A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
A LEGISLACAO FISCAL E TRABALHISTA

Pré-visualização | Página 1 de 2

21/10/2020 Estácio: Alunos
https://simulado.estacio.br/alunos/?user_cod=2454091&matr_integracao=201908100869 1/8
 
Quanto ao princípio da aplicação da norma mais favorável ao trabalhador,
é correto afirmar que:
LEGISLAÇÃO FISCAL, TRABALHISTA E
PREVIDENCIÁRIA 
Lupa Calc.
 
 
EGT0073_201908100869_ESM 
 
Aluno: GEANIELE DA SILVA CONCEIÇÃO Matr.: 201908100869
Disc.: LEG FIS, TRAB E 2020.3 EAD (G) / EX
 
Prezado (a) Aluno(a),
Você fará agora seu TESTE DE CONHECIMENTO! Lembre-se que este
exercício é opcional, mas não valerá ponto para sua avaliação. O mesmo
será composto de questões de múltipla escolha.
Após responde cada questão, você terá acesso ao gabarito comentado e/ou
à explicação da mesma. Aproveite para se familiarizar com este modelo de
questões que será usado na sua AV e AVS.
 
 
1.
Deve-se aplicar a norma mais favorável ao trabalhador, salvo
se norma menos favorável estiver prevista na Constituição
Federal.
com base no princípio da continuidade da relação de emprego, os
contratos de trabalho têm como regra a duração por tempo
indeterminado, salvo quando há prova ou cláusula contratual em
contrário.
javascript:voltar();
javascript:voltar();
javascript:diminui();
javascript:aumenta();
javascript:calculadora_on();
21/10/2020 Estácio: Alunos
https://simulado.estacio.br/alunos/?user_cod=2454091&matr_integracao=201908100869 2/8
Sobre o conceito de adicional de insalubridade e adicional de
periculosidade, é incorreto afirmar:
É um princípio que se aplica somente às normas pactuadas, devendo
prevalecer as previstas nos acordos coletivos de trabalho sobre as
previstas nas convenções coletivas de trabalho, mas jamais devendo
prevalecer sobre as normas previstas na CLT e na Constituição
Federal.
Deve-se aplicar a norma mais favorável ao trabalhador, mas após a
edição da Lei nº 13.467/17, este princípio sofreu mitigação por prever
que os acordos coletivos de trabalho deverão prevalecer sobre as
convenções coletivas de trabalho mesmo quando aqueles forem
menos favoráveis aos trabalhadores.
Após a edição da Lei nº 13.467/17, as normas previstas nos acordos
coletivos só devem prevalecer sobre as normas previstas nas
convenções coletivas de trabalho caso sejam mais favoráveis.
 
 
 
Explicação:
Deve-se aplicar a norma mais favorável ao trabalhador, mas após a edição da
Lei nº 13.467/17, este princípio sofreu mitigação por prever que os acordos
coletivos de trabalho deverão prevalecer sobre as convenções coletivas de
trabalho mesmo quando aqueles forem menos favoráveis aos trabalhadores.
Resposta no Módulo 1.
 
 
 
 
2.
Como têm por objetivo indenizar os trabalhadores, não
possuem natureza salarial e não se incorporam ao salário
para nenhuma finalidade.
Adicional de insalubridade visa indenizar o trabalhador da
exposição a agentes químicos, físicos e biológicos em
níveis nocivos à saúde.
Entendimento predominante é o de que não podem ser
recebidos acumuladamente.
Ainda que tais adicionais tenham por objetivo indenizar os
empregados pelas condições de trabalho, possuem
natureza salarial, se incorporando ao mesmo.
Adicional de periculosidade visa indenizar o trabalhador da
exposição a agentes explosivos, inflamáveis ou à
eletricidade.
 
 
21/10/2020 Estácio: Alunos
https://simulado.estacio.br/alunos/?user_cod=2454091&matr_integracao=201908100869 3/8
Sobre a Previdência Social no Brasil, não é correto afirmar.
Sobre o plano de benefícios, não é correto afirmar:
 
Explicação:
Como têm por objetivo indenizar os trabalhadores, não possuem natureza
salarial e não se incorporam ao salário para nenhuma finalidade.
Resposta está no Módulo 1.
 
 
 
 
3.
Há diversos regimes próprios de previdência social, mas apenas um
regime geral.
Através da equidade, é possível instituir contribuições menores para
os mais necessitados.
Antes do INSS como órgão gestor do RGPS, houve caixas setoriais
para certas profissões.
Promove programas de segurança alimentar e atendimento médico a
famílias necessitadas.
O seguro-desemprego é um benefício previdenciário, ainda que não
pago pelo INSS.
 
 
 
Explicação:
Promove programas de segurança alimentar e atendimento médico a famílias
necessitadas.
Respostab está no Módulo 1. 
 
 
 
 
4.
Na aposentadoria por idade híbrida (tempo de rural +
tempo de urbana), não há a redução de 5 anos de idade
típica das aposentadorias por idade rurais.
A EC 103/19 garantiu a preservação do direito adquirido a quem
completou todas as condições para se aposentar até a data de sua
promulgação.
Após a EC 103/19, a aposentadoria por invalidez pode ter
valor inferior ao auxílio-doença, situação que não ocorria
antes da Reforma de 2019.
21/10/2020 Estácio: Alunos
https://simulado.estacio.br/alunos/?user_cod=2454091&matr_integracao=201908100869 4/8
A competência para instituir a contribuição para custeio do
serviço de iluminação pública cobrada nas faturas de
consumo de energia elétrica é:
A lei que veicula a norma tributária impositiva deverá conter os aspectos
indispensáveis para que se possa determinar o surgimento e o conteúdo
da obrigação tributária. Sobre tais aspectos, julgue os itens a seguir:
Quem já estava vinculado ao RGPS antes da EC 103/19
tem o direito de optar pela forma de cálculo do benefício
que vigia antes da Reforma Constitucional.
As regras de transição previstas pela Reforma da
Previdência de 2019 atingem a todos que já estavam no
sistema antes de sua vigência, mas que não tinham ainda
completado todos os requisitos para o gozo do benefício
pretendido na data de sua publicação.
 
 
 
Explicação:
Quem já estava vinculado ao RGPS antes da EC 103/19 tem o direito de optar
pela forma de cálculo do benefício que vigia antes da Reforma Constitucional.
Resposta está no Módulo 1.
 
 
 
 
5.
municipal.
da União.
da Concessionária do Serviço de Fornecimento de Energia
Elétrica.
estadual.
da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).
 
 
 
Explicação:
municipal.
A resposta está no Módulo 2.
 
 
 
 
6.
21/10/2020 Estácio: Alunos
https://simulado.estacio.br/alunos/?user_cod=2454091&matr_integracao=201908100869 5/8
I. Aspecto material: descrição da situação geradora da obrigação
tributária.
II. Aspecto espacial: em que a ocorrência da situação geradora da
obrigação tributária será relevante.
III. Aspecto temporal: quando se deve considerar ocorrida a situação
geradora da obrigação tributária.
IV. Aspecto pessoal: quem está obrigado ao pagamento (sujeito passivo),
e em favor de quem (sujeito ativo).
V. Aspecto quantitativo: qual o montante devido da obrigação tributária.
Estão corretos:
Sobre o Processo Administrativo Previdenciário (PAP), marque
a opção incorreta:
Apenas os itens I, IV e V.
Apenas os itens III, IV e V
Os itens I, II, III, IV e V
Apenas os itens I, III, IV e V
Apenas os itens I, II e V
 
 
 
Explicação:
Os itens I, II, III, IV e V
Resposta está nos Módulos 1 e 3.
 
 
 
 
7.
Deve observar a cooperação das partes na produção de
provas.
Em razão do informalismo procedimental, erros formais
não devem prejudicar o requerente.
A presunção de veracidade das informações constantes
nos sistemas corporativos da Previdência é pressuposto
de análise.
Em razão do princípio da congruência, o analista deve
ater-se ao que tiver sido pedido pelo segurado no
requerimento inicial, julgando procedente ou
improcedente, mas dentro dos limites do pedido inicial.
21/10/2020 Estácio: Alunos
https://simulado.estacio.br/alunos/?user_cod=2454091&matr_integracao=201908100869 6/8
Sobre o processo judicial em matéria previdenciária, é correto
afirmar que:
Aplica-se a prova tarifada, através de rol de documentos
previamente definidos em instrução normativa.
 
 
 
Explicação:
Em razão do princípio da congruência, o analista deve ater-se ao
que tiver sido pedido pelo segurado no requerimento inicial,
julgando procedente ou improcedente, mas dentro dos limites do
pedido inicial.
Resposta está no Módulo 2. 
 
 
 
 
8.
A revelia do INSS induz presunção de veracidade das
informações trazidas pelo autor.
O prévio requerimento