
1. Volume do ligante – Necessário um tamanho adequado para ocorrer a ligação do fármaco no biorreceptor.
2. Conformação – A conformação se refere ao arranjo espacial das moléculas que varia devido á rotação das ligações sigma. Confômeros é a representação dessas moléculas e se encontram em equilíbrio não podendo ser isoladas, sendo convertidas mediante a rotação das estruturas. Dependendo da conformação do fármaco ele pode ter melhor ou pior afinidade pelo receptor.
3. Configuração – Relativo a quiralidade das moléculas (Isomeria R,S), fármacos enantioméricos apresentam diferentes atividades biológicas. Enântiomeros possuem imagens especulares não sobreponível, desviando diferente a luz polarizada. O eutômero é o enântiomero terapeuticamente útil e o distomero é o com menor afinidade pelo alvo. Diastereoisômeros possui mais de um centro quiral. 
 Além das propriedades farmacodinâmicas as propriedades farmacocinéticas também podem sofrer alteração entre enântiomeros, deixando a excreção ou absorção mais rápida entre um deles. Ainda, a quiralidade poderá influenciar na seletividade da membrana, metabolismo, etc. 
4. Distâncias interatômicas – É necessária uma distância ideal para interagir com o receptor preferencialmente semelhante a do agonista endógeno. A conformação da molécula vai influenciar nas distâncias interatômicas. 
· Relação estrutura atividade
REA – Estrutura x atividade farmacológica de uma série homóloga de compostos.
· Grupo responsável pela atividade biológica: farmacóforo