A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
reusmo- Blocos economicos

Pré-visualização | Página 1 de 2

BLOCOS ECONÔMICOS
Essas diferenças nas estruturas produtivas, as estruturas são derivadas dos fatores da condição de produção.
O problema de fatores de produção se divide em qualitativas e quantitativas, onde as quantitativas diz respeito sobre alguns países tem países com mão de obra em grande quantidade e outros com pequenas, com mão de obra desempregada e desqualificada, com mão de obra super qualificada, temos legislações rígidas sobre meio ambiente em um país e em outro é frouxa, como esses países vão negociar? Como harmonizar fatores de produção e condições de produção diversas em países em processo de integração, que espaço econômico comum deve ser estabelecido e por quê?
Como minimizar dependência externa? vai diretamente na direção da qualidade desses fatores.
Quais as implicações de uma pauta de exportação diversificada ou restrita? não é porque é restrito que seja ruim ou bom, tem dois lados da moeda, falta de exportação restrita, temos como exemplo o Oriente Médio, que tem apenas um fator de produção e esse fator é muito demandado no mundo e exporta apenas um produto, o que mexe em sua economia e gera renda.
1-FATORES DE PRODUÇÃO
Quais são? trabalho, capital, terra, capacidade empresarial e tecnologia
Como a quantidade e a qualidade afetam estruturas produtivas, a produção, a produtividade e as estruturas de produção? quanto maior a quantidade desses fatores e quanto melhor a qualidade deles, mais produtivos eles tendem a ser e sua economia tende a ser mais competitiva. Produtividade falamos da quantidade produzida em um determinado período de tempo com o menor desperdício de fatores, produção é o volume alcançado em um determinado período de tempo, e os fatores de produção é quem vão definir as estruturas produtivas de um pais, porque você não vai montar um determinado setor de produção em um país onde não tem o que você procura e as estruturas necessárias. 
A estrutura produtiva é os setores econômicos dos países, quais tipos de fabricas, tipos de produção e firmas existentes no país.
Podemos agrupar o setor primário, secundário e terciário.
2- ESTRUTURAS PRODUTIVAS / DE PRODUÇÃO
Definições Setor primário envolve geralmente recursos naturais e o trabalho necessário que é basicamente mão de obra não qualificada, agricultura, pesca e mineração.
Setor secundário transformação, são fabricas que fabricam máquinas, equipamentos e bem duráveis.
Setor terciário é o setor que produz os serviços.
Essas estruturas quanto mais qualificadas a mão de obra do país, quando melhor a legislação, mais produtividade essas estruturas vão gerar, mais produtividade vai ser gerada maior competitividade externa vai ser gerada.
Exemplos: setores econômicos 
	Setor primário, secundário e terciário (definições, relações como quantidade e qualidade dos fatores de produção.
3- CONDIÇÕES DE PRODUÇÃO
Falamos diretamente da interferência do governo sobre esses fatores, legislações que controlam esses fatores e podemos associar esses fatores em categorias.
Definições: legislação trabalhista: rígida ou não rígida, efeito na produção e na competitividade são as clausulas da organização internacional do trabalho em nível mundial. Quando a legislação trabalhista é muito rígida, significa que há muitas restrições para explorar o trabalho e significa também que o trabalho é muito respeitado. Sua vantagem é que quem produz com legislação trabalhista rígida tende a ganhar clientes exigentes internacionalmente e esses clientes são duradouros e leais. Se eu tiver uma legislação trabalhista frouxa, em curto prazo é uma vantagem, já que eu vou reduzir bastante meus custos na produção tornando muito competitiva a minha produção, mas em longo ou médio prazo os consumidores de alto renda vão abandonar, porque vão alegar que a minha produção não respeita a condição humana e através da recomendação da organização internacional do trabalho, posso sofrer barreias e sansões.
Legislação ambiental: rígida ou não rígida, efeito na produção e na competitividade são regras de como instalar fábricas, como operacionalizar essas fabricas com o mínimo dano ao meio ambiente. No Brasil toda fábrica que vai ser instalada tem que ter autorização do IBAMA e ele tem que ver se essa fábrica vai ter algum efeito sobre o ambiente, ele precisa mostrar contrapartidas sobre esses efeitos.
Legislação não rígida é quando começamos a desrespeitar o meio ambiente para produzirmos. 
Legislação sobre capital, tecnologia e sobre empreendedorismo. como é tratado o capital estrangeiro no país.
IED; Cláusulas sociais; cláusulas ambientais no comércio internacional Capital externo produtivo. Investimento Externo Direto é abertura de filiais, compra de uma empresa produtiva no exterior, compra de ações no exterior, ajuda os países que não tem capital nacional suficiente para entrar em certos setores econômicos.
Clausulas sociais diz respeito ao respeito do trabalhador e dos seus respeitos, se não respeitar elas, acaba por sofrer sansões.
Como afetam a produção, produtividade e competitividade. respondida no começo do resumo.
*O setor público e o efeito na produção: produtividade e competitividade
Setor público afeta na produtividade de um país como negativamente muitas vezes ele aumenta a burocracia, aumenta as taxas de juros e financiamento, por outro lado, se o governo for empreendedor e vai ajudar a melhorar o marco econômico do país, acaba por ajudar sua produção, produtividade e a competitividade desse país.
4- Produção e produtividade
Produção Ato de transformar os fatores de produção em bens de serviço, para bens de consumo.
Produtividade Capacidade de gerar mais produto com menos insumos e o que gera isso é a qualidade dos fatores de produção, que vai aumentar isso.
Como mensuramos a produção de um país? A partir do PIB, produtos primários e competitividade externa, Produtos manufaturados e competitividade externa
Conceitos e determinantes
PIB
Produtos primários e competitividade externa
Produtos manufaturados e competitividade externa
Pauta de exportação (definição, diversificada ou restrita) é tipos de produtos que um país exporta, pauta de exportação diversificada é que temos muitos produtos que aquele pais exporta e isso tem vantagem, já que quando se tem muitos produtos para exportar você vai continuar recebendo receitas caso um dos produtos apresente problemas e existe desvantagens porque quando temos uma pauta de exportação muito diversa normalmente a tendência é que você não seja reconhecido em um tipo de produto, você acaba sendo segunda opção para os consumidores.
Pauta de exportação restrita significa que aquele país exporta poucas linhas de produtos e a consequência é que se esse produto tiver um problema, toda a sua exportação está sofrendo. A vantagem se da caso essa pauta restrita tiver produtos de alta demanda internacional e de alto valor, isso acaba sendo a vantagem, mesmo tendo a restrição.
Desemprego: mão de obra qualificada e não qualificada e sua relação com a produção e com a produtividade desemprego e a produção Quando a produção estiver alta, ela gera abertura para empregos e diminui os desempregos.
O desemprego é um problema, já que isso significa que a produção é baixa.
Desemprego é um ciclo vicioso.
Dependência externa: relação com produção e produtividade significa que pais não consegue fornecer tudo o que precisa e que alguém vai ter que fornecer e isso não é barato.
Se você produz muito, você consegue diversificar a sua produção.
Sua produtividade atrai investimento e capital estrangeiro.
Uma maneira de diminuir a dependência externa é fazer acordos, tratados e negociações internacionais e acordos de blocos econômicos.
Acordo / produto de complementação externa (definição, quando ou como é aplicado) é o tratado em que dois ou mais países assinam, buscando o que ele não tem em seu país. Não pagando tão caro por esses produtos.
Fases de integração dos blocos econômicos 1- zona de livre comércio; 2- união aduaneira; 3- mercado comum; 4-união econômica; 5- união total ou política.
CONSIDERAÇÕES