Buscar

ATIVIDADE CONTEXTUALIZADA GESTÃO AEROPORTUÁRIA

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

DISCIPLICA: GESTÃO AEROPORTUÁRIA
ALUNO: VINICIUS DE ALMEIDA ROCHA
ATIVIDADE CONTEXTUALIZADA
 O transporte aéreo é um dos setores mais dinâmicos da economia mundial, além de ser considerado o meio de transporte mais rápido e seguro do mundo. A implementação de uma construção de um aeroporto em uma cidade é algo complexo e que requer que seja feito um manual de implementação de aeroporto, que é feito a partir de um planejamento criterioso afim de que a regulamentação e a gestão dos aeroportos estejam em conformidades com o procedimento a ser seguido pela Autoridade Aeronáutica. 
 Após aprovação dos órgãos competentes, deve-se fazer a escolha de sítio, que é a escolha do local onde o aeroporto será construído, o processo para avaliação do local requer algumas características a serem seguidas como; tipos de relevo em torno da área, vias de rápido acesso, identificação de serviços de energia elétrica, meios de comunicação telefônica, abastecimento de água, tratamento de esgoto, entre outras mais.
 Em seguida é feito o Plano Diretor Aeroportuário (PDIR), que é um documento com as diretrizes que serão seguidas desde a implantação, o desenvolvimento e a expansão do aeroporto, indicando a aplicação e valor do investimento, sua capacidade operacional, custo da manutenção, alinhando-se a segurança operacional de todo o conjunto. O planejamento deve estar sempre atualizado por meio de avaliações periódicas e é de responsabilidade da administração do aeroporto se enquadrar nos critérios exigidos para operar com tráfego regular, internacional ou doméstico. A elaboração e/ou revisão do PDIR deve seguir quatro etapas, descritas na NSMA no 58-146, são elas; coleta e análise de informações básicas, estudos preliminares, estudo de alternativas e planejamento geral do aeroporto
 Dando prosseguimento ao processo, é necessário que seja feito também um estudo de impacto ambiental (EIA) e um relatório de impacto Ambiental (RIMA). Esse estudo visa atender as exigências ambientais de proteção ao meio ambiente pelo órgão competente afim de obter as licenças ambientais (licença prévia, licença de instalação e licença de operação).
 Após todo esse processo, é de responsabilidade do Diretor-Geral de Aviação Civil a autorização ou ampliação de aeroportos ou aeródromos públicos. Para a cidade, um aeroporto é de grande valia no aspecto econômico, turístico, valorização, praticidade, integração, oportunidades e infraestrutura. Alinhando-se à todas essas vantagens com uma boa administração aeroportuária, fazendo que todos os processos e segmentos do aeroporto estejam em sintonia com o gestor, a cidade ganhará também com geração de emprego não só do aeroporto mas também será uma oportunidade para outras empresas abrirem sedes na cidade, girando assim a economia e a satisfação da população.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
http://www.ceama.mp.ba.gov.br/biblioteca-virtual-ceama/doc_view/3090-manual-implementacao-geral.html
https://www.anac.gov.br/assuntos/legislacao/legislacao-1/boletim-de-pessoal/2017/33/anexo-xii-mpr-sra-021-r00

Outros materiais