A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
98 pág.
anexo-i-manual-de-procedimentos-2013-processos-administrativos-gtaa-sre-anac

Pré-visualização | Página 1 de 16

MANUAL DE Procedimentos - 
Processos Administrativos 
GTAA/SRE/ANAC
MANUAL DE Procedimentos - 
Processos Administrativos
GTAA/SRE/ANAC
Manual de Procedimentos - Processos Administrativos GTAA/SRE/ANAC
DIRETORIA
Diretor-Presidente: Marcelo Pacheco Dos Guaranys
Diretor de Aeronavegabilidade: Claudio Passos Simão
Diretor de Operações de Aeronaves: Carlos Eduardo Magalhães da Silveira Pellegrino
Diretor de Infraestrutura Aeroportuária: Rubens Carlos Vieira
Diretor de Regulação Econômica: Ricardo Sérgio Maia Bezerra
SUPERINTENDÊNCIA DE REGULAÇÃO ECONÔMICA E ACOMPANHAMENTO DE MERCADO – SRE
Superintendente: Danielle Pinho Soares de Alcântara Crema
Gerente Técnico de Análise de Autos de Infração: Hildebrando Oliveira
Validado por: Danielle Pinho Soares de Alcântara Crema
 Rodrigo Ribeiro Alencar
 Cássio Castro Dias da Silva
Elaborado por: Benildes Oliveira Machado
Projeto gráfico, diagramação e revisão de texto: Assessoria de Comunicação Social (ASCOM)
Novembro de 2012
Ficha catalográfica
Elaborada por GTAA/SRE/ANAC
8233 Brasil. Agência Nacional de Aviação Civil
Manual de procedimentos-Processos Administrativos 
GTAA. Gerência Técnica de Análise de Autos de Infração-GTAA/
Superintendência de Regulação Econômica e Acompanhamento de 
Mercado – SRE. – Brasília, ANAC, 2012.
98p.- il.
1. Processo Administrativo-Manual de Procedimentos - Brasil. 2. 
Procedimento Administrativo-Manual. I. Título. II. Agência Nacional de 
Aviação Civil.
CDD 341.362
CDU342.924
MANUAL DE Procedimentos - 
Processos Administrativos
GTAA/SRE/ANAC
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO 9
AGRADECIMENTOS 11
PARTE I
INTRODUÇÃO 15
CONSIDERAÇÕES GERAIS 17
PARTE II
PROCEDIMENTOS 23
ASPECTOS GERAIS DO PROCESSO ADMINISTRATIVO 23
A. Competências Essenciais da GTAA/SRE 23
B. Fluxos de Valor 24
C. Estrutura Analítica de Processos – EAP 25
D. Fluxos Simplificados 30
E. Sistemas de Gestão dos Processos Administrativos 37
ANÁLISE, RELATÓRIO E DECISÃO ADMINISTRATIVA 40
A. Procedimentos Operacionais Padrão – POP`s 40
1. INSTAURAÇÃO 40
2. AUTUAÇÃO 41
3. DEFESA 43
4. INSTRUÇÃO 44
5. RELATÓRIO 46
6. JULGAMENTO 48
ANEXOS 61
PRINCIPAIS TERMOS: Conceitos Jurídicos processuais 85
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 93
APRESENTAÇÃO
Este Manual visa a abordar o conjunto de normas, procedimentos, funções, atividades, 
objetivos, instruções e orientações que devem ser observadas em todas as etapas 
do Processo Administrativo pelos servidores da GTAA/SRE/ANAC, envolvidos no 
desenvolvimento dessa atividade, bem como a forma que devem ser executados, quer 
seja individualmente, quer seja em conjunto. 
Assim, apresenta os procedimentos necessários para a execução do conjunto de 
atividades de competência da Gerência Técnica de Análise de Autos de Infração – 
GTAA, subordinada à Superintendência de Regulação Econômica e Acompanhamento 
de Mercado – SRE. 
A metodologia utilizada consiste em Gerenciamento de Projetos e Gerenciamento de 
Processos de Negócios (BPM). 
O conteúdo está dividido em duas partes: Na parte I – Introdução e as Considerações 
Gerais, e na parte II – são apresentados os Procedimentos Operacionais Padrão – 
POP’s.
AGRADECIMENTOS
A contribuição de vários colegas foi importante para a edição deste 
manual, nas respostas ao levantamento de dados e informações, 
bem como aos exaustivos questionamentos que possibilitaram a 
construção dos subprocessos por processo e os procedimentos 
operacionais padrão, em todas as etapas do Processo Administrativo 
no âmbito da GTAA/SRE/ANAC. 
Equipe técnica: Adriano Pereira Lopes Oliveira, Ana Paula 
Fernandes Schenfeld, Nara Benedetti Nicolau, Naara Chavante de 
Souza, Rodrigo Camargo Cassimiro, Rafael Braga de Melo, Keysa 
Madalena Oliveira de Oliveira e André Henrique Jesus Martins, e 
ainda, a equipe de estagiários que compõe a GTAA.
A atenção e valiosa colaboração de Arthur Victor Ganzert – GTSI/
STI, pela elaboração do Diagrama: Estrutura Analítica de Processos 
– EAP - fig.1, e Erivelton da Silva Santos - GGAF, na elaboração do 
Diagrama: Fluxo Simplificado - fig.2. Alfredo Eduardo Anastácio de 
Paula e Hildebrando Oliveira, que realizaram a revisão.
Finalmente, a Rodrigo Ribeiro Alencar e Cássio Castro Dias da Silva 
por terem me confiado e oportunizado a elaboração deste Manual. 
Brasília, 21 de novembro de 2012
Benildes Oliveira Machado
Analista Administrativo
GTAA/SRE/ANAC
- INTRODUÇÃO
- CONSIDERAÇÕES GERAIS
PARTE I 
INTRODUÇÃO
A instauração e o trâmite do processo administrativo na ANAC consiste na apuração 
das infrações aos dispositivos legais disciplinadores da atividade de aviação civil e de 
infra-estrutura aeronáutica e aeroportuária, e na aplicação de sanções administrativas, 
conforme procedimentos constantes da Instrução Normativa nº 08, de 06 junho de 
2008, da Resolução nº 25, de 25 de junho de 2008, e da Instrução Normativa nº 09, 
de 08 de julho de 2008. 
Em 2007, as atividades de análise de autos de infração encontravam-se localizadas 
na Gerência Geral de Fiscalização de Serviços Aéreos - GGFS, na cidade do Rio de 
Janeiro. Contudo, a partir da publicação da Resolução nº 110, de 15 de setembro de 
2009 – alteração do Regimento Interno da ANAC, foi delegada competência para a 
GTAA, absorvendo, então, as atividades da antiga Gerência Geral de Fiscalização de 
Serviços Aéreos - GGFS, de competência da Superintendência de Serviços Aéreos – 
SSA, passando a denominar-se Gerência de Fiscalização - GFIS. 
Neste entendimento, a partir de 2009 ocorreu a centralização de todas as atividades 
na GFIS em Brasília – DF, transferindo-se, então, as atividades de análise e decisão 
em primeira instância dos processos administrativos, com vistas a dar celeridade 
na redução do passivo, bem como na aplicação de multas e penalidades aos entes 
regulados. 
A partir da publicação da Resolução nº 245, de 04 de setembro de 2012, que altera 
dispositivos do Regimento Interno da ANAC aprovado pela Resolução nº 110, de 15 
de setembro de 2009, com alterações introduzidas pelas Resoluções nºs 114, de 29 
de setembro de 2009; 119, de 3 de novembro de 2009; 132, de 12 de janeiro de 2010; 
134, de 19 de janeiro de 2010; 142, de 09 de março de 2010; e 148, de março de 2010, 
foi criada a Gerência Geral de Ação Fiscal – GGAF, vinculada à Diretoria, absorvendo, 
então, as atividades da Gerência de Fiscalização – GFIS/SRE, sendo que a Gerência 
Técnica de Análise de Autos de Infração – GTAA permanece localizada na SRE.
À Gerência Geral de Ação Fiscal – GGAF compete planejar e executar as ações fiscais, 
bem como fiscalizar a prestação de serviços aéreos, dentre outras atividades. Assim, 
a GGAF e os demais órgãos de fiscalização da ANAC coordenarão suas ações, ficando 
prevento para expedir autos de infração o órgão designado no planejamento de 
fiscalização ou o que primeiro constatar o fato caracterizado como infração. 
A Gerência Técnica de Análise de Autos de Infração – GTAA é responsável pelo 
planejamento, coordenação, implementação e acompanhamento das atividades 
relacionadas à Análise de Processos Administrativos, em primeira instância, 
contribuindo para a celeridade e a melhoria da qualidade dos processos. 
Mais especificamente, a Gerência Técnica de Análise de Autos de Infração – GTAA 
desenvolve atividades voltadas para a análise de processos em primeira instância, 
dos processos administrativos, gerados a partir de infrações praticadas pelos entes 
16
MANUAL DE Procedimentos -
Processos Administrativos GTAA/SRE/ANAC
regulados em descumprimento à legislação que trata da prestação dos serviços de 
transporte aéreo aos usuários, assegurando o contraditório e a ampla defesa, em 
atenção ao devido processo legal, no âmbito da Agência Nacional de Aviação Civil - 
ANAC.
O processo decisório de primeira e segunda instância obedecerá aos princípios da 
legalidade, publicidade, fi nalidade, motivação, razoabilidade, proporcionalidade, 
moralidade, ampla defesa, contraditório,