A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Metabolismo dos lipídios

Pré-visualização | Página 1 de 1

Metabolismo dos lipídios 
Lipólise 
====================
=================== 
• Quebra dos triglicérides para 
liberação dos ácidos graxos; 
• Lipídios>>são ingeridos em 
forma de 
triacilgliceróis>>>precisam ser 
degradados a ácidos 
graxos>>>para serem absorvidos 
através do epitélio intestinal; 
• Enzimas intestinais (lipases): 
quebram os triacilgliceróis e 
liberam os ácidos graxos + 
Monoacilglicerol; 
• Essa etapa ocorre quando o corpo 
precisa de estoque de energia 
(glicogênio da glicose e 
triglicérides dos lipídios) 
Possui 3 estágios: 
• Lipídios mobilizados são 
quebrados/degradados em ácidos 
graxos e glicerol >> eles serão 
liberados do tecido adiposo e 
transportados ate os tecidos que 
precisam de energia; 
• No tecido alvo os ácidos graxos 
são ativados e transportados para 
dentro da mitocôndria; 
• Ácidos graxos degradados a 
acetil-CoA entram para o ciclo de 
Krebs. 
Transporte de lipídios 
• Eles não circulam livremente; 
Lipídios exógenos: 
• São absorvidos pelas células da 
mucosa intestinal; 
• 1.triglicérides são acondicionados 
em partículas de transporte >> 
quilomicrons; 
• 2.São ligados as lipases (quebra 
dos triglicérides); 
• 3.quilomicrons são levados até os 
tecidos. 
Lipídios endógenos: 
• Organismo produz; 
• Colesterol é levado através da 
corrente sanguínea pelas 
lipoproteínas VLDL e HDL; 
Transporte dos ácidos graxos 
livres 
• Eles não saem livremente do 
tecido adiposo para corrente 
sanguínea; 
• Precisam estar associados a 
proteína ALBUMINA SÉRICA 
>> auxiliar no transporte dos 
ácidos graxos; 
Beta oxidação dos ácidos graxos 
• Transforma as moléculas de 
ácidos graxos em acetil-Coa; 
• Os ácidos graxos chegam com a 
ALBUMINA e não conseguem 
entrar diretamente na mitocôndria; 
• No citoplasma: ácido graxo sendo 
convertido em Acetil-CoA (beta 
oxidação); 
• A coenzima A não consegue 
entrar diretamente na mitocôndria; 
• O Acetil-CoA é quebrado virando 
Acil; 
• O Acil se liga a CARNITINA: 
permite a entrada na matriz da 
mitocôndria; 
• A Carnitina deixa o Acil e retorna 
ao citoplasma; 
• O Acil se liga a CoA 
mitocondrial; 
• Inicio ao ciclo de Krebs; 
Biossíntese dos ácidos graxos 
• Ocorre quando o corpo precisa 
produzir, quando não há 
quantidade suficiente proveniente 
da alimentação; 
• Forma boa parte de acetil-
CoA>>>ácidos graxos e corpos 
cetônicos; 
• Necessidade de produzir: NADPH 
e Acetil-CoA (não sai nem entra 
diretamente na mitocôndria); 
• Como ela sai da mitocôndria? 
-A acetil-Coa se junta com o 
oxalacetato, formando o citrato 
-Ele consegue sair da mitocôndria 
através da membrana 
-Ele vai para o citoplasma, se 
divide em oxalacetato e acetil-Coa 
-Acetil-Coa= com NADPH vai 
para via das pentoses; 
-Oxalacetato= gliconeogênese 
para formação de piruvato; 
Síntese de triacilgliceróis 
• Ocorre no tecido adiposo: precisa 
armazenar o excesso de lipídios 
em forma de energia 
(triglicérides); 
• Pode ocorrer no fígado e rins: 
fosforilação do glicerol; 
- Glicose >>> piruvato >>> 
gliceraldeído 3-fosfato >>>glicerol 3-
fosfato >>> associa-se com Acil-Coa 
>>> retira a CoA >>> Monoacilglicerol 
3-fosfato >>> associa-se a Acil-CoA 
>>> retira >>> Diacilglicerol 3-fosfato 
>>> associa-se a Acil-CoA >>> retira 
coA >>> retira o fosfato >>> 
Diacilglicerol >>> associa-se a Acil-
Coa e retira CoA >>> 
TRIACILGLICEROL 
Metabolismo do colesterol 
• Acetil-CoA é condensada por 
várias reações enzimáticas >>> 
quando necessário para sintetizar 
o colesterol, ela se transforma em 
Mevalonato >>> é convertido em 
Isopentenil perofosfato >>> 
Esqualeno (30C) >>> produção de 
colesterol (37C) >>> precursor da 
vitamina D, sais minerais, lipídios 
etc. 
Corpos cetônicos 
• Produção ocorre exclusivamente 
no fígado; 
• É necessário Acetil-CoA 
(fornecida em grande quantidade 
pelos ácidos graxos da reserva 
(tecido adiposo); 
-Tecido adiposo cheio de triglicérides 
(reserva de energia) >>> sofrem lipólise 
para liberação de ácidos graxos >>> são 
transportados pelo fígado >>> se 
transformam em Acetil-CoA através da 
beta oxidação >>> parte vai ser usado 
para produção de energia >>> parte 
transforma-se em corpos cetônicos; 
• Ocorre quando há excesso de 
ácidos graxos e pouca quantidade 
de carboidratos; 
• ACETONA: produzido em maior 
quantidade, é facilmente 
degradada (respiração); 
• ACETOACETATO + BETA 
HIDROXIBUTIRATO= são 
transportados na corrente 
sanguínea para os tecidos >>> 
serão utilizados em forma de 
energia porque conseguem se 
converter novamente em Acetil-
CoA; 
• Só ocorre em jejum prolongado 
ou em diabéticos: pouca glicose; 
• Diabetes: a glicose mesmo que 
presenta na corrente sanguínea ela 
não consegue entrar nas células; 
Metabolismo dos aminoácidos 
• São consumidos – alimentação; 
• Aminoácidos são usados como 
fonte de energia; 
• Aminoácido é degradado, entra no 
ciclo de Krebs; 
• Desaminação dos aminoácidos: 
separa os compostos nitrogenados 
(síntese de base nitrogenada), os 
compostos carbônicos (vão para o 
metabolismo energético) e grupo 
amina (ureia); 
• Aminoácidos cetogênicos: 
conseguem ser fontes para síntese 
de corpos cetônicos; 
• Aminoácidos glicogênicos: 
conseguem ser fonte de moléculas 
do ciclo de Krebs, cetoglutarato, 
fumarato, oxalacetato, piruvato 
>>> fonte para produção de 
glicose; 
• Grupo amina >>> libera amônia 
(tóxica); 
-Ciclo da ureia 
-Excreção do nitrogênio: ciclo de 
ureia; 
Ciclo da ureia 
• Ocorre no fígado; 
• Transaminação: aminoácido 
convertido em glutamato; 
• Desaminação: glutamato produz 
amônia que se regenera em alfa-
cetoglutarato; 
• Síntese de carbamoil fosfato a 
partir da amônia; 
• Síntese de ureia: carbamoil passa 
por reações e é convertido em 
Ureia >> corrente sanguínea >> 
filtrada nos rins;