A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Crescimentos sólidos pdf

Pré-visualização | Página 1 de 1

Crescimentos sólidos 
 
 Processo 
proliferativo: não 
neoplásico 
Neoplasia benigna Neoplasia maligna 
Trauma Presente Presente/ausente Presente/ausente 
Processo inflamatório Presente Ausente Ausente 
Componente celular Diferenciadas Diferenciadas Indiferenciadas 
Forma Depende Circunscrita Irregular 
Contorno Indefinido Definido Indefinido 
Borda Sem elevação Com elevação Elevadas 
Cor Avermelhada Origem Acinzentado 
Evolução (até 1cm) Média (6 meses) Lenta (3 anos) Rápida (1 mês) 
Cadeia ganglionar Normal Normal Comprometida 
Metástase Ausente Ausente Presente/ausente 
Tratamento Conservador Conservador Radical 
Prognóstico Bom Bom Depende 
 
Processos proliferativos: não neoplásico 
Granuloma piogênico 
 Crescimento tecidual na forma de pápula ou nódulo; 
 Reação excessiva do tecido conjuntivo frente a estímulos variados como cálculos, corpos 
estranhos e trauma; 
 Inflamação aguda (↑ intensidade ↓ duração); 
 Lesão proliferativa exofítica; 
 Comum em mucosa bucal que pode acometer a pele; 
 Etiologia: fatores traumáticos, fatores hormonais; 
 Localização: pele, qualquer área da mucosa oral; 
 Características clínicas: consistência frouxa e macia, eritematosa, eventualmente ulcerada, 
sangrante ao toque, sintomatologia leve ou assintomática; 
 Tratamento: eliminação dos fatores irritativos ou traumáticos, remoção cirúrgica da lesão; 
 Crescimento desregular. 
 
 
 
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwiPor7k1ufaAhXrpVkKHRmwCE8QjRx6BAgBEAU&url=https%3A%2F%2Fwww.odontoblogia.com.br%2Fgranuloma-piogenico%2F&psig=AOvVaw0oHMzde0v6Tu_fitdFY0qu&ust=1525372834721337
 
Lesão periférica de células gigantes (LPCG) 
 Lesão nodular de base séssil ou pedunculada; 
 Lesão exofílica da cavidade bucal; 
 Presente na gengiva ou rebordo alveolar; 
 Origem em tecido mole (gengiva e rebordo alveolar); 
 Etiologia desconhecida, agentes traumáticos crônicos; 
 Cor avermelhada ou violácea; 
 Assintomática; 
 Pode apresentar reabsorção superficial; 
 Tratamento: remoção dos agentes traumáticos locais, remoção cirúrgica da lesão. 
 
 
Fibroma ossificante periférico (FOP) 
 Lesão proliferativa exofílica localizada na gengiva ou mucosa do rebordo alveolar com 
origem nos ligamentos periodontais; 
 Localização: papila interdental, na região anterior, gengiva inserida; 
 Características clínicas: sexo feminino (2º década), consistente à palpação, séssil ou 
pedunculada, coloração do tecido adjacente; 
 Tratamento: remoção de fatores locais. 
 
 
 
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwiZs9n71-faAhWmwVkKHWx_BaQQjRx6BAgBEAU&url=http%3A%2F%2Festomatologiaonlinepb.blogspot.com%2F2014%2F10%2Ffibroma-ossificante-periferico.html&psig=AOvVaw3QNY1mhlnVjZzTNouBYV4o&ust=1525373152865531
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwjyjszC2ufaAhXEqFkKHetUC8MQjRx6BAgBEAU&url=https%3A%2F%2Foqueeissodoutor.blogspot.com%2F2017%2F05%2Ffibroma-ossificante-periferico.html&psig=AOvVaw3CijQM6p-pjQle1AAXljIE&ust=1525373819512625
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwiZs9n71-faAhWmwVkKHWx_BaQQjRx6BAgBEAU&url=http%3A%2F%2Festomatologiaonlinepb.blogspot.com%2F2014%2F10%2Ffibroma-ossificante-periferico.html&psig=AOvVaw3QNY1mhlnVjZzTNouBYV4o&ust=1525373152865531
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwjyjszC2ufaAhXEqFkKHetUC8MQjRx6BAgBEAU&url=https%3A%2F%2Foqueeissodoutor.blogspot.com%2F2017%2F05%2Ffibroma-ossificante-periferico.html&psig=AOvVaw3CijQM6p-pjQle1AAXljIE&ust=1525373819512625
 
Hiperplasia fibrosa inflamatória 
 Processos de origem inflamatória decorrentes de estímulos proliferativos; 
 Mais comuns em adultos usuários de PT ou PP; 
 Lesão proliferativa exofílica, relacionada a fatores físicos podendo ser localizada ou 
difusa; 
 Etiologia: fatores traumáticos; 
 Características clínicas: papilomatosa, granulomatosa, eritematosa, associação com 
fungo; 
 Classificação: localizada difusa; 
 Tratamento: remoção dos fatores traumáticos, excisão cirúrgica. 
 
 
 
 
 
Hiperplasia gengival induzida por medicamento: 
 Fenitoína – convulsão; 
 Ciclosporina – transporte de órgãos; 
 Nifedipina – PA e frequência cardíaca; 
 Anticoncepcionais. 
Fibromatose 
Hereditária 
 Caráter hereditário; 
 Crescimento gengival amplo liso ou nodular; 
 Os dentes podem ser parcial ou totalmente recobertos pelo aumento gengival; 
 Possibilidade de afetar a erupção dentária; 
 Comum na 1º dentição. 
Anatômica 
 Crescimento gengival bem fibrosado e limitado; 
 Crescimento limitado e indolor na região retromolar inferior ou nas tuberosidades. 
Alguns medicamentos podem alterar o curso normal da doença periodontal, causando aumento do volume gengival. 
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwiunt7Q2-faAhUnwlkKHXzODTYQjRx6BAgBEAU&url=http%3A%2F%2Fwww.imgrum.org%2Fuser%2Fdeolhonaodonto%2F3006027283%2F1199617677591818268_3006027283&psig=AOvVaw0HkYMNpC0qBDYADnoTM4ls&ust=1525374049910223
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwiunt7Q2-faAhUnwlkKHXzODTYQjRx6BAgBEAU&url=http%3A%2F%2Fwww.imgrum.org%2Fuser%2Fdeolhonaodonto%2F3006027283%2F1199617677591818268_3006027283&psig=AOvVaw0HkYMNpC0qBDYADnoTM4ls&ust=1525374049910223
 
Neoplasia benigna 
Papiloma 
 Aspecto semelhante à uma couve flor; 
 Neoplasia de tecido epitelial; 
 Assintomático; 
 Qualquer área da mucosa oral; 
 Associação com HPV 6 e 11; 
 Tratamento: remoção cirúrgica; 
 Crescimento lento e progressivo; 
 Aspecto clínico: pápula de coloração semelhante à do tecido local, consistência macia, 
pedunculada; 
 Tamanho: cerca de 0,5cm de diâmetro. 
 
Lipoma 
 Neoplasia de tecido adiposo; 
 Nódulo; 
 Séssil ou pedunculado; 
 Consistência mole à palpação; 
 Coloração amarelada; 
 Localização mais frequente: mucosa da bochecha; 
 Tratamento: remoção cirúrgica. 
 
 
 
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwiI-oXU4OfaAhUBk1kKHa66AWAQjRx6BAgBEAU&url=https%3A%2F%2Fwww.fotosantesedepois.com%2Fhpv-na-boca%2F&psig=AOvVaw2Qtn4xciatM3bYEe-lYZaa&ust=1525375456482497
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwjk34Cs4efaAhXLs1kKHcbgCMcQjRx6BAgBEAU&url=http%3A%2F%2Festomatologiaonlinepb.blogspot.com%2F2014%2F09%2Flipoma-hiperplasia-fibrosa-e-fibroma-de.html&psig=AOvVaw3tFt7Lz5fDPRpEQOY_t2Dt&ust=1525375671329083
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwiI-oXU4OfaAhUBk1kKHa66AWAQjRx6BAgBEAU&url=https%3A%2F%2Fwww.fotosantesedepois.com%2Fhpv-na-boca%2F&psig=AOvVaw2Qtn4xciatM3bYEe-lYZaa&ust=1525375456482497
https://www.google.com.br/url?sa=i&rct=j&q=&esrc=s&source=images&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwjk34Cs4efaAhXLs1kKHcbgCMcQjRx6BAgBEAU&url=http%3A%2F%2Festomatologiaonlinepb.blogspot.com%2F2014%2F09%2Flipoma-hiperplasia-fibrosa-e-fibroma-de.html&psig=AOvVaw3tFt7Lz5fDPRpEQOY_t2Dt&ust=1525375671329083