A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
Coluna Vertebral

Pré-visualização | Página 1 de 1

1 Ana Inês Aguiar – MEDICINA, UNIFACS 
Coluna Vertebral. 
SO - 3 
COLUNA VERTEBRAL GERAL: 
▪ Possui 206 ossos; 
▪ Sustentação ao corpo; 
▪ Protege os órgãos internos; 
▪ Fornece pontos de fixação aos músculos; 
▪ Forma o sistema de alavancas movimentadas pelos músculos. (a tenção 
muscular faz com que um osso se movimente sobre o outro gerando 
movimento). 
▪ Protetora do eixo nervoso (Medula); 
▪ Rigidez e flexibilidade 
 
ESQUELETO AXIAL: 
✓ Caixa craniana; 
✓ Colona Vertebral; 
✓ Caixa torácica; 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Coluna Vertebral. 
divisão: 
▪ Cervical; 
▪ Torácica; 
▪ Lombar; 
▪ Sacrococcígeo; (tem literaturas que dividem em sacro e cóccix). 
ESQUELETO APENDICULAR: 
✓ Escápulas e clavículas; 
✓ Úmero, rádio, ulna e ossos da mão; 
✓ Pelve, fêmur, tíbia, fíbula, e osso do pé; 
 
 
 
 
 
2 Ana Inês Aguiar – MEDICINA, UNIFACS 
É composto por vertebral que apresentam cada uma um forame “buraco” ao centro, que 
se sobrepõe constituindo um canal medular, onde passa a medula. 
 
CURVATURAS VERTEBRAIS: 
As curvaturas fisiológicas da coluna têm a função de aumentar a flexibilidade e a 
capacidade de absorver impacto, ao mesmo tempo manter tensão e a estabilidade 
adequada das articulações intervertebrais. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Existe no disco um núcleo (núcleo 
pulposo). Quando reduz o espaço 
intervertebral anterior esse núcleo 
pulposo é jogado para trás em direção a 
medula. 
 Reduz o espaço anterior e 
aumenta o espaço posterior. 
Quando o núcleo vai para a posterior 
acaba ocorrendo o abaulamento, a 
protusão, hérnia extrusa. 
 
 
Com 15° já tira a lordose cervical 
fisiológica 
 
 
3 Ana Inês Aguiar – MEDICINA, UNIFACS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Mesmo deitado de barriga para cima 
geramos uma compressão no disco. 
Posição que gera 0% de carga 
no disco: Deitado de lado com o 
travesseiro 90% na cabeça, um 
travesseiro entre as pernas com 
quadril e joelhos levemente 
flexionados. 
NÃO colocar o braço em baixo da 
cabeça. Pode colocar os braços entre 
as pernas. 
Caso durma de barriga para cima não 
usar travesseiro. 
 
As vertebras mais 
prejudicadas são L4; L5; 
S1 porque são as 
vertebras mais baixas. 
 
Um atleta de alto rendimento só 
consegue recuperar esse 1 cm 
perdido durante o dia se ela tiver 
um boa noite de sono 8 a 9 horas 
de sono. 
 
4 Ana Inês Aguiar – MEDICINA, UNIFACS 
Alguns músculos importantes: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Esqueleto Axial: 
Cervical: 
A coluna tem de mais especifico o movimento de Rotação. Ela também faz flexão e 
extensão e lateralização, mas a rotação é característica dela. 
Tem 7 vertebras. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Deltoide 
Trapézio inferior 
Trapézio médio 
Trapézio superior 
Grande dorsal ou latíssimo do 
dorso 
Redondo maior 
O trapézio superior tem 
função de trazer a escapula 
mais perto da coluna. 
 
 
 
Menores vertebras, maior 
mobilidade, grande 
forame oval, presença de 
forame transverso e 
processo espinhoso 
bífido. 
Processo 
espinhoso bífido. 
 
5 Ana Inês Aguiar – MEDICINA, UNIFACS 
Torácica: 
A coluna tem de mais especifico o movimento de lateralização. 
Em numero de 12, possuem como diferencial a articulação das costelas, através da 
fóvea (exceto a 11-12) 
Possuem processo espinhoso NÃO bífido (é cumprido e voltado para baixo) e um corpo 
vertebral de tamanho médio, com “forma de coração”. 
Tem 12 vertebras. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Lombar: 
A coluna tem de mais especifico o movimento de flexão e extensão. 
Contém 5 vertebras, com forame vertebral de tamanho reduzido e processo espinhoso 
caracteristicamente curto com projeção posterior. 
É de se esperar que sustentem um grande peso, e por esse motivo, têm corpos 
vertebrais maiores e mais resistentes. 
Tem 5 vertebras. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
6 Ana Inês Aguiar – MEDICINA, UNIFACS 
Sacrococcígeo: 
Sacro: 5 vertebras, estas são fundidas (juntas) e apresentam características 
anatômicas próprias. 
Cóccix: Podem variar de três a cinco. Suas projeções e articulações com o sacro 
podem variar com o gênero e a idade. 
Servem de eixo para suportar nossa coluna. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Curiosidade 
 
 
 
 
 
 
 
 
Tem literaturas que consideram as duas 
estruturas juntas e tem literaturas que 
consideram estas estruturas separadas. 
 
Hernia extrusa 
 
errado errado certo 
O deitar no chão e abraçar 
as pernas é um veneno pra 
quem tem hernia de disco 
com desvio posterior. 
 
7 Ana Inês Aguiar – MEDICINA, UNIFACS 
 
 
 
 
 
 
Movimento de extensão 
torácica. Abre o espaço 
anterior e fecha o posterior 
 
Movimentos que ajudam a 
cuidar da coluna.