A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Introdução à técnica cirúrgica - resumo

Pré-visualização | Página 1 de 1

Introdução à técnica cirúrgica 
● Cirurgia: ​uso da intervenção manipuladora para o diagnóstico e tratamento de doenças ou para modificar alguma função fisiológica normal ou estrutura anatômica; 
Classificação geral da cirurgia 
1. Propósito: ​objetivo de aumentar o valor econômico (descorna, caudetomia), valorização dos animais de companhia (OSH), tratamento de doenças – direto e indireto 
(herniorrafia, neurectomia), cirurgia experimental; 
2. Tipo: ​emergencial e não emergenciais / eletivas e não eletivas; 
a. Emergência: óbito até 24 horas; 
b. Urgência: sem óbito em 24 horas; 
c. Eletiva: terapêutica; 
d. Reparação de feridas; 
e. Cirurgia extirpativa; 
f. Cirurgia reconstrutiva; 
g. Cirurgia fisiológica; 
3. Especificidades: ​baseadas nos órgãos ou sistêmicas; 
4. Ampliação: ​macro / microcirurgia; 
Nomenclatura cirúrgica 
radical / prefixo ​=​ órgão abordado (ORC) 
+ 
sufixo ​=​ manobra executada (EC = retirada / TOMIA = incisão) 
● Abdomino = abdome 
● Adeno = glândula 
● Cisto = bexiga 
● Cole = vesícula 
● Colo = cólon 
● Colpo = vagina 
● Dermo = pele 
● Enterro = intestino 
● Neuro = nervo 
● Histero = útero 
● Orqui = testículo 
 
 
 
 
 
Técnica cirúrgica 
● Execução de manobras – regular / sincrônica; 
● Geral e específica; 
● Tempos operatórios ou cirúrgicos: ​diérese – hemostasia – síntese​ - reunião de manobras gerais ordenadas; 
● Finalidade da cirurgia; 
Tempos operatórios 
● Pré - operatório; 
● Trans – operatório: tempo cirúrgico (diérese – hemostasia – síntese); 
● Pós – operatório; 
Equipe cirúrgica 
● Cirurgião; 
● Cirurgião assistente ou auxiliar; 
● Instrumentador; 
● Anestesista; 
● Volante; 
Instalações e equipamentos do bloco cirúrgico 
● Localização – facilitar fluxo; 
● Material – limpeza / desinfecção (inoxidáveis); 
● Direção / fluxograma; 
● Entrada na sala – roupas / calçados; 
● Sala limpa / sala contaminada; 
Princípios atraumática e asséptica 
● Baseada no conceito histológico de tecidos vivos; 
o União de células por tecido elástico fino; 
o Fibras nervosas, capilares, vasos linfáticos e sanguíneos; 
o Ruptura celular: liberação de enzimas; 
● Mínimo de trauma cirúrgico; 
● Prevenção: planejamento, conjunto, controle da força, anatomia topográfica, redução tremor e tempo; 
 
● Quanto menos trauma nos tecidos, melhor a cicatrização e mais rápida; 
● Mínimo de infecção do paciente;