A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Imagenologia - Filmes radiográficos

Pré-visualização | Página 1 de 1

imagenologia
FILMES RADIOGRÁFICOS
Giovanna Maria - Odontologia UFRN
Dupla emulsão dá alta sensibilidade e diminui a
exposição
A base dá suporte a emulsão, deve ser flexível, fina,
translúcida ou azulada, não interfere na imagem e é
resistente à ação dos químicos usados na câmara
escura, sendo formada de poliéster polietileno
(plástico)
Emulsão é sensível à radiação x e à luz, é uma matriz
gelatinosa que sustenta os cristais halogenados de
prata (brometo de prata e iodeto de prata)
Sensibilidade do filme radiográfico: eficácia que o
filme responde a exposição, mais sensível gera
menor exposição, classifica-se em A, B, C, D, E e E/F,
há tamanhos, formas e disposição dos CHAg
Filme ultra speed (D) possui CHAg menores, menor
sensibilidade e maior exposição
Filme insight (E/F) possui CHAg maiores, maior
sensibilidade e menor exposição
Armazenamento do filme deve ser em temperatura
de 10 a 21 °C, umidade 60%, fora da sala de raios x e
com ausência de luz e agentes químicos
No filme/receptor é formada a imagem latente, para
visualizá-la deve haver o processamento
radiográfico
Os filmes podem ser classificados em intra e
extraorais, possuem variação de tamanho e formato
e variável sensibilidade (deve-se usar filmes que
sejam mais sensível para que o paciente seja exposto
a uma menor dose de radiação)
Os intraorais são divididos em periapical (adulto e
infantil), interproximal e oclusal (o maior)
Os filmes são envolvidos por laminado à prova de
vapor e umidade e uma cinta de celofane que
estabiliza a carga (devido atrito no transporte)
Radiografia periapical: há uma boa visão do dente
como um todo e da região periapical, com vista do
ápice dos dentes, coroa, raiz e osso da região
periapical
Radiografia interproximal: não dá detalhes da raiz,
sem região periapical, mas há vista da coroa das 2
arcadas
Radiografia oclusal: dá uma imagem mais ampla de
toda maxila ou mandíbula
O envoltório plástico da película do filme é
resistente a umidade para evitar que a saliva
penetre, tem indicação dos lados (qual expor à
radiação e qual virar para o paciente) e há presença
de picote (uma “bolinha” proeminente para o lado
que deve ser exposto) que ajuda no posicionamento
No lado oposto do envoltório há as informações de
sensibilidade e a quantidade de películas que há no
filme
Ao abrir o envoltório plástico tem o envoltório de
papel preto que envolve a película para evitar que
entre luz, protege, evita velamento (escurecimento)
A lâmina de chumbo está do lado que não é exposto,
ela protege o filme da radiação secundária, evita
FOG (imagem com pouca nitidez), reduz o contraste
(para ter mais detalhamento, ver todos os tons de
cinza) e reduz a exposição do paciente
A película radiográfica pode ser simples ou dupla,
ela é bem fina
Composição do filmes radiográficos são: emulsão (é
onde tem a parte sensível, ela que forma a imagem,
há dos 2 lados), camada adesiva, base (serve para
segurar a emulsão) e camada protetora (evita
arranhões)